Chimaev afirma que duelo contra Durinho depende apenas do empresário do brasileiro

Sobre o possível duelo, o russo naturalizado sueco acredita que não teria dificuldades em superar o brasileiro

K. Chimaev (esq.) pode enfrentar G. Durinho (dir) em janeiro. Foto: Reprodução/Instagram

Os boatos em torno do possível duelo entre Gilbert Durinho e Khamzat Chimaev continuam crescendo. Apesar de continuar desafiando praticamente todos os meio-médios (até 77 kg) em atividade nas redes sociais, o próprio “Lobo” confirmou que a luta contra o brasileiro é uma possibilidade cada vez real.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Durante participação recente no podcast russo “MMA Hustle”, Chimaev afirmou que adoraria enfrentar Durinho e que resta apenas o aval do empresário do brasileiro, Ali Abdelaziz, para que a luta seja confirmada.

“Eu não sei, de verdade, mas eu adoraria lutar com ele (Durinho), vamos ver. Se seu empresário Ali (Abdelaziz) aceitar. O lutador eu não acho que recusaria, mas o empresário decide. Ali entende quem eu sou e quem ele é. Parece que ele está tentando mostrar que a luta não é vantajosa para ele. Eu sou o número 10 e ele é o número três ou dois. Sendo vantajoso ou não, eu vou alcançar ele e todo mundo de qualquer forma”, disse o russo naturalizado sueco.

PUBLICIDADE:

Após quatro vitórias avassaladoras no UFC, Khamzat Chimaev está em décimo primeiro colocado no ranking e é visto por muitos como um nome com possibilidades reais de destronar Kamaru Usman nos meio-médios. Gilbert Durinho, por sua vez, ocupa a segunda colocação e já disputou o título da divisão. Apesar da grande distância no ranking e da maior experiência do brasileiro, o “Lobo” acredita que não teria dificuldades em sair vitorioso.

“Sim, com certeza. Ele é pequeno, não é grande. Vou dominar ele no boxe, não tem como ele me levar para baixo. Um lutador de jiu-jitsu? Sem chance. Não acho que ele me coloque para baixo. Qual foi a última vez que ele conseguiu isso? Na luta é diferente. Jiu-jitsu é no chão, você tem que conseguir levar a luta até lá”, analisou Chimaev.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico