Em busca de recuperação, Derrick Lewis tenta frear Chris Daukaus em luta de nocauteadores no UFC Vegas 45

Vindo de derrota, ex-desafiante ao cinturão dos pesados precisa tirar invencibilidade de compatriota no Ultimate para voltar ao caminho das vitórias

D. Lewis (esq.) e C. Daukaus (dir.) em encarada antes do UFC Las Vegas 45. Foto: Reprodução/Instagram

Chegou o grande momento. Para coroar uma temporada histórica, nada melhor do que um evento para fechar com chave de ouro. Neste sábado (18), o Ultimate encerra o ano com o UFC Las Vegas 45, e traz Derrick Lewis contra Chris Daukaus na luta principal, em duelo que promete emoção. Ao todo, 14 embates estão programados.

PUBLICIDADE:

Veja Também

De olho em uma nova oportunidade de lutar pelo cinturão dos pesados (até 120,2kg.), Lewis precisa do resultado positivo para retomar a condição de destaque do grupo. Para isso, o ‘gigante’ precisa tirar a invencibilidade de Daukaus no Ultimate.

Na luta co-principal, um embate importante para os meio-médios (até 77kg.). Na elite do grupo, Stephen Thompson volta à ativa para se recuperar do tropeço sofrido contra Gilbert Durinho. O norte-americano divide o octógono com o talentoso Belal Muhammad.

PUBLICIDADE:

Ao todo, quatro brasileiros estão escalados para o show. No card principal, Amanda Lemos, Raphael Assunção e Carlos Diego Ferreira levam a bandeira tupiniquim para o octógono. No preliminar, a torcida é para Raoni Barcelos e Melissa Gatto.

Lewis x Daukaus

Um verdadeiro choque de carretas. Para quem gosta de pesos pesados clássicos, a luta principal do UFC Las Vegas 45 promete dar show de emoções.

PUBLICIDADE:

Juntos, Lewis e Daukaus acumulam 31 nocautes em suas trajetórias no MMA. Os espectadores podem esperar um nocaute ou tensão por 25 minutos de disputa.

PUBLICIDADE:

Ex-desafiante ao cinturão da categoria, Derrick vem de derrota para Ciryl Gane. Na ocasião, o ‘gigante’ acabou derrotado no confronto válido pelo título interino.

Em ascensão na organização, Daukaus quer provar que não é mais uma promessa no grupo, mas, sim, uma realidade. Caso supere o rival, Chris ampliará seu retrospecto recente para cinco resultados positivos e chegará oficialmente ao top 5 da categoria.

Brasil no octógono

Promessa brasileira nos palhas (até 52,1kg.), Amanda Lemos chega no evento para confirmar a grande fase. Neste fim de semana, a lutadora troca forças contra Angela Hill, escalada de última hora para o compromisso.

Destaque dos galos por anos, Raphael Assunção sobe no octógono pressionado por um resultado positivo. O lutador vem de dois reveses e enfrenta Ricky Simon, que busca um lugar no top 15 do grupo.

Outro tupiniquim no evento é Carlos Diego Ferreira, que se manteve invicto no UFC por mais de cinco anos. Hoje, o brasileiro amarga dois reveses consecutivos e quer a recuperação. Para isso, o lutador precisará vencer Mateusz Gamrot, promessa da empresa.

Depois de debute de gala no UFC, Melissa Gatto está de volta. A peso mosca (até 56,7kg.) faz a segunda luta na temporada e, caso supere Sijara Eubanks, inicia sua sequência invicta na organização.

Ficha técnica do UFC Las Vegas 45

Data: 18 de dezembro de 2021

Horário: A partir das 18h (horário de Brasília)

Local: UFC Apex, Las Vegas, Estados Unidos

Como assistirSUPER LUTAS AO VIVO em tempo real e Canal Combate (todo o card) pela TV

CARD PRINCIPAL (21h, horário de Brasília)

Peso pesado: Derrick Lewis x Chris Daukaus

Peso meio-médio: Stephen Thompson x Belal Muhammad

Peso palha: Amanda Lemos x Angela Hill

Peso galo: Raphael Assunção x Ricky Simón

Peso leve: Carlos Diego Ferreira x Mateusz Gamrot

Peso pena: Cub Swanson x Darren Elkins

CARD PRELIMINAR (18h, horário de Brasília)

Peso médio: Gerald Meerschaert x Dustin Stoltzfus

Peso pesado: Justin Tafa x Harry Hunsucker

Peso mosca: Sijara Eubanks x Melissa Gatto

Peso pena: Charles Jourdain x Andre Ewell

Peso pena: Raquel Pennington x Macy Chiasson

Peso pesado: Don’Tale Mayes x Josh Parisian

Peso leve: Jordan Leavitt x Matt Sayles

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico