Aljamain Sterling cala os críticos, bate Petr Yan por pontos e unifica cinturão dos galos no UFC 273

Em um duelo equilibradíssimo, o norte-americano respondeu aos haters no octógono e se manteve como número 1 da divisão até 61,2kg

A. Sterling se emociona ao defender o cinturão dos galos com sucesso Foto: Reprodução/Combate

Dessa vez não teve golpe ilegal, não teve polêmica, mas o campeão foi o mesmo. Na luta co-principal do UFC 273, Aljamain Sterling calou os críticos, venceu Petr Yan na decisão dividida dos juízes e se manteve como campeão linear dos galos (até 61,2kg). O espetáculo aconteceu na VyStar Veterans Memorial Arena, em Jacksonville, Flórida (EUA).

PUBLICIDADE:

Com o triunfo e a manutenção do cinturão, Sterling emendou a sua sexta vitória consecutiva na organização e, mesmo com a polêmica da última luta, ratificou a sua posição como dono da categoria. Sua última derrota foi em dezembro de 2017, para o brasileiro Marlon Moraes. O ‘Aljo’ agora possui um retrospecto no esporte de 21 resultados positivos e três negativos.

Ex-campeão da divisão, Yan não conseguiu recuperar o seu trono e sofreu sua segunda derrota nas últimas três lutas. Aos 29 anos, o russo possui um cartel de 16 triunfos e três reveses como profissional de MMA.

PUBLICIDADE:

Leia Mais: Durinho expõe fragilidades de Chimaev, mas é superado por pontos em verdadeira batalha no UFC 273

Veja Também

A luta

Sem toque de luvas antes do início, os dois atletas já mostraram que o clima não seria amistoso no octógono. Após alguns segundos de estudo, Sterling tentou entrar em queda, mas Yan rechaçou a investida. Yan dominava o centro do octógono, enquanto Aljo tentava afastá-lo usando os chutes altos. O campeão linear seguia insistindo nesse golpe, porém, recebeu um mais potente de Yan, por volta de 2m30s do primeiro round.

PUBLICIDADE:

Sterling usou os jabs para pontuar, mas sem acertar Yan de forma contundente. O russo seguia cercando o norte-americano, mas não achava espaços claros para atacar. O primeiro round terminou ainda em ritmo lento.

PUBLICIDADE:

Logo nos primeiros segundo do round dois, os dois lutadores já encurtaram a distância e voltaram a trocar golpes, como se não houvesse amanhã. Após muita insistência, Sterling conseguiu derrubar Yan e foi para as costas tentar pegar um mata-leão. Aljo seguia golpeando o seu adversário pelas costas e buscando encaixar a finalização. Com muita insistência, o norte-americano seguia sua saga, dessa vez, golpeando o russo com socos e cotoveladas.

Aljo batia pesado no seu oponente, que apenas lutava para sobreviver ao round dominante do norte-americano. Sterling revezava entre tentar o mata-leão e golpear a cabeça do russo e assim foi até o final do assalto. O momento era complicado para o russo.

A terceira parcial começou uma pesada troca de chutes entre os dois atletas. Agora era Yan que tentava se aproximar e vinha para quedar o norte-americano, mas não foi bem sucedido. Aljo mais uma vez derrubou Yan e foi para as costas, em cenário parecido com os dois primeiro rounds. Sterling consegue passar o braço no pescoço do russo, mas falta força (ou jeito) para finalizar.

Petr Yan lutou mas tinha muita dificuldade em sair do ‘cadeado’ aplicado por Sterling. O norte-americano dominava completamente o seu rival, porém, dessa vez, sem muita contundência nos golpes. O terceiro round chegava ao fim.

Yan começava o quarto round com uma intensa pressão em Sterling, que pareceu surpreso com a atitude. Aljo tentou uma queda como resposta, mas falhou. O norte-americano faz uma incrível transição paratentar pegar as costas, mas acabou caindo com ela no chão. Por cima na montada, Yan vai golpeando Sterling e travando o ímpeto do campeão linear. Mesmo sem intensidade, o russo conseguiu levar o confronto para o quinto round.

O campeão interino começou o quinto round acertando um chute em Sterling, que sentiu e logo depois entrou em queda. Yan ensaiou uma blitz, poré, acerta uma curta sequência no rosto do seu rival. Aljo grudou nas costas do russo, que logo saiu da posição. Petr tomava mais a iniciativa do combate e parecia não sentir o cansaço. Sterling deu as costas ao russo e ficou na posição de quatro apoios. Yan catou as costas de Aljamain e termminou o combate golpeando o rosto do seu oponente. FIM DE LUTA!

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276