Aos 33 anos, Marlon Moraes anuncia aposentadoria do MMA

Brasileiro se aposenta após série de quatro derrotas seguidas no UFC; ele deixa o esporte com 23 triunfos, dez reveses e um empate

M. Moraes se aposentou do MMA. Foto: Reprodução/Facebook UFC)

Ex-campeão do WSOF e desafiante ao cinturão dos galos (até 61,2kg.) do UFC, Marlon Moraes confirmou, nesta quarta-feira (13), sua aposentadoria do MMA. Em comunicado enviado por seu empresário Ali Abdelaziz ao ‘MMA Fighting’, o brasileiro, de 33 anos, agradeceu ao Ultimate, família e amigos por todas as oportunidades que teve na carreira e revelou planos de ajudar jovens e amigos na modalidade.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Quero agradecer a todos – Sean Shelby, Dana White e o UFC – por me darem tantas oportunidades. Quero agradecer minha família, meus treinadores, meu empresário, todos que estiveram por perto e fizeram parte da minha carreira. Quero agradecer a Mark Henry, Ricardo Almeida, Frankie Edgar, Anderson Franca e Hunter Campbell. Ainda estarei no esporte ajudando jovens e ajudando meus amigos”, disse Moraes.

A possibilidade foi levantada por sua derrota mais recente, contra Song Yadong, em março deste ano. Na ocasião, logo após de ser nocauteado pela quarta vez seguida, Marlon tirou suas luvas no octógono e deixou indícios da aposentadoria. O anúncio, no entanto, aconteceu de forma oficial apenas um mês depois, em data próxima de aniversário de 15 anos desde estreia profissional.

PUBLICIDADE:

Carreira de sucesso…

Marlon Moraes viveu seu auge entre 2011 e 2016, quando emplacou uma série de 13 triunfos seguidos, além de ter se tornado campeão do extinto WSOF e defendido seu título em quatro oportunidades. No UFC, ele chegou a disputar o cinturão vago dos galos (até 61,2kg.), mas bateu na trave e foi superado por Henry Cejudo.

O brasileiro também conseguiu grandes feitos e chegou a vencer nomes como José Aldo, Raphael Assunção, Jimmie Rivera, John Dodson e o atual campeão da organização, Aljamain Sterling, com um nocaute brutal em apenas 33 segundos. Ele deixa o esporte com 23 resultados positivos, dez negativos e um empate.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276