Taila Santos faz luta dura, mas perde para Valentina Shevchenko na decisão dividida no UFC 275

Brasileira tem bons momentos e chega perto de finalizar, mas vê quirguiz crescer no combate e perde na decisão dividida dos juízes

T. Santos (esq.) entregou luta dura, mas perdeu par V. Shevchenko (dir.) nos pontos. Foto: Reprodução/Twitter @ufcespanol

Quem apostava em uma vitória dominante de Valentina Shevchenko sobre Taila Santos no UFC 275 se enganou. Considerada zebra diante da supercampeã, a brasileira  esteve perto da vitória, mas um choque acidental foi o ponto chave para a virada do combate. Ao final de 25 minutos com bastante equilibrio e alternância no domínio, a quirquistanesa foi declarada vencedora decisão dividida dos juízes.

PUBLICIDADE:

Com o resultado, Valentina conseguiu sua sétima defesa de cinturão e ampliou sua marca na história do MMA. Em sua trajetória, agora, são 22 resultados positivos e três negativos.

Taila, por sua vez, tem a sequência de quatro vitórias seguidas quebrada. Ela também sente o ‘sabor amargo’ da segunda derrota em 21 lutas em sua trajetória nas artes marciais mistas.

PUBLICIDADE:

Veja Também

A luta

Shevchenko teve as primeiras iniciativas com golpes na curta distância e chutes baixos. A campeã lançou um contragolpe certeiro, mas Taila absorveu bem. Santos tentou uma sequência de golpes, mas Valentina fez o giro e ficou em posição de dominância junto à grade, com direito a incômodas joelhadas na linha da cintura. Valentina tentou a queda, mas não conseguiu a queda e viu a brasileira cair em suas costas. Santos passou a ‘cana’ do braço, mas viu a quirguiz fazer a defesa até o final.

Taila ainda suportou pressão inicial e fez o jogo inteligente para trabalhar junto à grade e aplicar queda em Valentina. Por cima, a brasileira buscou a progressão, mas viu a campeã ser ativa – mesmo por baixo. O árbitro, no entanto, optou por voltar com a luta em pé. Shevchenko surpreendeu e deu a resposta com golpe de judô, mas viu Santos ‘raspar’ e cair por cima na reta final.

PUBLICIDADE:

Com jogo ajustado, Taila seguiu entregando boa luta e estava alinhada na estratégia de colocar Valentina para baixo. De novo, a brasileira chegou às costas da quirguiz, tentou trabalhar no mata-leão e chegou perto de confirmar a vitória, mas viu a campeã sobreviver.

PUBLICIDADE:

Mais cansada, Santos sentia o ritmo de luta e já exibia um inchaço abundante no olho direito, enquanto que Valentina conseguia respirar e trabalhar um grande volume de golpes na curta distância. Taila, no entanto, mostrou que ainda estava em plenas condições e aplicou uma queda nos segundos finais.

As duas lutadoras chegaram no quinto assalto com o combate em aberto. Valentina esteve em vantagem em pé e voltou a apostar na pressão em quedas, mas Taila agiu rápido e fez a transição. A brasileira, porém, não seguiu em dominância e deixou quirguiz escapar. Experiente, a campeã acertou o timing e caiu por cima novamente, já na meia-guarda, onde seguiu até o final do round para garantir sua sétima defesa de cinturão.

Resultados do UFC 275

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado (até 93kg.): Jiri Prochazka finalizou Glover Teixeira com um mata-leão a 4m32s do R5 – Luta pelo cinturão

Peso mosca (até 56,7kg.): Valentina Shevchenko derrotou Taila Santos na decisão dividida dos juízes (48-47, 47-48, 49-46) – Luta pelo cinturão

Peso palha (até 52,1kg.): Weili Zhang derrotou Joanna Jedrzejczyk por nocaute aos 2m28s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Jake Matthews derrotou André Fialho por nocaute aos 2m24s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Jack della Maddalena derrotou Ramazan Emeev por nocaute técnico (socos) aos 1m32s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso pena (até 65,7kg.): Joshua Culibao derrotou Seung Woo Choi na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Hayisaer Maheshate derrotou Steve Garcia Jr. por nocaute aos 1m20s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Brendan Allen derrotou Jacob Malkoun na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Kyung Ho Kang derrotou Danaa Batgerel na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso palha (até 52,1kg.): Silvana Juarez derrotou Na Liang por nocaute a 1m22s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Joselyne Edwards derrotou Ramona Pascual na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano