Recordista e empolgante; Relembre grandes momentos de Donald Cerrone no UFC

Ás vésperas da luta de número 38 do Cowboy no octógono, o SUPER LUTAS recorda momentos históricos e importantes do norte-americano com as luvas da organização

D. Cerrone é um dos atletas mais antigos do UFC (Foto: Reprodução/ Instagram)

Donald Cerrone é, sem sombra de dúvidas, um dos maiores nomes de toda a história do Ultimate. Com 37 aparições e cinco derrotas consecutivas no octógono mais famoso do mundo, também é notório que o ‘Cowboy’ está chegando na parte final de sua carreira. Para ‘celebrar’ a trajetória profissional do norte-americano, o SUPER LUTAS relembra grandes momentos protagonizados pelo veterano lutador.

PUBLICIDADE:

Veja Também

A estreia no Ultimate

D. Cerrone estreou no UFC 126 contra P. Kelly (Foto: Divulgação/UFC)

Já conhecido com um grande nome da divisão dos leves (até 70,3kg) do WEC, antigo evento de artes marciais mistas, Donald Cerrone chegou ao Ultimate após a absorção da organização pela mesma empresa que comandava o UFC na época. O ‘Cowboy’ estreou no encerramento do card preliminar do UFC 126, que foi liderado por Anderson Silva x Vitor Belfort, e venceu o inglês Paul Kelly por mata leão, no segundo round.

PUBLICIDADE:

Vitória sobre o ‘campeão’ Charles Do Bronx

C. Do Bronx e D. Cerrone se enfrentaram em agosto de 2011 (Foto:Divulgação/UFC)

Com duas vitórias em duas lutas,  Cerrone enfrentaria o prospecto brasileiro Charles Do Bronx, que vinha de duas derrotas consecutivas e começava a ficar ameaçado na organização. Em agosto de 2011, os dois atletas mediram forças no octógono mais famoso do mundo e o ‘Cowboy’ venceu com um rápido nocaute ainda no primeiro round e conquistava a ‘trinca’ na empresa presidida por Dana White.

PUBLICIDADE:

A melhor fase da carreira

D. Cerrone posa para foto após pesagem pelo UFC (Foto: Reprodução/YouTube TheMacLife)

PUBLICIDADE:

Entre novembro de 2013 e maio de 2015, o ‘Cowboy’ viveu a melhor fase de sua carreira profissional. O norte-americano enfileirou oito vitórias consecutivas no octógono mais famoso do mundo e conquistou a sonhada oportunidade de lutar pelo cinturão dos leves (até 70,3kg). Em dezembro de 2015, Cerrone enfrentou o então campeão Rafael dos Anjos no UFC Orlando. Donald foi nocauteado de forma rápida ainda no primeiro round, mas o revés não apagou a excelente campanha do veterano até ali.

A vitória ‘dos recordes’

D. Cerrone e Al Iaquinta se enfrentaram em maio de 2019 (Foto: Reprodução/Twitter @ufc)

Em maio de 2019, Donald Cerrone e Al Iaquinta lideraram uma edição do UFC em Ottawa, cidade localizada no sudeste do Canadá. Com a vitória conquistada na decisão unânime dos juízes, o ‘Cowboy’ entrou ainda mais para a história da organização ao se tornar o lutador com mais vitórias na empresa (23) ao lado de Jim Miller e Andrei Arlovski, se consolidou no top-3 de mais lutas no octógono (37), três a mais do que o quarto colocado, Jeremy Stephen, que já não faz mais parte do plantel da empresa. Donald também se tornou recordista de prêmios de ‘Performance ou Luta da Noite’ com 18 condecorações.

Mais recordes

D. Cerrone acerta um golpe em A. Hernandez (Foto: Facebook/UFC)

Antes da ‘noite dos recordes’ contra Al Iaquinta, Donald já havia conquistado uma vaga no ‘Olimpo’ do UFC em seu combate anterior, contra Alexander Hernandez. O confronto aconteceu em janeiro de 2019 e o ‘Cowboy’ venceu por nocaute no segundo round. Com o triunfo, o veterano se tornou o lutador com mais vitórias (16) por interrupção (nocaute ou finalização) na história do Ultimate. O recorde durou até dezembro de 2020, quando Charles do Bronx venceu Tony Ferguson e ultrapassou Cerrone.

Longe do octógono há mais de um ano, Cerrone retorna ao Ultimate no card do UFC Austin, que acontece no próximo sábado (18). O seu adversário será o também veterano Joe Lauzon. O ‘Cowboy’ possui um retrospecto de 36 triunfos e 16 reveses no MMA profissional.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano