Thiago Moisés tem atuação sublime, finaliza adversário e salva noite brasileira no UFC Las Vegas 57

Brasileiro vai bem, supera Christos Giagos e volta a vencer no Ultimate; ele é o único representante tupiniquim a sair com os 'braços erguidos' no card

T. Moises finaliza C. Giagos no UFC Vegas 57. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

Com três representantes, o Brasil viu Raulian Paiva e Rodolfo Vieira saírem derrotados, mas ficou aliviado com a atuação de Thiago Moisés. Em combate nos leves (até 70,3kg.) pelo card principal da noite, o paulista emplacou ritmo frenético na luta agarrada e superou Christos Giagos com um mata-leão no primeiro round.

PUBLICIDADE:

Com isso, Moisés volta a vencer na organização, depois de duas derrotas em série. Profissional desde 2012, o brasileiro soma um cartel de 16 triunfos e seis reveses em sua carreira.

Já Giagos passa a correr riscos no Ultimate. O norte-americano, que intercala entre vitórias e derrotas, tem um retrospecto de 19 resultados positivos e dez negativos no MMA.

PUBLICIDADE:

A Luta

Com movimento certeiro, Moisés não quis saber da trocação e partiu para as quedas. Em dominância e junto à grade, o brasileiro chegou às costas de Giagos e partiu para o mata-leão.

Ele passou a cana do braço, fez pressão com um estrangulamento na boca e viu o adversário dar os ‘três tapas’ no octógono. Em entrevista pós-luta, Thiago celebrou o desfecho, agradeceu seus treinadores e pediu por luta com Joe Solecki.

Josh Parisian consegue reviravolta e supera Alan Baudot em ‘luta de gigantes’

A única luta válida pela divisão dos pesados (até 120,2kg.) foi marcada pela reviravolta de Josh Parisian. Depois de passar sufuco no primeiro round, o norte-americano vê Alan Baudot se cansar e consegue um nocaute técnico após impor ritmo agressivo na luta agarrada.

PUBLICIDADE:

Parisian, assim, respira nos pesados. Ele soma 15 triunfos e cinco reveses. Já Baudot segue sem vencer na empresa e deve ser demitido, com oito resultados positivos, quatro negativos e um empate.

Resultados do UFC Las Vegas 57

Peso leve (até 70,3kg.): Mateusz Gamrot derrotou Arman Tsarukyan na decisão unânime dos juízes (48-47, 48-47, 48-47)

PUBLICIDADE:

Peso meio-médio (até 77kg.): Shavkat Rakhmonov finalizou Neil Magny com uma guilhotina a 4m58s do R2

Peso pesado (até 120,2kg.): Josh Parisian derrotou Alan Baudot por nocaute técnico a 3m04s do R2

Peso leve (até 70,3kg.): Thiago Moisés finalizou Christos Giagos com um estrangulamento a 3m05s do R1

Peso galo (até 62,1kg.): Umar Nurmagomedov derrotou Nate Maness na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-25)

Peso médio (até 83,9kg.): Chris Curtis derrotou Rodolfo Vieira na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93kg.): Carlos Ulberg derrotou Tafon Nchukwi por nocaute técnico 1m15s do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Shayilan Nuerdanbieke derrotou TJ Brown na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Sergey Morozov derrotou Raulian Paiva na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca (até 56,7kg.): Cody Durden derrotou JP Buys por nocaute técnico a 1m08s do R1

Peso galo (até 62,1kg.): Mario Bautista finalizou Brian Kelleher com um mata-leão a 2m27s do R1

Peso palha (Até 52,1kg.): Vanessa Demopoulos derrotou Jinh Yu Frey na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC