Com encarada tensa, Lyoto e Weidman batem o peso e confirmam luta pelo título no UFC 175

Brasileiro e norte-americano disputam o cinturão dos médios na luta principal da noite em Las Vegas (EUA)

Weidman (esq.) e Lyoto (dir.) bateram o peso e confirmaram a luta principal do UFC 175. Foto: Reprodução/YouTube

Weidman (esq.) e Lyoto (dir.) bateram o peso e confirmaram a luta principal do UFC 175. Foto: Reprodução/YouTube

Está confirmada a primeira de três chances que o Brasil terá em 2014 de recuperar os cinturões do Ultimate que já deteve no passado. Na noite desta sexta-feira (04), em Las Vegas (EUA), Lyoto Machida e Chris Weidman bateram o peso e asseguraram a disputa do título dos médios na luta principal do UFC 175. Após passarem pela balança, os adversários protagonizaram uma encarada tensa.

O brasileiro Lyoto Machida, desafiante no duelo deste sábado (05) no Mandalay Bay, foi o primeiro a subir à balança. Lyoto não teve problemas para chegar ao limite da categoria e bateu 83,7 kg. Logo em seguida, foi a vez de Weidman, que tenta defender pela segunda vez o cinturão que conquistou ao vencer Anderson Silva, se apresentar para a pesagem. O campeão cravou os 83,9 kg, peso-limite da categoria.

Ronda e Davis também confirmam disputa de cinturão

Sempre quando sobe à balança, a campeã peso galo feminina Ronda Rousey impressiona pela condição física com a qual se apresenta. Para cumprir a tarefa, a musa, que corta muito peso para chegar aos 61,2 kg limites da divisão, conta com a parceria do renomado nutricionista Mike Dolce. Nesta sexta não foi diferente, Ronda se apresentou ótima forma e cravou 61,2 kg, mesmo peso da desafiante Alexis Davis. Com isso, a dupla confirmou a disputa de cinturão na luta co-principal da noite.

Brasileiros passam sem sustos pela balança

Único atleta do Brasil no card principal além de Lyoto Machida, Thiago Marreta, que enfrenta Uriah Hall, passou sem problemas pela pesagem. Marreta bateu 83,9 kg e confirmou o duelo contra o “Homem-ambulância” do TUF 17. Ambos os atletas vêm de vitória e buscam ampliar sua sequência de triunfos.

Já no card preliminar Ildemar Marajó também passou bem pela balança, bateu 77,1 kg e confirmou a luta contra Kenny Robertson na categoria peso meio-médio. Quem também não teve dificuldades na pesagem, um pouco antes, foi Bruno Carioca. O ex-campeão do evento WFE cravou 83,9 kg, mesmo peso do seu adversário Chris Camozzi.

Primeiro atleta do Brasil a se apresentar na pesagem, o ex-participante do The Ultimate Fighter Brasil 3 Guilherme Bomba não teve problemas para chegar os 83,9 kg limites da categoria peso médio, já que originalmente atua na divisão de meio-médios. Pupilo de Chael Sonnen, Bomba estreia no octógono contra Luke Zachrich, que bateu os mesmo 83,9 kg, e terá a chance de confirmar as expectativas do técnico norte-americano durante o reality show.

Confira abaixo todos os resultados da pesagem oficial do UFC 175:

CARD PRINCIPAL

Peso médio (até 84 kg): Chris Weidman x Lyoto Machida (83,7 kg);

Peso galo (até 61 kg): Ronda Rousey (61,2 kg) x Alexis Davis (61,2 kg);

Peso pesado (até 120 kg): Stefan Struve (114 kg) x Matt Mitrione (115,2 kg);

Peso médio (até 84 kg): Uriah Hall (83,9 kg) x Thiago Marreta (83,9 kg);

Peso galo (até 61,2 kg): Russell Doane (61,4 kg) x Marcus Brimage (61,2 kg).

CARD PRELIMINAR

Peso galo (até 61, kg): Urijah Faber (61,7 kg) x Alex Caceres (61,2 kg);

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Ildemar Marajó (77,1 kg) x Kenny Robertson (77,5 kg);

Peso médio (até 84 kg): Chris Camozzi (83,9 kg) x Bruno Carioca (83,9 kg);

Peso galo (até 61,2 kg): Rob Font (61,2 kg) x George Roop (62,12 kg);

Peso médio (até 84 kg): Luke Zachrich (83,9 kg) x Guilherme Bomba (83,9 kg);

Peso médio (até 84 kg): Kevin Casey (83,9 kg) x Bubba Bush (83,9 kg).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments