Weidman diz que treinamento para luta contra Lyoto foi o pior de sua vida

Campeão dos médios do UFC diz ter sofrido vários problemas durante os preparativos para luta neste sábado (5)

Weidman diz ter tido o pior treino de sua vida para luta com Lyoto. Foto: Reprodução/YouTube

Weidman diz ter tido o pior treino de sua vida para luta com Lyoto. Foto: Reprodução/YouTube

Após derrotar Lyoto Machida e manter o cinturão dos médios do UFC, Chris Weidman fez uma avaliação nada generosa com relação aos seus preparativos para o combate. O norte-americano relatou ter passado por vários problemas durante seus treinamentos para a luta, que venceu na decisão unânime dos juízes.

LEIA TAMBÉM:
– Rousey atropela Davis e mantém o cinturão
– Weidman domina Lyoto e mantém cinturão dos médios
– Faber finaliza e brasileiros perdem duas no card preliminar
– Struve passa mal e tem luta no UFC 175 cancelada

“Para ser sincero, este foi provavelmente meu pior período de treinamentos que já tive. Mas, pelo menos, conseguimos cumprir nossa tarefa. Por duas semanas eu não conseguia fazer manopla e tive que ir no médico para ter certeza de que minha mão não estava quebrada. No fim, eram só problemas nos ligamentos. Meus joelhos não estavam como deveriam estar, mas segui em frente e me recuso a usar isso como desculpa. Mas, nesse treinamento, tudo deu errado. Tive muitos problemas”, comentou Weidman, em entrevista coletiva após o evento.

Além disso, Weidman afirmou que pretendia utilizar a trocação para facilitar seu caminho para as quedas, mas um machucado no pé atrapalhou seus planos. “Isso é MMA. Graças a Ray Longo [seu treinador principal], estou muito confiante na trocação. Os chutes seriam parte do jogo, e é uma droga que, no primeiro round, eu dei um chute e ele defendeu bem com o cotovelo. Meu pé estava me matando e eu não conseguia chutar como antes”, contou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments