Chris Weidman derrota Lyoto Machida e mantém cinturão dos médios do UFC

Norte-americano superou brasileiro na decisão unânime dos juízes na luta principal do UFC 175, em Las Vegas

Weidman (dir.) bateu Lyoto (esq.) no UFC 175. Foto: Divulgação/UFC

Weidman (dir.) bateu Lyoto (esq.) no UFC 175. Foto: Divulgação/UFC

Chris Weidman defendeu com sucesso o cinturão dos médios do UFC no evento de número 175, realizado neste sábado (5) em Las Vegas, nos Estados Unidos. O norte-americano derrotou Lyoto Machida em um movimentado combate na atração principal da noite, obtendo a vitória na decisão unânime dos juízes.

O combate alternou momentos de trocação e chão, com o norte-americano conectando bons golpes e conseguindo quedas em momentos chave. Machida, por sua vez, trabalhou alguns bons contra-ataques, mas não foi suficiente para derrubar o campeão.

LEIA TAMBÉM:
– Rousey atropela Davis e mantém o cinturão
– Brasileiros saem com saldo negativo de card preliminar
– Struve passa mal e tem luta no UFC 175 cancelada
– 
Lutador com amputação perde invencibilidade no MMA
– BJ bate o peso em sua estreia na categoria dos penas

Assim, Weidman conquistou sua 12ª vitória na carreira, realizando sua segunda defesa de título. Machida, por sua vez, perdeu sua invencibilidade entre os médios, sofrendo também sua primeira derrota desde que perdeu para Phil Davis no UFC 163.

“Ele é tão bom quanto eu pensava, muito rápido. Quando você acha que ele vai fazer uma coisa, ele faz outra. Ele é um incrível lutador”, elogiou o campeão, que mostrou seu carinho ao brasileiro após o anúncio da decisão.

Lyoto reconheceu a superioridade de seu adversário e prometeu aprender com a derrota. “Ele foi mais inteligente, conseguiu impor seu jogo. Faz parte. Vou voltar mais forte”, disse.

Como foi o combate

Weidman (esq.) conectou bons golpes em Machida (dir.) em pé. Foto: Divulgação/UFC

Weidman (esq.) conectou bons golpes em Machida (dir.) em pé. Foto: Divulgação/UFC

Nos segundos iniciais de luta, Weidman tentava atacar com cautela, com alguns chutes nas pernas e na linha de cintura. Lyoto, por sua vez, manteve bem a distância e trabalhou alguns contragolpes. As tentativas de queda por parte do norte-americano foram frustradas pelo brasileiro, o que fez com que o primeiro round tenha sido todo na trocação.

O segundo round seguia a tendência do período inicial, com os dois lutadores trocando golpes tímidos, mas com o norte-americano andando para a frente a quase todo o momento. No minuto final, no entanto, Weidman conseguiu a queda e desferiu alguns, embora pouco tenha trabalhado nesta posição.

No início do terceiro round, Weidman conseguiu um double leg e levou o brasileiro para baixo. O campeão tentava não se expor e pouco atacou, o que permitiu a Machida se levantar e voltar para a trocação. Em pé, Weidman ganhava confiança, acuando Lyoto e provocando um corte em seu supercílio com um golpe de encontro.

Em clara desvantagem na pontuação, Lyoto tentava mostrar agressividade no início do quarto round, embora de maneira tímida. Weidman tentou queda, mas sem sucesso. Machida conectou boas sequências, o que fez o norte-americano sentir. Weidman aparentava cansaço, enquanto Lyoto ganhava confiança. O brasileiro terminou o round caminhando para a frente e buscando a luta, levantando a torcida em Las Vegas.

10471344_884914584856488_4256118978631135534_n

Foto: Divulgação/UFC

O último round começou no ritmo em que terminou o anterior, com Machida conectando mais golpes e Weidman mais comedido. O campeão tentava trabalhar mais na curta distância, mas era rechaçado por Machida. O norte-americano conseguiu trabalhar bons golpes na trocação mais franca. Na metade final do último round, o campeão conseguiu quedar o brasileiro, inclusive chegando à montada. O brasileiro deu as costas e conseguiu se levantar. Lyoto partiu para cima com tudo nos segundos finais, mas não conseguiu conectar bons golpes para levar o nocaute.

Por fim, os três juízes deram três pontuações diferentes (49 a 45, 48 a 47 e 49 a 46), mas todas em favor de Chris Weidman, ainda campeão dos médios do UFC.

Pontuação oficial do main-event do UFC 175. Foto: Reprodução/Twitter

Pontuação oficial do main-event do UFC 175. Foto: Reprodução/Twitter

Confira os resultados completos do UFC 175:

CARD PRINCIPAL:

Chris Weidman derrotou Lyoto Machida por decisão unânime;

Ronda Rousey derrotou Alexis Davis por nocaute técnico no R1;

Stefan Struve x Matt Mitrione – LUTA CANCELADA

Uriah Hall derrotou Thiago Marreta por decisão unânime dos juízes;

Russell Doane derrotou Marcus Brimage por decisão dividida dos juízes;

CARD PRELIMINAR:

Urijah Faber derrotou Alex Caceres por finalização no R3;

Kenny Robertson derrotou Ildemar Marajó por decisão unânime dos juízes;

Bruno Carioca derrotou Chris Camozzi por decisão dividida dos juízes;

Rob Font derrotou George Roop por nocaute técnico no R1;

Luke Zachrich derrotou Guilherme Bomba na decisão unânime dos juízes’;

Kevin Casey derrotou Bubba Bush por nocaute técnico no R1.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments