UFC FN 58: Em Barueri, Lyoto e Barão protagonizam último evento de 2014

Brasileiros enfrentam, respectivamente, CB Dollaway e Mitch Gagnon; card tem início às 22h no Ginásio José Correia

Lyoto e Dollaway protagonizaram uma encarada tensa após pesagem oficial. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

Lyoto e Dollaway protagonizaram uma encarada tensa após pesagem oficial. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

De várias maneiras, e nem todas elas positivas, 2014 foi marcante para o UFC. Mas neste sábado (20), o ano em que o maior evento de MMA do planeta sofreu com uma série de lesões de seus lutadores mais importantes e também assinou um histórico contrato para fornecimento exclusivo de material esportivo chegará ao fim. Sediado em Barueri (SP) e estrelado por Lyoto Machida e Renan Barão, o UFC Fight Night 58 encerra as atividades do calendário anual do Ultimate.

Veja Também

GALERIA: Confira os melhores cliques da pesagem oficial do UFC Barueri
Adversário de Barão esbanja confiança para UFC Barueri: ‘Tenho a receita para o sucesso’
Adversário do ‘Dragão’ Lyoto, CB Dollaway carrega símbolo do rival nas costas
Cara de Sapato comemora luta contra Cummins: ‘Ele é uma boa luta para mim’

Para ambos os atletas, os duelos no octógono montado no Ginásio José Correia representam a chance de dar a volta por cima. Tanto Lyoto quanto Barão vêm de derrotas em disputas de cinturão, para Chris Weidman e TJ Dillashaw, respectivamente. De olho na reabilitação, o carateca enfrenta CB Dollaway na luta principal da noite e o atleta da Nova União encara o canadense Mitch Gagnon no evento co-principal.

Dollaway é um velho conhecido do público no Brasil e tem um excelente retrospecto lutando no país. Em duas lutas, o “Doberman”, como é conhecido, venceu os finalistas do TUF Brasil 1 Daniel Sarafian e Cezar Mutante. Oriundo do wrestling, mas com um desenvolvimento recente de suas habilidades no boxe, CB tem como principal dificuldade para o duelo desvendar o estilo não ortodoxo de Machida, baseado especialmente na precisão e que mistura o caratê shotokan com boas defesas de queda.

Já Gagnon não só faz sua primeira luta em terras brasileiras, como estreia fora de seu país-natal, o Canadá. Mitch é um especialista em finalizações, tendo conquistado onze de suas doze vitórias usando o jiu-jitsu. Contra Barão, no entanto, ele não terá vida fácil. O potiguar jamais foi finalizado em sua carreira e também leva vantagem na trocação.

Cara de Sapato pega pedreira na primeira luta após título do TUF

Cara de Sapato e Cummins fazem a antepenúltima luta da noite. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

Cara de Sapato e Cummins fazem a antepenúltima luta da noite. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

Com uma das ascensões mais impressionantes do MMA brasileiro recentemente, Antônio Cara de Sapato ignorou seu retrospecto modesto, de apenas três lutas como profissional, e conquistou no primeiro semestre desse ano o título do TUF Brasil 3 na categoria peso pesado, uma divisão acima da sua de origem. Por isso, em seu primeiro combate após o triunfo, o parceiro de Junior Cigano recebeu do matchmaker Joe Silva um teste duríssimo: Patrick Cummins.

wrestler duas vezes All-American estreou no UFC sendo chamado de última hora para substituir Rashad Evans contra Daniel Cormier e chegou fazendo barulho. Cummins revelou detalhes íntimos dos treinos da equipe de luta olímpica dos Estados Unidos, irritou DC e acabou derrotado ainda no primeiro assalto. Este, porém, foi seu único revés na carreira e desde então ele já venceu Roger Narvaez e Kyle Kingsbury.

Especialista na arte suave e com um boxe afiado pelas mãos do treinador Luiz Dórea, o mesmo de Acelino Popó e Junior Cigano, Cara de Sapato precisa demonstrar especialmente um bom jogo de defesas de quedas, para não sucumbir ao wrestling de Cummins. Caso consiga negar as investidas do norte-americano, o cenário pode favorecer o campeão do TUF na trocação. Porém, se for levado ao chão ao longo da luta, o paraibano terá que fazer bom uso de seu jiu-jitsu defensivo e dos ataques partindo da guarda.

Confira abaixo a ficha técnica completa do UFC FN 58:

Local: Ginásio José Correia, Barueri (SP).

Horário do início do card: 22h (horário de Brasília).

Transmissão na TV: Canal Combate (card completo) e Rede Globo (somente a luta principal, a partir de 1h10 horário de Brasília).

CARD PRINCIPAL

Peso médio (até 84 kg): Lyoto Machida x CB Dollaway;

Peso galo (até 61,2 kg): Renan Barão x Mitch Gagnon;

Peso meio-pesado (até 93 kg): Antônio Cara de Sapato x Patrick Cummins;

Peso leve (até 70,3 kg): Elias Silvério x Rashid Magomedov;

Peso meio-médio (até 77 kg): Erick Silva x Mike Rhodes;

Peso médio (até 84 kg): Daniel Sarafian x Junior Alpha.

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93 kg): Marcos Pezão x Igor Pokrajac;

Peso pena (até 66 kg): Renato Moicano x Tom Niinimaki;

Peso pena (até 66 kg): Darren Elkins x Hacran Dias;

Peso galo (até 61,2 kg): Leandro Brodinho x Ulka Sasaki;

Peso meio-médio (até 77 kg): Marcio Lyoto x Tim Means;

Peso médio (até 84 kg): Vitor Miranda x Jake Collier.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments