Treinador de boxe revela que Georges St. Pierre está ‘se coçando’ para voltar a lutar

Freddie Roach detalha conversa que teve com canadense, que se afastou do esporte ao fim de 2013

Reunião com o UFC aumenta rumores sobre volta de GSP. Foto: Josh Hedges/UFC

Técnico revela que canadense está ‘se coçando’ para voltar ao UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

O futuro de Georges St. Pierre no mundo das lutas ainda é um dos maiores mistérios do MMA na atualidade. Frequentemente há informações que indicam que o ex-campeão dos meio-médios do UFC, afastado do esporte desde o fim de 2013, irá retomar sua carreira; em outras oportunidades, o canadense dá a entender que sua trajetória está de fato encerrada. Porém, GSP fez uma revelação importante ao renomado treinador de boxe Freddie Roach: ele está “se coçando” para voltar às lutas.

Veja Também

Georges St. Pierre revela: ‘Estou pensando em voltar’
St. Pierre comemora novas ações antidoping do UFC: ‘Um grande passo’
Pensando no futuro do UFC, Johny Hendricks pede: ‘GSP, continue aposentado’
Dana White muda discurso e agora diz não acreditar em retorno de GSP ao UFC

Roach, que treina o pugilista Manny Pacquiao para a histórica luta diante de Floyd Mayweather, contou em entrevista à revista inglesa “Fighters Only” que recentemente participou de um treinamento ao lado do canadense. “Eu treinei com ele há poucos dias e, antes de ele ir para casa, eu perguntei: ‘O que você acha? Você vai lutar novamente?’, e ele disse: ‘Estou me coçando’. Respondi: ‘Bem, se você voltar, quero assegurar que você esteja 100% saudável e que tudo esteja em ponto de bala’”, contou o treinador.

Campeão dos meio-médios do UFC por duas vezes, entre 2006-2007 e 2008-2013, GSP fez nove defesas bem sucedidas do cinturão, derrotando nomes como Jon Fitch, Josh Koscheck, Jake Shields, Nick Diaz, BJ Penn e Thiago Pitbull. Após sua última defesa, contra Johny Hendricks, em novembro de 2013, o canadense abriu mão de seu cinturão e se afastou do esporte. St. Pierre aponta a fiscalização frágil sobre substâncias proibidas como um dos motivos de sua saída. Recentemente, o presidente do Ultimate, Dana White, afirmou que não acreditava mais em seu retorno às lutas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments