UFC Orlando: Cigano perde por nocaute para Overeem

Ex-campeão dos pesados não se encontrou no combate contra o holandês e foi derrotado no segundo round da luta

Cigano perdeu para Overeem no UFC em Orlando. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Cigano perdeu para Overeem no UFC em Orlando. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Júnior Cigano amargou derrota na segunda luta mais importante do UFC on FOX 17, evento realizado neste sábado (19) em Orlando, nos Estados Unidos. O ex-campeão dos pesados não se encontrou no combate contra Alistair Overeem e acabou sofrendo um nocaute técnico no segundo assalto.

Veja Também

Dos Anjos atropela Cerrone em um minuto e mantém cinturão dos leves no UFC Orlando
UFC Orlando: Do Bronx finaliza Jury e desafia McGregor: ‘Estou chegando’
Vídeo: Brasileiro apaga rival no UFC com triângulo de mão
Vídeo: ‘Sósia do KLB’ sofre nocaute duro em estreia no UFC

A luta, que contava com dois dos trocadores mais agressivos do UFC, se desenrolou por boa parte de maneira morna. Os atletas dedicaram muito tempo ao estudo, sendo que o primeiro golpe só foi desferido com mais de um minuto de atividade.

Empurrado pela torcida brasileira presente no ginásio, Cigano aparentava dificuldades em encontrar o jogo de Overeem, que alternava base de canhoto e destro e se movimentava com frequência. Aos poucos o holandês começava a soltar seu jogo, aplicando um direto de esquerda (que abriu um sangramento no nariz de Cigano), além de chutes no corpo, coxa e joelho.

No segundo round, Overeem se mostrava mais à vontade, enquanto que Cigano caminhava para frente. O brasileiro chutava mais do que costuma fazer, mas sem trazer grandes contratempos a Overeem. O ex-campeão chegou a encurralar Overeem na grade e desferir grandes golpes no corpo, o que, contudo, não incomodou o oponente.

Depois, Overeem acertou um bom soco de esquerda no queixo de Cigano, que caiu atordoado. O holandês partiu para cima para liquidar a fatura, enquanto que o brasileiro virou de costas tentando se levantar. Foi a deixa que o árbitro precisava para encerrar o combate, com vitória de Overeem aos 4min43s do segundo assalto.

Foi a terceira derrota de Cigano no UFC, já que, até então, havia perdido somente para Cain Velasquez em lutas pelo cinturão. Já Overeem se embala no Ultimate e chega ao terceiro triunfo em sequência.

Diaz supera Johnson em luta eletrizante

Diaz provoca Johnson em combate movimentado. Foto:  Josh Hedges/Zuffa LLC

Diaz provoca Johnson em combate movimentado. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Afastado das lutas há mais de um ano, Nate Diaz retornou ao octógono em grande estilo. O irmão mais novo de Nick Diaz superou Michael Johnson em um combate eletrizante, que deixou de pé o público presente no ginásio em Orlando.

A luta se desenrolou inteira em pé. Diaz apostava em sua maior envergadura para aplicar seu boxe, enquanto que Johnson mesclava socos com chutes nas pernas, que a princípio, incomodaram o oponente. Contudo, da metade da luta em diante, Diaz se encontrou e soube impor seu jogo.

As mãos do ex-desafiante pelo cinturão começavam a entrar com mais facilidade, enquanto que Johnson tentava responder na base do desespero – ele deixou de lado os chutes baixos para soltar socos, a maioria deles ao vento. A luta contou com bons momentos de ambos, mas, no fim, Diaz ficou com a vitória na decisão dos juízes, com um triplo 29 a 28.

Com isso, Diaz voltou a vencer depois de perder para Rafael dos Anjos em dezembro de 2014; Johnson, por sua vez, perdeu a segunda em sequência, já que havia caído para Beneil Dariush em polêmica decisão dos juízes em agosto.

Resultados do UFC Orlando:

CARD PRINCIPAL

Leves: Rafael dos Anjos derrotou Donald Cerrone (socos) a 1min06s do R1

Pesados: Alistair Overeem derrotou Júnior Cigano por nocaute técnico (socos) aos 4min43s do R2

Leves: Nate Diaz derrotou Michael Johnson na decisão unânime dos juízes (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28)

Palhas: Karolina Kowalkiewicz derrotou Randa Markos na decisão unânime dos juízes (29 a 28, 29 a 28 e 30 a 27)

CARD PRELIMINAR

Penas: Charles do Bronx finalizou Myles Jury com uma guilhotina aos 3min05s do R1

Médios: Nate Marquardt nocauteou CB Dollaway com um soco aos 28s do R2

Galos: Valentina Shevchenko derrotou Sarah Kaufman na decisão dividida dos juízes (29 a 28, 28 a 29 e 29 a 28)

Médios: Tamdan McCrory finalizou Josh Samman com um triângulo aos 4min10s do R3

Leves: Nik Lentz derrotou Danny Castillo na decisão dividida dos juízes (29 a 28, 28 a 29, 30 a 27)

Penas: Cole Miller x Jim Alers: no-contest (dedada acidental de Alers no olho de Miller) a 1min34s do R2;

Meio-médios: Kamaru Usman derrotou Leon Edwards na decisão unânime dos juízes (29 a 28, 30 a 27, 29 a 28)

Meio-médios: Vicente Luque finalizou Hayder Hassan com um triângulo de mão aos 2min13s do R1

Pesados: Francis Ngannou nocauteou Luiz Henrique ‘KLB’ com socos aos 2min53s do R2

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments