Matador de aluguel, ex-UFC sai da cadeia na Rússia após diagnóstico de câncer

Amar Suloev tem um tumor em estágio avançado no estômago; fiança foi de R$ 157 mil

Suloev (foto) enfrentou diveros nomes importantes do MMA. Foto: Divulgação

Suloev (foto) enfrentou diveros nomes importantes do MMA. Foto: Divulgação

Com uma passagem curta e mal sucedida pelo UFC, o armênio Amar Suloev foi preso por fazer envolvimento com a “Zirinov Gang”, um grupo criminoso russo, e acusado de trabalhar como matador de aluguel. Nesta semana, no entanto, o ex-lutador foi liberado da prisão mediante o pagamento de fiança, mas o motivo de sua saída não foi bom: Suloev foi diagnosticado com câncer.

Veja Também

VanZant faz dupla com astro da NFL e se garante nas semifinais da “Dança dos Famosos”
Vídeo: Antes do UFC 198, Anderson Silva diz já não pensa mais em cinturão
Werdum revela que entrará no UFC 198 ao som de música-tema de Senna

Na verdade, segundo o advogado de defesa do ex-atleta, Suloev tem um tumor em estágio avançado (IV) no estômago e já perdeu quase 25 quilos desde o fim do ano passado. Combalido, Suloev mal conseguiu se colocar de pé para ouvir a sentença no tribunal. O episódio ainda incluiu uma rara declaração em favor do réu partindo da promotoria, que concordou que Amar “dificilmente sobriverá” e que poderia deixar a prisão, mediante o pagamento de uma fiança no valor de 3 milhões de rublos, cerca de R$ 157 mil pela cotação atual, separando o seu julgamento dos demais membros da gangue.

Com 39 anos, Amar Suloev teve um cartel de 31 lutas no MMA profissional, com 24 vitórias e sete derrotas. Com diversas lutas importantes em sua carreira, incluindo eventos como UFC e Pride em seu retrospecto, Suloev enfrentou nomes como Chael Sonnen, Chuck Liddell, Murilo Bustamante, Paulão Filho, Dean Lister e Phil Baroni ao longo de seus nove anos no esporte.

Marcadores: MMA

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments