UFC 198: Demian e Minotouro brilham em card preliminar

Nenhum brasileiro foi derrotado nas primeiras lutas do evento em Curitiba, com destaque também para Massaranduba e Marreta

Demian brilhou no card preliminar. Foto: Divugacao

Demian brilhou no card preliminar. Foto: Divugacao

A torcida presente no estádio da Arena da Baixada fez a festa nas primeiras lutas do card do UFC 198, evento realizado neste sábado (14), em Curitiba (PR). Nenhum brasileiro das lutas preliminares foi derrotado, com destaques para Demian Maia e Rogério Minotouro.

Veja Também

UFC 198: Curitiba recebe maior evento da história do Brasil
Histórico, mas não inédito: Antes do UFC 198, relembre as outras vezes do octógono em estádios
Anderson Silva apresentará reality da Netflix produzido por Stallone

Demian passeou contra Matt Brown, dominando praticamente todas as ações até obter uma finalização no minuto final de atividade. Já Minotouro despachou Patrick Cummins rapidamente e voltou a vencer depois de um longo tempo na seca.

Além disso, também venceram Thiago Marreta, John Lineker, Francisco Massaranduba e Renato Moicano. No único duelo tupiniquim do card preliminar, Serginho Moraes e o estreante Luan Chagas obtiveram um raro empate. Confira como foram as primeiras lutas da noite!

Moicano abre a noite com vitória apertada

A noite começou com resultado positivo para a torcida barulhenta que já ocupava a Arena da Baixada no início do evento. Renato Moicano anulou o jogo de quedas de Zubaira Tukhugov e levou a melhor em uma apertada decisão dos juízes.

No primeiro round, Moicano apostava em chutes, mas Tukhugov obteve uma importante queda. Mesmo que não tenha tirado grande proveito da posição, o russo ficou por cima praticamente até o fim do round.

A partir do segundo assalto, no entanto, Moicano anulou bem as quedas do adversário e o puniu em pé. Assim, dois juízes viram vitória do brasileiro na luta, o que foi suficiente para que ele seguisse invicto no MMA profissional.

Esta foi a segunda vitória de Moicano no UFC. Já Tukhugov perdeu pela primeira vez na organização, depois de três triunfos em sequência.

Serginho passa sufoco e empata com estreante

Os lutadores brasileiros se mantiveram invictos na noite mesmo durante o primeiro duelo tupiniquim do UFC 198. Serginho Moraes sofreu diante do estreante Luan Chagas e o combate terminou com um empate.

No primeiro round, Chagas partiu com tudo para cima de Serginho e ficou próximo de vencer: aplicou dois knockdowns, um com um chute alto e outro com um direto. Nos dois rounds restantes, no entanto, Serginho cresceu e levou a melhor, mas sem ficar perto finalizar o combate.

Cada um dos três juízes laterais apontou um resultado diferente. Um deu vitória a Chagas, outro deu vitória a Serginho e o terceiro apontou empate. Assim, a luta terminou com empate na decisão dividida.

Minotouro nocauteia e leva torcida à loucura

Minotouro venceu mais uma luta no Brasil. Foto: Divulgação

Minotouro venceu mais uma luta no Brasil. Foto: Divulgação

Rogério Minotouro reencontrou o caminho das vitórias e fez a festa da torcida em Curitiba na terceira luta do UFC 198. Com um boxe afiado, o veterano nocauteou Patrick Cummins ainda no primeiro round e obteve seu primeiro resultado positivo desde fevereiro de 2013.

Com uma postura calculista, Minotouro evitou se afobar no começo do combate. Cummins, wrestler por natureza, surpreendeu ao aceitar a trocação e evitar as quedas. Quando o brasileiro começou a pegar a distância e conectar os primeiros golpes, o norte-americano tentou agarrar, mas sem sucesso. Minotouro, então, acertou mais alguns golpes e obrigou o árbitro a encerrar a luta mesmo com Cummins insistindo ao ficar de pé.

A última vitória de Minotouro havia sido no UFC 156, contra Rashad Evans. Depois disso, ele perdeu para Anthony Johnson e Maurício Shogun. Já Cummins foi nocauteado pela segunda vez seguida no Brasil, já que seu último combate, em São Paulo, havia sido uma derrota para Glover Teixeira.

Lineker domina Font e vence segunda seguida

Lineker (foto) é lutador do peso galo do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Lineker (foto) é lutador do peso galo do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

O paranaense John Lineker venceu a segunda consecutiva na categoria dos galos ao dominar praticamente todo o combate contra Rob Font. Mais baixo que o rival, o brasileiro adotou uma estratégia clara: caçar Font no octógono, sem dar espaços, e atacar de forma implacável.

Durante a luta, Lineker atingiu bons socos no corpo e no rosto de Font, além de chutar mais do que habitualmente faz. Font não conseguiu mostrar resposta ao jogo do brasileiro, já que tentava circular e aproveitar qualquer brecha que aparecesse. Ao fim de três rounds, Lineker venceu em confortável decisão dos juízes.

Foi a segunda vitória seguida de Lineker desde que ele subiu para a categoria dos galos. Já Font perdeu pela primeira vez em sua terceira luta no octógono.

Massaranduba bate Medeiros em lutaça

O quinto duelo da noite inflamou a torcida presente na Arena da Baixada. Francisco Massaranduba travou uma verdadeira guerra com Yancy Medeiros e levou a melhor na decisão dos juízes, conquistando, assim, sua sexta vitória seguida no UFC.

Na verdade, Massaranduba dominou boa parte das ações, sempre conectando golpes potentíssimos em Medeiros, que mostrava garra impressionante ao sobreviver. No fim do segundo round, contudo, o brasileiro levou um knockdown e preocupou a torcida.

No assalto final, o veterano do TUF Brasil 1 continuou caçando o rival e por pouco não nocauteou. A vitória de Massaranduba veio sem susto na pontuação dos jurados.

Marreta despacha ex-desafiante pelo cinturão

Diante do adversário de mais nome de sua carreira, Thiago Marreta não teve muito trabalho para nocautear o ex-desafiante pelo cinturão Nate Marquardt. O brasileiro precisou de poucos minutos para encontrar seu tempo e conquistar a vitória ainda no primeiro round.

Marreta começou a luta já encurralando Marquardt na grade e acertando bons chutes. O norte-americano parecia “travado” e não chegou a ameaçar o brasileiro. Com pouco mais de três minutos de luta, Marreta acertou um bom cruzado e derrubou Marquardt. O ex-desafiante pelo cinturão se levantou, mas tomou um golpe de direita no topo de sua cabeça e caiu, obrigando o árbitro a interromper as ações.

Demian passeia, finaliza e pede cinturão

Um dos atletas mais ovacionados do card preliminar, Demian Maia dominou completamente as ações diante de Matt Brown, que foi amplamente vaiado pelo público devido às suas provocações durante a pesagem.

No octógono, Demian levou a luta ao solo com facilidade e desde então buscou a finalização. Brown fez jus ao apelido de “Imortal” e apenas procurava sobreviver, mesmo em levar ameaça alguma ao brasileiro.

No terceiro round, Maia novamente esteve nas costas de Brown, mas abriu caminho com socos e encaixou o mata-leão. O norte-americano não teve alternativas a não ser bater em desistência no minuto final de atividades.

Depois de vencer novamente, o brasileiro pediu para que o público o ajude a disputar o cinturão dos meio-médios. “Todos que estão assistindo, vamos pedir ao Dana White, ao Lorenzo Fertitta, ao Joe Silva para que eu dispute o cinturão. Esse é o meu sonho”, disse Demian, amplamente aplaudido.

Resultados do card preliminar do UFC 198:

Demian Maia finalizou Matt Brown com um mata-leão aos 4min31s do R3 

Thiago Marreta nocauteou Nate Marquardt com socos aos 3min39s do R1

Francisco Massaranduba derrotou Yancy Medeiros na decisão unânime dos juízes 

John Lineker derrotou Rob Font na decisão unânime dos juízes

Rogério Minotouro nocauteou Patrick Cummins com socos aos 4min52s do R1

Serginho Moraes empatou com Luan Chagas na decisão dividida dos juízes

Renato Moicano derrotou Zubaira Tukhugov na decisão dividida dos juízes

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments