Holm admite que luta com Cyborg ‘é uma opção’

Ex-campeã do UFC não vê problemas em lutar contra a brasileira em peso casado em um compromisso futuro no octógono

Holm (foto) é ex-campeã do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Holm (foto) é ex-campeã do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Ex-campeã peso galo feminino do UFC, Holly Holm se mostrou disposta a subir de peso e enfrentar Cris Cyborg em uma categoria casada na maior organização de MMA do planeta.

Veja Também

UFC anuncia planos de Cyborg x Randamie; brasileira desmente duelo
Nutricionista assegura: Cyborg pode chegar a 61,2 kg, mas seu rendimento cairá
Impressionada, Miesha desafia Cyborg: ‘Só mais 1,8kg e lutamos pelo cinturão’

A norte-americana, que normalmente atua com 61 kg, não se mostrou contrária à ideia de ganhar dois quilos e enfrentar Cyborg no mesmo peso em que a brasileira estreou recentemente no UFC, com um nocaute rápido sobre Leslie Smith.

Em entrevista ao site “120 Sports”, Holm explicou por que recusou uma luta contra Cyborg no passado e esclareceu que o combate é uma opção para ela no futuro. “Eles me ofereceram essa luta, é verdade, mas eu estava focada em ver se teria a revanche pelo cinturão. Então, não é que eu não queria lutar com Cyborg. Apenas não era a hora certa. Já lutei em três categorias diferentes no boxe, então não me oponho em lutar com 63 kg. Eu acho que Cyborg pode bater 61 kg, quem sabe. Mas seria uma opção para o futuro. Estou muito feliz por sua vitória – gosto muito dela e a acho uma ótima garota”, declarou.

O combate, porém, não deve sair do papel tão já. Cyborg revelou que seu próximo combate deverá ser em defesa do cinturão peso pena (66 kg) do Invicta FC, enquanto que Holm tem luta marcada contra Valentina Shevchenko em julho.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments