‘Estou quase pronto para me aposentar’, diz Henderson

Atleta mais velho do UFC em atividade admite indecisão a respeito de seu futuro e diz que tomará decisão depois da próxima luta

Hendo (foto) é o atleta mais velho do UFC. Foto: Alexandre Schneider/UFC

Hendo (foto) é o atleta mais velho do UFC. Foto: Alexandre Schneider/UFC

Veja Também

Ortiz diz que UFC seria um ‘completo fracasso’ sem White
Toquinho reclama de cotoveladas ilegais após derrota surpreendente
VanZant tem melhor nota da final da ‘Dança dos Famosos’

Atleta mais velho do UFC em atividade e considerado uma das maiores lendas vivas da história do MMA, Dan Henderson pode estar muito perto de dizer adeus. O veterano, de 45 anos de idade, se diz “quase pronto” para a aposentadoria e admite que sua próxima luta, contra Hector Lombard, no UFC 199 (4 de junho), pode marcar sua despedida.

O duelo representará o último compromisso de Henderson em seu atual contrato com o UFC. Independentemente se vencer o perder, o norte-americano declarou que ainda se reunirá com a organização para definir se para ou continua.

“Eu definitivamente sou capaz de continuar e seguir competindo em alto nível, mas estou quase pronto para me aposentar. Dependendo de como as coisas vão acontecer depois dessa luta, sim, pode ser a minha última. Ou talvez eu ainda lute, ainda não sei. Sei, do fundo do meu coração, do que sou capaz, então, se eu decidir continuar lutando, tenho certeza de que vou bem”, disse Henderson, em entrevista ao site “MMA Junkie”.

Henderson fez história nos ringues e octógonos ao conquistar vitórias sobre Rodrigo Minotauro, Fedor Emelianenko, Maurício Shogun, Vitor Belfort, Rich Franklin, Wanderlei Silva, Murilo Bustamante, entre muitos outros. Contudo, ele não vive bom momento: de suas últimas oito lutas, perdeu seis.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments