Cormier rebate críticas de Cerrone: ‘Cale a boca’

Campeão dos meio-pesados pede que colega tenha classe e promete discutir o assunto pessoalmente em futuro encontro

Cormier dominou Anderson e venceu no UFC 200. Foto: Divulgação

Cormier dominou Anderson e venceu no UFC 200. Foto: Divulgação

Atual campeão dos meio-pesados do UFC, Daniel Cormier se mostrou irritado com as críticas feitas por Donald Cerrone por sua performance apresentada no UFC 200, evento realizado no último sábado (9) em Las Vegas (EUA).

Veja Também

UFC 200: Cormier domina Anderson e vence na decisão dos juízes
Cerrone polemiza: ‘Cormier lutou feito bicha contra Anderson’
Cormier se diz ‘aliviado’ com vitória sobre Anderson

Por mais que Cormier tenha dominado totalmente as ações contra Anderson Silva, Cerrone criticou o campeão ao afirmar que ele lutou no octógono “como uma bicha”. Em sua resposta, Cormier alfinetou Cerrone por algumas de suas derrotas sofridas no Ultimate.

“Minha reação a Donald é: cale a boca. Ele ficou louco? Do que esse cara está falando? Ele pode falar o que quiser. Se ele tem algum problema com a minha luta, ele poderia ter dito a mim naquele dia. Mas fazer publicamente? Quem você pensa que é, o maior lutador de todos os tempos? Você é o cara que caiu para Anthony Pettis no primeiro round, depois de tomar um chute no corpo? Você é o cara que foi dominado por [Rafael] Dos Anjos no primeiro round e caiu?”, disparou, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”.

Insatisfeito, Cormier prometeu abordar o assunto com Cerrone em um futuro encontro dos dois. “Você precisa ter classe, cara. Donald, isso não é o Velho Oeste, onde você pode andar com suas botas estúpidas de caubói, com seu chapéu, cuspindo tabaco e falando besteira. Você precisa ter respeito e classe. Não me desrespeite desse jeito. No fim das contas, eu sou um homem. Quando eu te ver, vamos conversar e discutir esse assunto”, completou.

Cerrone, atleta da categoria dos meio-médios do UFC, é parceiro de treinos de Jon Jones, arquirrival de Cormier e que seria o adversário original do campeão no UFC 200. No entanto, Jones acabou cortado do combate por falhar em um exame antidoping, substituído por Anderson.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments