Sonnen surpreende, rompe com o UFC e assina com o Bellator

Norte-americano, que não luta desde 2013, atuará em organização ao lado de nomes como Wanderlei Silva, Fedor Emelianenko e Tito Ortiz

Sonnen (foto) assinou contrato com o Bellator. Foto: Divulgação

Sonnen (foto) assinou contrato com o Bellator. Foto: Divulgação

Antigo rival ferrenho de Anderson Silva pelo cinturão dos médios do UFC, Chael Sonnen está de volta ao MMA, mas em casa nova. O norte-americano rompeu com a principal organização de lutas do planeta para assinar contrato com o Bellator.

Veja Também

Wand ameaça Sonnen: ‘Posso te meter a mão na cara’
Filha de Sonnen morre cinco dias após parto prematuro
Sonnen admite possibilidade de retornar ao MMA se passar em exame antidoping

A informação foi primeiramente divulgada pela agência de notícias norte-americana “Associated Press”. Sonnen não luta MMA profissional desde novembro de 2013, ainda pelo UFC, quando perdeu para Rashad Evans por nocaute técnico.

Depois disso, o falastrão se envolveu em polêmicas de doping, o que cancelou sua participação no UFC 175, em 2014. Na ocasião, Sonnen recebeu uma suspensão de dois anos, que foi concluída em meados de 2016.

“Chael é um atleta incrível, que competiu no mais alto nível do esporte. Sei que ele continuará fazendo isso no Bellator. Ele tem negócios inacabados com Wanderlei Silva, mas também quer lutar com caras como Tito Ortiz, Fedor Emelianenko e até Rory MacDonald nos médios. Espero poder casar essas lutas, começando antes do fim deste ano”, celebrou Scott Coker, presidente do Bellator.

Sonnen, de 39 anos, chegou a disputar o cinturão dos UFC em três oportunidades: duas delas contra Anderson Silva pelo título dos médios, outra diante de Jon Jones pelo cinturão dos meio-pesados. Em todas acabou derrotado. Seu cartel no MMA profissional é de 28 vitórias, 14 derrotas e um empate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments