Rival acusa Amanda de 'fugir': 'Seja uma campeã de verdade' | SUPER LUTAS

Rival acusa Amanda de ‘fugir’: ‘Seja uma campeã de verdade’

Julianna Peña critica brasileira por supostamente recusar lutas para esperar por duelo contra a ‘quebrada’ Ronda Rousey

J. Peña (foto) trocou farpas com a campeã A. Nunes. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Peña (foto) trocou farpas com a campeã A. Nunes. Foto: Josh Hedges/UFC

Atual quinta colocada no ranking oficial da divisão galo feminina do UFC, Julianna Peña voltou a acusar a campeã da categoria, a brasileira Amanda Nunes, de fugir de grandes desafios enquanto espera por uma luta com a antiga detentora do título Ronda Rousey.

Amanda conquistou o cinturão em julho deste ano, no UFC 200, quando finalizou Miesha Tate ainda no primeiro round. Dois meses após o triunfo, a brasileira ainda não tem previsão de quando fará sua primeira defesa de título.

Veja Também

Em texto publicado em sua conta no Instagram, Julianna disse compreender as razões de Amanda, mas, mesmo assim, fez críticas à brasileira. “Amanda está fugindo de mim! Ela está esperando para lutar com Ronda. Lute comigo! Não a culpo. Ronda é a luta mais fácil da categoria agora. Ela está quebrada. Seria dinheiro fácil para Amanda”, ponderou.

No entanto, Peña destacou que, em sua opinião, a postura apresentada por Amanda é diferente do visto nas duas campeãs anteriores, Holly Holm e Miesha Tate, que defenderam seus títulos pouco depois da conquista. “Amanda está afastada como a campeã, quando todas as garotas antes dela não fizeram isso! Holly e Miesha são lutadoras de verdade. Elas não esperaram. Elas não esconderam seus cinturões na espera por um pagamento. Elas lutaram, agiram como uma verdadeira campeã deve agir. Elas olharam para a garota mais dura na fila e lutaram. Foi assim que Amanda teve sua chance!”, lembrou.

Mais do que isso, a “Megera Venezuelana”, como é conhecida, acredita que a atitude da brasileira pode privar o MMA feminino de grandes lutas. “Se todas ficassem esperando por Ronda, não teríamos tido Holly x Miesha e aquele final dramático que será lembrado por anos. Não teríamos Miesha x Amanda encabeçando o histórico UFC 200. Nada disse teria acontecido. Agora, temos a chance de lutar no primeiro evento em Nova York e você quer esperar? Seja uma campeã de verdade, entre na jaula e prove que você é a campeã”, disparou.

Peña, de 27 anos, vem incivta no UFC, com quatro vitórias em quatro lutas. Em seu último combate, também no UFC 200, bateu a ex-desafiante pelo cinturão Cat Zingano.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments