Com bandeira do Brasil no rosto, Cyborg rouba a cena em pesagem do UFC Brasília

Pesagem foi marcada pelo clima amistoso entre atletas; Michel Trator foi o único entre os 26 lutares a não bater o peso

 

Cyborg entrou com a bandeira do Brasil pintada em seu rosto. (Foto: Reprodução)

Cyborg entrou com a bandeira do Brasil pintada em seu rosto. (Foto: Reprodução)

A pesagem oficial do UFC on Fight Night 95, nesta sexta-feira (23), em Brasília, foi uma verdadeira festa para o público local, que vaiou os lutadores estrangeiros e aplaudiu bastante os brasileiros. Sem maiores emoções, o destaque ficou por conta de Cris Cyborg e Lina Lansberg, protagonistas do evento.

Veja Também

Cyborg tem imenso favoritismo nas apostas para o UFC Brasília
Imagem mostra sofrimento de Cyborg para bater peso no UFC Brasília
Um dia antes da pesagem, Cyborg revela que ainda tem muito peso a perder

Após muito suspenso, Cris Cyborg superou a primeira batalha e bateu o limite de peso estipulado para essa luta (64 kg). Lina ficou um pouco mais leve, marcando 63,5kg. Primeira a subir na balança, Lansberg entrou com o semblante leve, sorrindo. Bem diferente de Cyborg, que veio na sequencia com cara de poucos amigos e a bandeira do Brasil pintada em seu rosto. Na hora da encarada, colou o rosto na sueca e olhou fixamente em seus olhos, enquanto balançava a cabeça em sinal positivo.

Na entrevista pós-encaras, ainda no palco, Cyborg prometeu “guerra” para amanhã. “Estou com a bandeira no meu rosto para dizer que nós somos guerreiros. Independentemente da perda de peso, amanhã vai ser show. Treinei como treinei para todas as outras lutas”, falou a brasileira. Lansberg, por sua vez, se limitou a dizer que “será divertido”.

Renan Barão e Massaranduba são ovacionados pelo público 

Responsáveis pela segunda luta  luta mais importante da noite, Renan Barão, muito aplaudido pela torcida local, fez uma encarada sem maiores emoções com Phillipe Nover, que mostrou respeito pelo brasileiro. Quem também deixou o clima bastante ameno foram os pesos pesados Antônio Pezão e Roy Nelson. Amigos de longa data, deram um longo abraço após se encararem.

Massaranduba (esq) e Felder (dir) se encararam fixamente. (Foto: Reprodução)

Massaranduba (esq) e Felder (dir) se encararam fixamente. (Foto: Reprodução)

 

Um dos mais ovacionados da noite foi o peso leve Francisco Massaranduba, adotado como xodó da torcida brasileira. Concentrado, o brasileiro chegou bem perto do norte-americano na hora da encarada, mas não tiveram maiores problemas. Eric Spicely, oponente de Thiago Marreta, subiu no palco provocando a torcida e pedindo para aumentarem o tom das vaias, sendo prontamente atendido. Marreta subiu na sequência e teve seu nome gritado. Na encarada, prefeririam manter a distância. Godofredo Pepey, como de costume, tentou intimidar seu adversário, que não correspondeu.

Na luta que fecha a porção preliminar, os brasileiros Gilbert Durinho e Michel Trator deixaram o clima tenso em cima do palco. Os dois colaram o rosto e se encararam fixamente. Trator, inclusive, pesou ultrapassou cerca de 900 gramas do limite de peso e foi o único dos 26 atletas a não bater o limite do peso – ele será multado em 20% da sua bolsa, que irá Durinho

Durinho (esq) e Trator (dir) fizeram a encarada mais tensa da noite. (Foto: Reprodução)

Durinho (esq) e Trator (dir) fizeram a encarada mais tensa da noite. (Foto: Reprodução)

No primeiro confronto brasileiro da noite, Erick Silva e Luan Chagas cravaram o mesmo peso (77,6kg) e fizeram uma encarada tensa, mas se cumprimentaram em seguida. Glaico França, Vicente Luque e Alan Nuguette, os primeiros brasileiros a subirem na balança, optaram pelo respeito ao ficaram cara a cara com seus adversários.

O UFC Fight Night 95 será realizado nesta sábado (24) e terá início às 19h30 (horário de Brasília) com cobertura do SUPER LUTAS, com narração das lutas em tempo real, relatos dos combates e entrevistas pós-evento.

Resultados da pesagem do UFC Brasília:

CARD PRINCIPAL

Peso casado (até 64kg): Cris Cyborg (64kg) x Lina Lansberg (63,5kg)
Peso pena (até 66,2kg): Renan Barão (66,2kg) x Phillipe Nover (66,2g)
Peso pesado (até 120,7kg): Roy Nelson (117kg) x Antônio Pezão (120,2kg)
Peso leve (até 70,8kg): Francisco Massaranduba (70,3kg) x Paul Felder (70,3kg)
Peso médio (até 84,4kg): Thiago Marreta (84,4kg) x Eric Spicely (83,9kg)
Peso pena (até 66,3kg): Godofredo Pepey (66,2kg) x Mike de La Torre (66,2kg)

CARD PRELIMINAR

Peso leve (até 70,8kg): Gilbert Durinho (70,8kg) x Michel Trator (71,7kg) *
Peso galo (até 61,7kg): Rani Yahya (61,7kg) x Michinori Tanaka (61,2kg)
Peso mosca (até 57,2kg): Jussier Formiga (57,2kg) x Dustin Ortiz (56,3kg)
Peso meio-médio (até 77,6kg): Erick Silva (77,6kg) x Luan Chagas (77,6kg)
Peso leve (até 70,8kg): Alan Nuguette (70,8kg) x Steven Ray (70,8kg)
Peso meio-médio (até 77,6kg): Vicente Luque (77,6kg) x Hector Urbina (77,1kg)
Peso leve (até 70,8kg): Glaico França (70,8kg) x Gregor Gillespie (70,8kg)

 
* Não bateu o peso e será multado em 20% da bolsa, que será revertida para Gilbert Durinho.

Vídeo: Assista a pesagem do UFC Fight Night 94:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments