Dana critica Nelson por chute em árbitro: ‘Desprezível e nojento’

Presidente do UFC mostrou total reprovação à atitude do peso pesado, mas se recusou a falar em demissão

Nelson causou polêmica no UFC Brasília. Foto: USA TODAY Sports

Nelson causou polêmica no UFC Brasília. Foto: USA TODAY Sports

O presidente do UFC, Dana White, reprovou contundentemente o peso pesado Roy Nelson pelo chute que deu no árbitro após sua vitória sobre Antônio Pezão, no card principal do UFC Brasília, no último sábado (24). Contudo, o dirigente desconversou quando perguntado se a organização tomaria alguma atitude a respeito.

Veja Também

UFC Brasília: Roy Nelson nocauteia Pezão e chuta árbitro após o duelo
Roy Nelson nega chute em árbitro no UFC Brasília: ‘Foi só um empurrão’
Súmula relata agressões de Roy Nelson a árbitro Big John McCarthy

Nelson nocauteou Pezão, seu amigo próximo, no segundo round do duelo. O norte-americano considerou que o árbitro do combate, “Big” John McCarthy, demorou para interromper as ações. Assim, após o fim da luta, Nelson desferiu um chute em McCarthy, além de ter disparado xingamentos e gestos obscenos.

White declarou que Nelson passou dos limites com sua atitude. “Não dá para pedir desculpas por aquilo. Você nunca, nunca pode colocar as mãos ou os pés no árbitro. Seja lá pelo motivo que for, isso não se faz. Ele precisa ser enterrado. Ele quis empurrar [o árbitro], mostrou o dedo e xingou. Se você quiser xingar, você nunca pode encostar no árbitro. Nunca”, disparou, em conversa com o podcast “UFC Unfiltered”.

Quando perguntado ao que se referia quando disse que Nelson “precisa ser enterrado”, White esclareceu que o UFC não tomará nenhuma atitude a respeito – quem irá decidir pela punição do atleta será a Comissão Atlética Brasileira de MMA, órgão responsável por supervisionar o show. “Será a Comissão Atlética. Eu tenho viajado muito desde a luta e não vi o que está acontecendo, mas se a Comissão Brasileira não fizer nada, será péssimo. Não dá para encostar no árbitro, independentemente das circunstâncias. Big John está neste ramo há mais tempo que Roy Nelson, e ele estava atendendo Pezão naquele momento. Foi desprezível, nojento e não pode acontecer”, continuou.

Em 2014, o UFC demitiu o peso leve Jason High por ele ter dado um empurrão no árbitro Kevin Mulhall instantes após ser nocauteado por Rafael dos Anjos. Na ocasião, White afirmou que não teve dúvidas na demissão de High e cravou que o atleta jamais retornaria à sua organização.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments