Irritado com o UFC, Hunt negou revanche com Cigano

Segundo advogada do neozelandês, veterano quer passar a ter recompensas caso seus rivais caiam no doping

M. Hunt (foto) ficou revoltado com doping de Lesnar. Foto: Josh Hedges/UFC

M. Hunt (foto) ficou revoltado com doping de Lesnar. Foto: Josh Hedges/UFC

Mark Hunt está levando a sério seu desentendimento com o UFC. De acordo com a advogada do lutador, Christina Denning, o neozelandês recusou uma luta com Júnior Cigano em dezembro justamente porque não entrou em acordo com a principal organização de MMA do planeta.

Veja Também

Doping de Lesnar causa revolta de Hunt com o UFC: ‘Que se f*** essa m****’
Hunt detona o UFC: ‘Enchem o bolso com nosso sangue’
Defesa de Lesnar aponta colírio ou creme como responsável por doping
Mark Hunt exige metade do salário de Brock Lesnar após doping

Hunt e o UFC vivem batalha jurídica desde julho, quando o atleta perdeu para Brock Lesnar no UFC 200. Pouco após o combate, foi divulgado que Lesnar falhou em exames antidoping distintos, realizados tanto antes quanto no dia da luta. Isso enfureceu Hunt, que, então, pediu por parte do salário de Lesnar, mais a rescisão de seu contrato com o UFC.

“Mark recusou uma luta no UFC 206 contra Júnior dos Santos porque o UFC não concordou com os termos que nós propusemos. O pessoal do UFC não fechou nenhuma porta para nós. A porta está aberta. Estou esperando por uma ligação do UFC com uma solução”, explicou a advogada, em entrevista à rádio “SiriusXM”.

Questionada sobre quais seriam os termos propostos, Christina esclareceu: “Mark está envelhecendo. Ele está com 40 anos agora e está cansado de lutar com pessoas que ele chama de ‘bombados’. Não ajuda em nada quando ele tem que aceitar uma derrota para uma pessoa que caiu no doping. Isso não faz sua carreira avançar. Então, para avançar, ele quer ter contratos que ofereçam recompensa caso o oponente caia no doping. Ele acha que isso impediria que os lutadores violem as normas antidoping”, explicou.

Hunt já mediu forças com Cigano no octógono. Em maio de 2012, o brasileiro venceu o duelo com um nocaute no terceiro round, obtido com um chute rodado na cabeça do neozelandês.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments