Bader busca vitória convincente sobre Minotouro: ‘Me sinto completo’

Norte-americano minimiza efeito da torcida do país e diz que ‘daria uma surra’ no Bader que derrotou o brasileiro em 2010

Bader enfrenta Minotouro em São Paulo. Foto: Bruno Ferreira/SUPER LUTAS

Bader enfrenta Minotouro em São Paulo. Foto: Bruno Ferreira/SUPER LUTAS

De olho na tão sonhada oportunidade de disputar o cinturão dos meio-pesados do UFC, Ryan Bader tem uma missão clara em mente para o UFC São Paulo. O norte-americano espera não só vencer, mas convencer na revanche contra Rogério Minotouro, que será a atração principal neste sábado (19).

Veja Também

Minotouro almeja alcançar o top 5 após o UFC São Paulo
Roy Nelson é suspenso por nove meses após agredir árbitro no UFC Brasília
Lyoto Machida recebe suspensão de 18 meses por doping

Bader já enfrentou Minotouro no passado: em 2010, no UFC 119, derrotou o brasileiro na decisão unânime dos juízes. Desta vez, em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, o atleta disse acreditar que possui recursos para derrotar o veterano brasileiro de forma ainda mais convincente.

“Quando nós lutamos, foi meu primeiro grande adversário no MMA Eu era praticamente apenas um wrestler naquela época. Apenas queria pensar em levar a luta ao chão. Agora, tenho um jogo mais completo: fico confortável na trocação, tenho noção de golpes, de fintas, de entrada de queda. E aprimorei meu wrestling [para MMA], meu jiu-jitsu”, explicou. “Agora sou um pacote mais completo e evoluí demais. Eu daria uma surra no Bader de 2010! Então, agora quero mostrar o quanto evoluí e vencer de forma convincente. Depois daquela luta, enfrentei ex-campeões mundiais, caras que se tornaram mais tarde campeões mundiais, gente do top 10. Então, hoje me sinto um lutador muito mais completo.”

Justamente por se sentir mais confortável em diferentes áreas, Bader deixou em aberto qual será sua estratégia diante de Minotouro. “Estou lá para trocar com ele, para quedá-lo. Sinto que posso me dar bem em qualquer área. Vamos ver como as coisas se desenvolvem dentro do octógono. Mas sei que posso me sentir confortável independentemente de onde a luta for”, explicou.

Esta será a segunda vez em que Bader atua diante da torcida brasileira. Em 2013, perdeu para Glover Teixeira em Belo Horizonte ainda no primeiro round. Contudo, o norte-americano minimiza o efeito de lutar fora de casa. “Não vai fazer diferença de forma alguma. Já lutei no mundo inteiro: enfrentei [Quinton] Rampage no Japão, onde ele é idolatrado. Na minha última luta, enfrentei um europeu na Europa. Eram todos a favor dele e todos contra mim. Percebo isso, sinto a energia, mas eu adoro essa sensação. Vou transformar isso em vantagem para mim dentro do octógono”, completou.

O UFC São Paulo será realizado neste sábado (19) e terá início às 21h (horário de Brasília) com cobertura completa do SUPER LUTAS, com narração das lutas em tempo real, relatos dos combates e entrevistas pós-evento.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments