Demetrious Johnson leva susto, mas defende cinturão contra deconhecido e fica perto do recorde de Anderson

Campeão dos moscas esteve perto de perder para Tim Elliott, mas se recuperou, dominou o desafiante e emplacou 9ª defesa de cinturão, uma a menos que Anderson Silva

Johnson é amplamente favorito contra Elliot nas apostas para o TUF Finale 24. (Foto: Getty Images)

Johnson sofreu, mas defendeu o cinturão dos moscas pela 9ª vez. (Foto: Getty Images)

Foi mais difícil que o esperado, mas Demetrious Johnson mostrou porque é o maior lutador do UFC na atualidade e defendeu seu reinado no peso mosca (até 57,6 kg.). O desconhecido Tim Elliott, que só ganhou a chance de disputar o título por ter vencido o TUF, reality show da organização, deu um grande susto no campeão no primeiro round e esteve perto de finalizar e nocautear o dono do cinturão. Mas ‘Mighty Mouse’ mostrou porque é o número 1 do ranking entre todas as categorias, adaptou seu jogo ao estilo do desafiante e venceu na decisão unânime dos juízes.

Com o triunfo, Demetrious Johnson chegou a nona defesa de cinturão consecutiva e ficou a apenas um triunfo de igualar o recorde 10 defesas em série do brasileiro Anderson Silva.

O combate entre Johnson e Elliott foi a atração principal do TUF 24 Finale, evento também chamado de UFC Fight Night Vegas, realizado na madrugada deste domingo (04), nos Estados Unidos.

A luta

Veja Também

Wanderlei Silva desiste de luta contra Cro Cop e irrita rival: ‘Galinha’
Vídeo: Em boa fase, Luque traça objetivo: “Entrar no top 15 e ir atrás do cinturão”

O desafiante Tim Elliott teve uma passagem apagada pelo UFC e foi demitido em 2015. Aceitou entrar na casa do TUF, o reality show do UFC, em busca de um novo contrato e da chance de desafiar o supercampeão Demetrious Johnson. O desconhecido lutador não apenas venceu o programa de TV, mas esteve perto de destronar o campeão dos moscas.

Logo no primeiro round, Elliot foi com tudo pra cima do campeão e acertou bons golpes. O desafiante chegou a derrubar Demetrious e encaixar uma perigosa guilhotina, onde o campeão sofreu para escapar. na sequência na luta em pé, quando Johnson ainda se recuperava do susto no chão, Tim acertou um forte soco de encontro que levou ‘Mighty Mouse’ ao chão. Porém, na ânsia de encerrar a disputa, Elliot tentou um chute com o rival no chão – o que é permitido – e o árbitro impediu que ele continuasse o ataque no solo.

O curto intervalo foi suficiente para DJ se recuperar e partir em busca da recuperação.

A partir do segundo round, o sonho de Tim Elliott foi se tornando um pesadelo. Demetrious rapidamente adaptou seu jogo para o estilo do rival e tomou conta da luta. O campeão abusou da velocidade e de rápidas quedas, onde trabalhava sempre em busca da finalização.

No terceiro assalto, Elliott já sentiu o ritmo intenso de luta e perdeu força. Por sua vez, Johnson continuou com a já habitual intensidade. Com alguma facilidade DJ levou a disputa para o solo e quase encerrou com um mata-leão. O campeão, no entanto, o derrubou novamente e trabalhou por cima com socos e tentativas de finalização.

No quarto round a história da parcial anterior se repetiu. DJ usou a movimentação para encurtar e derrubar o rival. No solo, o campeão chegou, novamente, perto de finalizar em duas oportunidades. Primeiro com um mata-leão, bem defendido por Tim e na sequência com uma americana, que não encaixou.

Atrás nas papeletas, Tim Elliott voltou para o tudo ou nada no quinto assalto. Ele combinou bons chutes para encurtar e derrubar o campeão. Porém, Johnson rapidamente inverteu a posição e ficou por cima. O desafiante, mesmo por baixo, tentava golpear de onde fosse possível, com cotoveladas de baixo para cima, socos e até tapas de mão aberta no rosto do campeão, que se mantinha tranquilo e no controle do combate.

Sem se arriscar, Demetrious Johnson controlou a disputa sem sustos nos minutos finais para vencer na decisão dos juízes (49×46, 49×46, 49×45) e manter o título dos moscas do UFC.

Resultados do TUF 24 Finale:

CARD PRINCIPAL

Demetrious Johnson derrotou Tim Elliott na decisão unânime dos juízes (49×46, 49×46, 49×45)

Joseph Benavidez derrotou Henry Cejudo na decisão dividida dos juízes (27×29, 29×27, 30×26)

Jorge Masvidal derrotou Jake Ellenberger por nocaute técnico a 4m05s do R1

Jared Cannonier derrotou Ion Cutelaba na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×28)

 Sara McMann finalizou Alexis Davis com um katagatame a 2m52s do R2;

Brandon Moreno derrotou Ryan Benoit na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

CARD PRELIMINAR

Ryan Hall derrotou Gray Maynard na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 29×28)

Rob Font derrotou Matt Schnell por nocaute técnico a 3m47s do R1

Dong Hyun Kim derrotou Brendan O’Reilly na decisão unânime dos juízes  (29×28, 29×28, 29×28)

Jamie Moyle derrotou Kailin Curran na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

Anthony Smith derrotou Elvis Mutapcic por nocaute técnico (socos) a 3m27s do R2;

Devin Clarka derrotou Joshua Stansbury na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 29×28)

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments