UFC Norfolk: Dustin Poirier nocauteia Anthony Pettis em batalha sangrenta

Azarão para o duelo, Poirier foi melhor que Pettis durante toda a luta e saiu vitorioso por nocaute técnico no terceiro round

Poirier nocauteou Pettis no R3 (Foto:Reprodução/Facebook UFC)

Poirier nocauteou Pettis no R3 (Foto:Reprodução/Facebook UFC)

A fama de Dustin Poirier em sempre travar diante de grandes adversários vai, aos poucos, virando coisa do passado. Neste sábado (11), em Norfolk (EUA), o Diamante deu um importante passo rumo ao topo da categoria dos leves (até 70kg) ao derrotar o ex-campeão Anthony Pettis por nocaute técnico (desistência) aos 2m08s do terceiro round, em duelo que liderou o card principal do UFC Fight Night 120.

Veja Também

Vitórias de Raphael Assunção e Mutante marcam porção principal do UFC Norfolk
UFC Norfolk: Marlon Moraes bate Dodson e ‘salva’ brasileiros no card preliminar

Azarão para o duelo, Poirier fez valer seu melhor momento na carreira ao dominar o ex-campeão durante os três rounds, mostrando muita diversidade na troca de golpes e na luta agarrada. O resultado positivo serviu, também, como recuperação para Dustin, após ver o combate contra Eddie Alvarez, em maio deste ano, acabar em no contest.

“Não vou pedir uma luta, mas espero lutar com o vencedor de Alvarez x Gaethje, acho que faz sentido”, declarou o vencedor, ainda no octógono.

Essa foi a sexta vitória em oito lutas de Poirier nos leves, enquanto Pettis, que havia batido Jim Miller em julho passado, segue sem emplacar uma sequência de bons resultados desde 2014, ficando cada vez mais longe de reconquistar o cinturão que um dia já foi seu.

A luta 

Poirier começou cercando o adversário pelo octógono, mas foi Pettis, com bons chutes, que atacou primeiro. Dustin, então, foi para as pernas e aplicou boa queda, caindo dentro da guarda do rival. O ex-campeão, no entanto, conseguiu se levantar e ficou em pé. Poirier tentou nova queda, mas parou na boa defesa de Pettis. Nos segundos finais, os dois lutadores partiram para uma trocação franca eletrizante, com vantagem para o Diamante.

Pettis retornou buscando mais o jogo, porém Poirier rapidamente aplicou outra bela queda. Com o oponente na guarda, Pettis tentou encaixar o triângulo, mas acabou sendo duramente golpeado. Ao tentar se levantar, o ex-campeão cedeu as costas. Com o cadeado fechado na linha de cintura, Poirier acabou bobeando e deixou o oponente raspar e ficar por cima. Com os dois sangrando bastante, o combate ficou cheio de reviravoltas no chão, com inúmeras raspagens de ambos os lados. O round terminou com Dustin golpeando por cima.

Ciente da vantagem nos round iniciais, Poirier voltou para o terceiro assalto buscando a queda, com sucesso. Ele caiu por cima de Pettis, que, mais uma vez, cedeu as costas. Poirier aproveitou a posição e tentou encaixar o mata-leão. No entanto, Pettis, ao tentar sair da posição, acabou sentido uma lesão na costela, sendo obrigado a bater em desistência.

Matt Brown nocauteia Diego Sanchez de forma brutal 

Brown aplicou nocaute brutal em Sanchez (Foto: Reprodução/Instagram UFCBrasil)

Brown aplicou nocaute brutal em Sanchez (Foto: Reprodução/Instagram UFCBrasil)

Brutal! Com a postura agressiva de sempre, o meio-médio Matt Brown quebrou a péssima sequência de três derrotas seguidas ao nocautear Diego Sanchez de forma fulminante na segunda luta mais importante do UFC Norfolk. Com uma bela cotovelada de direita, o Imortal anotou seu 10º nocaute na organização, enquanto ‘The Nightmare’ foi nocauteado pela terceira vez em suas últimas quatro lutas. Brown, que antes do combate havia dito que se aposentaria após o show, não garantiu se irá de fato pendurar as luvas.

Resultados do UFC Norfolk 

CARD PRINCIPAL 

Peso leve: Dustin Poirier derrotou Anthony Pettis por nocaute técnico aos 2m08s do R3

Peso meio-médio: Matt Brown derrotou Diego Sanchez por nocaute aos do R1

Peso pesado: Andrei Arlovski derrotou Junior Albini por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 29×28)

Peso médio: Cezar Mutante derrotou Nate Marquardt por decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

Peso galo: Raphael Assunção derrotou Matthew Lopez por nocaute técnico aos 1m50s do R3

Peso leve: Clay Guida derrotou Joe Lauzon por nocaute técnico aos 1m07s do R1

CARD PRELIMINAR 

Peso galo: Marlon Moraes derrotou John Dodson por decisão dividida das juízes (27×30, 30×27, 30×27)

Peso palha: Tatiana Suarez derrotou Viviane Sucuri por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×26)

Peso leve: Sage Northcutt derrotou Michel Quiñones por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

Peso palha: Nina Ansaroff derrotou Angela Hill por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×28)

Peso meio-médio: Sean Strickland derrotou Court McGee por decisão unânime dos juízes (30×27, 29×28, 29×28)

Peso meio-pesado: Jake Collier derrotou Marcel Fortuna por decisão unânime dos juízes (30×27, 29×28, 29×28)

Peso médio: Karl Roberson derrotou Darren Stewart por finalização (mata-leão) aos 3m41s do R1

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments