Stephens abre o ano com nocaute sobre Doo Ho Choi no UFC St. Louis

Norte-americano usou a experiência para virar a luta após sofrer com precisão do rival no primeiro round

J. Stephens acerta D. Choi no UFC St. Louis (Foto: Reprodução Facebook ufc)

A experiência foi vitoriosa sobre a juventude no primeiro evento do Ultimate em 2018. Na luta principal do UFC St. Louis deste domingo (14), Jeremy Stephens, que fazia sua 41ª luta profissional, soube aguentar a blitz inicial do jovem sul-coreano Doo Ho Choi e o nocauteou no segundo round, conseguindo sua segunda vitória consecutiva, após triunfar sobre o ex-campeão do Strikeforce Gilbert Melendez.

Veja Também

Talita e Kalindra perdem e Brasil abre 2018 com derrotas no UFC
Vitor Belfort chora por luta cancelada e não crava aposentadoria
Rival de Thiago Pitbull fratura crânio durante corte de peso e está fora do UFC St. Louis

Após a luta, Stephens desafiou Brian Ortega, lutador invicto que vem de vitória por finalização sobre Cub Swanson, último lutador que havia vencido Doo Ho Choi e estava na plateia do evento.

Além da luta principal, o UFC St. Louis também teve outra importante luta no peso pena: Darren Elkins recuperou-se de um primeiro round ruim para finalizar Michael Johnson e estragar a estreia na nova categoria do ex-peso leve. Com isso, “The Damage” chegou à sexta vitória seguida, sequência que só é menor que a do atual campeão da divisão, Max Holloway, com 11 lutas sem derrota.

Ainda no card principal, Kamaru Usman mostrou todo seu jogo de wrestling para evitar a trocação de Emil Meek e conseguir boa vitória por decisão unânime, desafiando Colby Covington na entrevista pós-luta. Já Paige VanZant não teve boa estreia no peso mosca. A musa norte-americana foi dominada por dois rounds no chão por Jessica Rose-Clark e, apesar de ter vencido o último assalto, não conseguiu soltar golpes por ter tido uma lesão no braço direito ainda no round inicial.

A LUTA

Choi começou o duelo mais metódico, escolhendo melhor seus golpes e usando os chutes baixos, que se tornaram marca registrada de Stephens nos últimos tempos. O norte-americano parecia frustrado ao não conseguir achar o adversário, que se movimentava bem e “salpicava” o rival com jabs e chutes baixos constantemente. “Lil’ Heathen” chegou a soltar diretos duros, mas a maioria de seus golpes ficou no ar, enquanto Choi soltou um gancho de direita poderoso, bem absorvido por Stephens.

No segundo assalto, o “Superboy”, que não lutava desde dezembro de 2016, pareceu cansar e diminuiu o ritmo. Imediatamente, Stephens aumentou seu volume de golpes e começou a acertar Choi, que parecia assustado. Na sequência derradeira, Stephens combinou golpes duros com as duas mãos, derrubando o sul-coreano e só saindo de cima do rival com a intervenção da arbitragem.

Resultados do UFC St. Louis:

 

CARD PRINCIPAL

Peso pena: Jeremy Stephens derrotou Doo Ho Choi por nocaute técnico a 2m36s do R2

Peso mosca: Jessica Rose-Clark derrotou Paige VanZant por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio: Kamaru Usman derrotou Emil Meek por decisão unânime (3x 30-27)

Peso pena: Darren Elkins derrotou Michael Johnson por finalização (mata-leão) a 2m22s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso meio-médio: James Krause derrotou Alex White por decisão unânime (3x 29-28)

Peso galo: Irene Aldana derrotou Talita Bernardo por decisão unânime (3x 30-27)

Peso leve: Marco Polo Reyes derrotou Matt Frevola por nocaute a 1m do R1

Peso galo: Kyung Ho Kang derrotou Guido Canetti por finalização (triângulo) a 4m53s do R1

Peso mosca: Jessica Eye derrotou Kalindra Faria por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)

Peso palha: JJ Aldrich derrotou Danielle Taylor por decisão unânime (3x 29-28)

Peso pena: Mads Burnell derrotou Michael Santiago por decisão unânime (3x 29-28)

Notícias relacionadas