Dana White explica porque não convocou McGregor para o lugar de Ferguson no UFC 223

Presidente do UFC diz que irlandês, que não luta desde novembro de 2016, não bateria o peso da divisão de leves e quer tempo para promover seu retorno

McGregor não foi cogitado para o UFC 223 (Foto: Reprodução/Facebook UFCBrasil)

Assim que a lesão de Tony Ferguson estourou e tirou o lutador do UFC 223, no próximo sábado (07), muitos esperavam que Conor McGregor poderia substituir o campeão interino. Como dono do título linear da categoria, alguns fãs contavam que o irlandês voltasse a ativa, mesmo com pouco de preparação, encarar o russo Khabib Nurmagomedov. Porém, Dana White, presidente do UFC, revelou que sequer cogitou convocar o ‘Notório’ para o combate.

Veja Também

Ferguson sofre lesão bizarra e Holloway sobe de peso para encarar Nurmagomedov no UFC 223
Ortega revela convite para subir de peso e enfrentar Khabib no UFC 223
Incrédulo, Tony Ferguson relata lesão sofrida antes do UFC 223: ‘Palavras não podem descrever o quanto dói’
Holloway revela o motivo por aceitar luta no UFC 223 em cima da hora: ‘Quero fazer história’

Segundo o dirigente, McGregor, que lutou pela última vez em novembro de 2016, não conseguiria bater o peso da divisão de leves (até 70,3 kg.). Além disso, o presidente espera que o retorno do irlandês seja produzido com antecedência para valorizar comercialmente o atleta mais bem pago da organização.

“Não acho que Conor McGregor conseguiria bater o peso em seis dias, é um corte de peso duro para ele. E Conor não é o tipo de cara que eu gostaria de marcar como substituto de última hora, é um cara que quero ter o tempo adequado para promover a luta, colocar a luta no lugar certo. Então, não, não estava interessado em pedir ao Conor para aceitar esta luta. E é por isso que eu não o colocaria numa luta contra Frankie Edgar em duas semanas”, declarou o presidente do UFC. ao site do canal ESPN, lembrando que o irlandês se ofereceu para substituir Max Holloway no UFC 222, em fevereiro, e encarar Frankie Edgar na luta principal do show.

Dana White ainda confirmou que Conor McGregor, campeão linear dos leves, e Tony Ferguson, dono do cinturão interino, irão perder seus postos no UFC 223. Segundo o dirigente, o vencedor da disputa entre Nurmagomedov e Holloway será o único campeão dos leves. Apesar disso, o presidente considera que o irlandês poderá voltar a ativa diante do ganhador da disputa, já na luta pelo título.

“Assim que esses caras entrarem no ringue e jogarem um soco, está valendo o título. Quem vencer, ganha o título, e veremos o que acontece com o Conor nos próximos meses. Sei que ele expressou interesse em lutar mais ou menos em setembro. Sim, acho que Conor pode voltar em setembro, e pode ser contra um desses dois caras”, completou White.

UFC 223

Com a saída de Tony Ferguson da luta principal do UFC 223, o evento agiu rápido e convocou o campeão dos penas (até 65,7 kg) Max Holloway para encarar o russo Khabib Nurmagomedov pelo cinturão dos leves da organização. O show, que acontece no próximo sábado (07), em Nova York (EUA), terá outra disputa de título. A campeã dos palhas Rose Namajunas defende seu reinado contra a ex-campeã Joanna Jedrzejczyk. O Brasil estará representado no show pelo brasiliense Renato Moicano que encara Calvin Kattar no card principal. Confira abaixo o card completo do evento.

Programa de lutas do UFC 223

Card principal

Max Holloway x Khabib Nurmagomedov – luta pelo cinturão dos leves

Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk – luta pelo cinturão peso palha feminino

Renato Moicano x Calvin Kattar

Michael Chiesa x Anthony Pettis

Al Iaquinta x Paul Felder

Card preliminar

Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig

Ray Borg x Brandon Moreno

Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher

Evan Dunham x Olivier Aubin-Mercier

Alex Caceres x Artem Lobov

Bec Rawlings x Ashlee Evans-Smith

Devin Clark x Mike Rodriguez

Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak

Notícias relacionadas