UFC Chile: Saiba em quem apostar no card principal

Lutas entre Vicente Luque e Chad Laprise, Veronica Macedo e Andrea Lee e Guido Cannetti contra Diego Rivas rendem até 250%

 

Luque entra em ação no UFC Chile (Foto: Reprodução/Facebook VicenteLuque)

Os fãs do MMA mal tiveram tempo para recuperar o fôlego após o histórico UFC 224 e mais um grande evento se anuncia para o próximo final de semana. A Movistar Arena, em Santiago, no Chile, sediará na noite deste sábado (19) o UFC Fight Night 129, que terá como principal atração o combate entre o brasileiro Demian Maia e o nigeriano Kamaru Usman pela divisão dos meio-médios, do qual trataremos detalhadamente mais à frente.

Para abrir os trabalhos e entrar no clima do evento, o Oddsshark.com traz para você os prognósticos para as três primeiras lutas do card principal, que colocarão frente a frente o meio-médio brasileiro Vicente Luque e o canadense Chad Laprise, as peso-moscas  Veronica Macedo e Andrea Lee e os pesos-galo Guido Cannetti e Diego Rivas. Confira nossas dicas e multiplique seu faturamento nas apostas esportivas.

Vicente Luque x Chad Laprise

Oriundos do The Ultimate Fighter, Vicente Luque e Chad Laprise são boas promessas da divisão dos meio-médios, e apesar de jovens, chegam respaldados por retrospectos respeitáveis.

Luque venceu cinco de suas últimas seis lutas, sendo derrotado apenas pelo britânico Leon Edwards no UFC Fight Night de Londres. O brasileiro obteve alguns excelentes resultados, como os nocautes sobre Belal Muhammad e Hector Urbina, além das vitórias por finalização sobre Alvaro Herrera, Hayder Hassan e Niko Price, em seu último compromisso.

Chad Laprise, porém, não fica atrás. O canadense tem um cartel de 13 vitórias e duas derrotas, e vem de uma fantástica sequência de nocautes sobre Thibault Gouti, Brian Camozzi e Galore Bofando. Sua última derrota aconteceu há dois anos, no UFC Fight Night de Brisbane, também para um lutador de origem inglesa, Ross Pearson.

O brasileiro é apontado como favorito, mas Laprise atravessa um ótimo momento, tem totais condições de vencer o combate, e apresenta uma margem de retorno bem mais interesante. De acordo com o Oddsshark.com, o triunfo de Luque está cotado em R$ 1,40/R$ 1,00, mas se o canadense levar a melhor, o investidor receberá R$ 2,95 por cada real investido.

 Veronica Macedo x Andrea Lee

Dando sequência ao card principal, a peso-mosca Veronica Macedo fará sua segunda apresentação no UFC contra Andrea Lee, que estreia cercada de expectativas. A norte-americana chega à franquia depois de performances impressionantes noInvicta e no Legacy Fighting Alliance, e venceu suas últimas quatro lutas. Ao todo, ela contabiliza oito vitórias e duas derrotas na carreira.

Para Macedo, a luta será uma segunda chance. Em seu único compromisso pela franquia de Dana White, a venezuelana foi nocauteada por Ashlee Evans-Smith no UFC Fight Night 93, em setembro de 2016, maculando um cartel que até então era de cinco vitórias e um empate.

Dona de um estilo mais agressivo, Macedo deverá buscar a luta em pé, apostando na diminuição da distância e na potência de seus golpes para tentar um nocaute. Lee terá mais chances se conseguir levar a adversária ao chão, e pode tirar proveito de sua maior envergadura para neutralizar as investidas da venezuelana.

Segundo os números do Oddsshark.com, a norte americana é franca favorita, com um retorno de R$ 1,30 sobre cada real investido, contra os R$ 3,50/R$ 1,00 oferecidos por um triunfo de Macedo, e desponta como a melhor opção de aposta.

Guido Cannetti x Diego Rivas

A terceira luta do card principal terá uma forte carga emocional, já que será a primeira do peso-galo Diego Rivas em seu país depois de superar um câncer nos testículos. Em seu retorno ao esporte, no UFC Fight Night da Cidade do México, em agosto do ano passado, o chileno sofreu o primeiro revés da carreira, por decisão unânime, contra José Alberto Quiñónez. Antes disso, o lutador ostentava um cartel de sete vitórias.

Guido Cannetti é um lutador bissexto, e aos 38 anos de idade contabiliza apenas 10 combates na carreira. O argentino subiu ao octógono três vezes nos últimos quatro anos, e os resultados não foram exatamente empolgantes. Ele foi finalizado por Henry Briones e Kyung Ho Kang, e venceu o brasileiro Hugo Wolverine por decisão unânime no UFC 190.

Bem mais jovem e motivado, Rivas é o favorito para vencer o combate, e deve tentar finalizar, já que a luta no chão é o calcanhar-de-aquiles do argentino. Para alegria da torcida, não deve ter grandes dificuldades, e sendo bem sucedido garante um retorno de R$ 1,54/R$ 1,00. O Oddsshark.com aponta que em caso de vitória de Cannetti, o investimento renderá 150%.

UFC Chile

Card Principal

Peso meio-médio: (R$ 1,25) Kamaru Usman x Demian Maia (R$ 4,00)

Peso palha: (R$ 4,25) Alexa Grasso x Tatiana Suarez (R$ 1,22)

Peso meio-pesado: (R$ 1,48) Dominick Reyes x Jared Cannonier (R$ 2,65)

Peso galo: (R$ 2,50) Guido Cannetti x Diego Rivas (R$ 1,54)

Peso mosca: (R$ 3,50) Veronica Macedo x Andrea Lee (R$ 1,30)

Peso meio-médio: (R$ 1,40) Vicente Luque x Chad Laprise (R$ 2,95)

Card Preliminar

Peso meio-médio: (R$ 2,30) Michel Trator x Zak Cummings (R$ 1,62)

Peso mosca: (R$ 2,05) Brandon Moreno x Alexandre Pantoja (R$ 1,74)

Peso palha: (R$ 1,50) Poliana Botelho x Syuri Kondo (R$ 2,60)

Peso pena: ( R$ 1,58) Gabriel Benítez x Humberto Bandenay (R$ 2,40)

Peso pena: (R$ 1,50) Enrique Barzola x Brandon Davis (R$ 2,60)

Peso galo:  (R$ 3,00) Henry Briones x Frankie Saenz (R$ 1,38)

Peso leve: (R$ 1,33) Felipe Silva x Claudio Puelles (R$ 3,30)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário