Jim Miller quebra recorde de brasileiro e faz as pazes com a vitória no UFC 228

O veterano do UFC vinha de quatro derrotas e precisou apenas de 89 segundos para finalizar Alex White a com um mata-leão

J. Miller completa 30 lutas no UFC. Foto: Reprodução/Instagram UFC

O veterano Jim Miller conseguiu a redenção no octógono após finalizar Alex White com um mata-leão a 1m29s do primeiro round em luta no card preliminar do UFC 228. O peso leve vinha de uma sequência de quatro derrotas na organização, mas fez as pazes com a vitória. Além do triunfo, o norte-americano quebra dois recordes da franquia: o lutador com mais combates na história do Ultimate com 30 lutas e ultrapassa o brasileiro Gleison Tibau como o atleta com maior tempo dentro do octógono: 5h01m31s.

Veja Também

UFC 228: Tyron Woodley x Darren Till – Resultados

“Estou tentando segurar as lágrimas agora. Fui diagnosticado com Doença de Lyme em 2015 e venho lutando muito para não me afogar nesta doença. Agora, finalmente sinto que estou com a cabeça para cima da água. Nos últimos meses, enfim consegui treinar como atleta profissional novamente”, disse Jim Miller ainda no octógono.

O norte-americano faz parte do cartel do Ultimate desde outubro de 2008 quando venceu por finalização David Baron no UFC 89. Em seus últimos quatro combates Miller foi derrotado por Dustin Poirier, Anthony Pettis, Francisco Massaranduba e Dan Hooker. Jim, aos 35 anos tem em sua carreira 40 duelos sendo 28 triunfos, 11 revezes e uma luta sem resultado.

A luta

Miller iniciou o combate atacando o oponente com direto e chute baixo. Em resposta, White tenta uma investida e os dois lutadores ficam frente a frente na trocação. Jim encaixa uma combinação de golpes e Alex fica abalado após um direto de esquerda. Aproveitando o momento, o veterano vai pra cima do adversário e desfere duros golpes. O peso leve de 35 anos consegue agarrar o pescoço ‘Spartan’ e aplica um mata-leão. Sem conseguir sair, Alexander dá os ‘três tapinhas’ em desistência.

Veterano Diego Sanchez vence Craig White

D. Sanchez encerra sequência de derrotas. Foto: Reprodução/Instagram UFC

O veterano Diego Sanchez dominou Craig White e venceu por decisão unânime dos juízes (triplo 30-27). Esta foi a 28ª luta do norte-americano que se junta a Demian Maia, Gleison Tibau e Donald Cerrone na segunda posição de atletas que mais competiram no Ultimate. Seu adversário, White sofreu sua segunda derrota seguida no UFC.

Sanchez partiu com tudo para cima de White, que esperou para tentar encaixar uma guilhotina. Diego resistiu à pressão e conseguiu uma queda após erguê-lo. No chão, o veterano manteve-se por cima botando pressão no oponente que somente conseguia se defender. ‘Nightmare’ aplicava golpes de cima para baixo, mas sem contundência até o soar do gongo.

O segundo round iniciou com novo ataque de Sanches sobre White, derrubando-o e conseguiu ficar por cima mais uma vez. Diego manteve a pressão e acertou uma pedalada que não foi eficiente. Craig buscava uma brecha para finalizar, mas o veterano usando sua experiência não permitia e manteve o domínio sobre o adversário no assalto.

No round final, Sanchez partiu pra cima de Craig mais uma vez, mas recebeu um golpe de encontro e pareceu ter sido nocauteado. Mesmo assim, Diego conseguiu colocar o rival no chão e ficar por cima. O veterano manteve o domínio, mas não atacava mais devido ao cansaço. White também não teve reação, tentou buscar uma brecha para uma finalização, mas somente pode se defender. A luta terminou com iniciou: com ‘Nightmare’ na guarda ‘Thundercat’.

Resultados do UFC 228

 

Card Principal

Peso meio-médio: Tyron Woodley x Darren Till

Peso palha: Jessica Bate-Estaca x Karolina Kowalkiewicz

Peso pena: Zabit Magomedsharipov x Brandon Davis

Peso galo: Jimmie Rivera x John Dodson

Peso meio-médio: Abdul Razak Alhassan x Niko Price

Card Preliminar

Peso palha: Carla Esparza x Tatiana Suárez

Peso galo: Aljamain Sterling finalizou Cody Stamann com uma chave de joelho a 3m42s do R2

Peso meio-médio: Geoff Neal derrotou Frank Camacho por nocaute a 1m23s do R2

Peso médio: Darren Stewart venceu Charles Byrd por nocaute a 2m17s do R2

Peso meio-médio: Diego Sanchez derrotou Craig White na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve: Jim Miller finalizou Alex White com um mata-leão a 1m29s do R1

Peso galo: Irene Aldana derrotou Lucie Pudilova na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso mosca: Jarred Brooks derrotou Roberto Sanchez na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário