UFC Moncton: Talita Bernardo bate canadense e vence a primeira no Ultimate; Marcelo Golm é derrotado

Talita Bernardo quebrou sequência de derrotas e triunfou pela primeira vez no UFC, enquanto Golm perdeu a segunda seguida

Talita venceu Sarah por pontos no UFC Moncton (Foto:Reprodução/InstagramUFCBrasil)

Com dois representantes no card preliminar do UFC Moncton, realizado neste sábado (27), no Canadá, o Brasil teve um saldo de 50%, com uma vitória e uma derrota. O revés veio na segunda luta do card, com o peso pesado Marcelo Golm sucumbindo ao jogo de Arjan Bhullar, que o superou na decisão unânime dos juízes. O triunfo, no entanto, veio através da peso galo Talita Bernardo, que travou um combate disputada contra Sarah Moras, mas saiu vitoriosa por pontos.

Veja Também

Smith consegue reviravolta incrível e finaliza Oezdemir na luta principal do UFC Moncton
UFC Moncton: Volkan Oezdemir x Anthony Smithr – Resultados

Talita Bernardo bate Sarah Moras e vence a primeira no UFC

Após três lutas, Talita Bernardo conseguiu, enfim, conquistar sua primeira vitória no UFC. Pressionada por duas derrotas seguidas, a brasileira teve uma boa atuação e superou Sarah Moras por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 30×27), afastando o risco de uma possível demissão. Com bons golpes em pé e o jogo de quedas em dia, a brasileira controlou boa parte do combate, chegando a balançar a canadense em alguns momentos. Aos 31 anos, agora Talita soma seis triunfos e três reveses em sua carreira profissional, enquanto Moras perdeu a quarta em nove lutas em seu cartel.

Talita começou a luta mais agressiva, tentando surpreender a canadense, que respondia na mesma moeda. Sarah conectou um bom jab seguido de um direto que explodiram no rosto da brasileira. Talita acertou um cruzado de esquerda que abriu um sangramento no nariz da oponente, que seguia levando perigo com boas combinação. A brasileira acertou um forte chute alto em Moras, que balançou e rapidamente grudou e levou para grade. Talita aplicou uma boa queda e caiu por cima, tentando encaixar uma guilhotina nos segundos finais, mas não teve tempo para encaixar a posição.

Melhor nos cinco minutos iniciais, Talita retornou mais cautelosa para a segunda etapa, tentando surpreender no contragolpe. A brasileira seguiu levando vantagem em pé, conectando os melhores golpes na canadense, que apresentava muita vermelhidão no rosto, consequência dos golpes sofridos. Assim como no primeiro round, Talita quedou, caiu por cima e tentou encaixar uma finalização, mas novamente não teve tempo o suficiente para trabalhar.

Moras voltou para etapa decisiva já aplicando uma queda na brasileira, que caiu por baixo, mas revertou a posição logo na sequência e ficou por cima. Na meia-guarda, Talita raspou e foi para a norte-sul, pesando o corpo contra a canadense, que se mexia o tempo todo para sair de baixo. No minuto final, Sarah explodiu, ficou em pé e aplicou uma blitz contra a brasileira, levando para o chão e pegando as costas. Talita se defendeu de maneira inteligente e levantou, apenas esperando o gongo final soar.

Marcelo Golm é superado por Bhullar e sofre segunda derrota no UFC

Golm (dir) foi derrotado por Bhullar (esq) (Foto:Reprodução/TwitterUFC)

Marcelo Golm não conseguiu voltar ao caminho das vitórias. Derrotado por Timothy Johnson em fevereiro deste ano, o brasileiro de 26 anos amargou a segunda derrota de sua carreira ao ser superado por Arjan Bhullar na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×27). Apesar de ter tido bons momentos com chutes fortes que machucaram a perna do indiano, Marcelo cansou bastante durante a luta e não conseguiu impor seu jogo de trocação. Essa foi a terceira luta de Golm no Ultimate, que estreou finalizando Christian Colombo, em outubro de 2017. Bhullar, por sua vez, venceu a segunda em três lutas na organização, se recuperando da finalização sofrida diante de Adam Wieczorek, em abril passado.

O duelo começou com os dois atletas trocando jabs no centro do octógono. Golm se movimentava mais, apostando em chutes fortes nas pernas de Bhullar, que respondia com fortes jabs de esquerda, causando um sangramento no nariz do brasileiro. Arjan cresceu no combate e conectou golpes fortíssimos em Marcelo, que mostrou uma boa absorção.

Golm voltou para a segunda etapa tentando surpreender com um chute alto, sem sucesso. O brasileiro, então, levou Arjan para a grade e conectou uma boa joelhada na linha de cintura, mas foi travado pelo adversário na sequência, que tirou as costas da grade e inventou a posição. Bhullar tentou quedar o brasileiro, que se defendeu de maneira eficiente e respondeu com uma plástica joelhada voadora, balançado Arjan. O combate ficou morno nos dois minutos finais, com Arjan controlando Golm contra a grade.

Bhullar voltou para o último round da mesma maneira que terminou o segundo, levando Marcelo para a grade. O brasileiro conseguiu se livrar da posição por alguns segundos, mas foi surpreendido com uma queda plástica do indiano, que caiu por cima, na guarda do rival. Visivelmente mais cansado que Arjan, Marcelo pouco fazia para se livrar da posição, sendo dominado até o final da luta.

RESULTADOS DO UFC MONCTON

Card Principal

Peso meio-pesado: Anthony Smith derrotou Volkan Oezdemir por finalização (estrangulamento) aos 4m26s do R3

Peso pena: Michael Johnson derrotou Artem Lobov por decisão unânime dos juízes (30×27, 29×28, 29×28)

Peso meio-pesado: Misha Cirkunov derrotou Patrick Cummins por finalização (katagatame) aos 2m40s do R1

Peso galo: Andre Soukamthath derrotou Jonathan Martinez por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 30×26)

Peso meio-pesado: Gian Villante derrotou Ed Herman por decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

Peso meio-médio: Court McGee derrotou Alex Garcia por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 30×26)

Card Preliminar 

Peso meio-médio: Sean Strickland derrotou Nordine Taleb por nocaute técnico aos 3m10s do R2

Peso leve: Nasrat Haqparast derrotou Thibault Gouti por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×27, 30×26)

Peso-pena: Calvin Kattar derrotou Chris Fishgold por nocaute técnico aos 4m11s do R1

Peso galo: Talita Bernardo derrotou Sarah Moras por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 30×27)

Peso leve: Don Madge derrotou Te Edwards por nocaute aos 14 segundos do R2

Peso pesado: Arjan Bhullar derrotou Marcelo Golm por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×27)

Peso leve: Stevie Ray derrotou Jessin Ayari por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 30×27)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments