UFC 231: Max Holloway domina Brian Ortega, defende cinturão dos penas e desafia até peso pesado

Com uma atuação dominante, dono do cinturão dos penas mostrou que valeu a pena o UFC ter esperado por seu retorno

Holloway defende cinturão dos penas no UFC 231. Foto: Facebook @ufc

Max Holloway demorou mais um ano para defender o cinturão dos penas (até 61.2 kg.), Mas o havaiano precisou de apenas uma luta para provar porque o Ultimate esperou pelo seu retorno. Em uma atuação quase perfeita, ele dominou o até então invicto Brian Ortega, castigou o rival durante 20 minutos e venceu o duelo por interrupção médica no final do quarto round. O combate foi atração principal do UFC 231, evento realizado neste sábado (08), em Toronto (CAN).

Veja Também

VÍDEO: Assista a vitória de Max Holloway sobre Brian Ortega no UFC 231
UFC 231: Valentina Shevchenko vence Joanna Jedrzejczyk e conquista cinturão dos moscas
Thiago Marreta vence Manuwa, mas Alex Cowboy é finalizado no UFC 231
Brasileiros batem canadenses no card preliminar do UFC 231

“Quero perguntar se tem mais alguém na fila. Podem mandar! Ortega foi um grande oponente, mas eu estou aqui para ficar. Não foi fácil, mas meu objetivo é ser o número um peso-por-peso. Se eu tiver que enfrentar um peso pesado, eu vou enfrentar

A luta

O duelo começou com Holloway tomando a iniciativa e conectando os primeiros golpes. O campeão usou sua maior envergadura para conectar bons jabs no rosto de Ortega. O desafiante absorvia bem os ataques e esperava a melhor oportunidade para derrubar. Em uma das investidas, Ortega até conseguiu a queda, mas não conseguiu manter o campeão no chão. Confiante na luta, Max abaixou a guarda em diversas oportunidades e chamou o rival para a troca de golpes, porém, Brian não entrou na provocação.

Holloway voltou ainda melhor para o segundo round. O campeão logo acertou um bom chute na perna de Ortega e continou com seu volume de luta. Ele conectou vários jabs limpos, que abriam espaços para ataques mais potentes com diretos e cruzados. A intensidade de Holloway logo abriu um corte no rosto do desafiante. Ao final da parcial, Brian já mostrava grande desgaste, enquanto Max chamava a torcida para o combate.

Após não se encontrar no round anterior, Ortega voltou disposto a mudar o rumo do combate no terceiro round. O desafiante surpreendeu Holloway e dois golpes entraram em cheio no campeão. O desfiante partiu para tentar a finalização, mas Max se recuperou e rapidamente voltou a disputa. O campeão conectou bons ataques e equilibrou o duelo.

Disposto a não dar ‘sopa para o azar’, Holloway voltou para o quarto round para encerrar a luta. O campeão abaixou a guarda, provocou, conectou vários golpes em Ortega, que insistia em não cair.  O desfiante resistia junto à grade, mas Holloway não diminuía intensidade dos seus ataques. Sem condições de competir em pé, Brian tentava levar a peleja para o solo, porém, o campeão não parava de disparar combinações com socos e joelhadas. A enorme pressão fez o olho esquerdo de Brian ficar totalmente fechado. Após um enorme castigo, Holloway conseguiu, enfim um knockdown. Mas Ortega tentou raspar o rival no solo e forçou o campeão a se levantar nos segundos finais do assalto.

Antes do início do quinto assalto, o médico entrou no octógono, examinou Brian Ortega e afirmou que o desafiante não poderia seguir no duelo devido ao inchaço em seu olho.

Ortega termina a luta com o olho inchado. Foto: Reprodução / Facebook @ufc#url

Resultados do UFC 231

Card Principal

Peso pena: Max Holloway derrotou Brian Ortega por interrupção médica a 5m Do R4 – luta pelo cinturão

Peso mosca: Valentina Shevchenko derrotou Joanna Jedrzejczyk na decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46, 49-46) – luta pelo cinturão

Peso meio-médio: Gunnar Nelson derrotou Alex Cowboy por finalização (mata-leão) aos 4m17s do R2

Peso pena: Hakeem Dawodu derrotou Kyle Bochniak na decisão dividida dos juízes (30-27, 29-28, 27-30)

Peso meio-pesado: Thiago Marreta derrotou Jimmi Manuwa por nocaute a 41s do R2

Card Preliminar

Peso palha: Nina Ansaroff derrotou Cláudia Gadelha na decisão unânime dos juízes (29-28 29-28 29-28)

Peso leve: Gilbert Durinho derrotou Olivier Aubin-Mercier na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso mosca: Jessica Eye derrotou Katlyn Chookagian na decisão dividida dos juízes (29-28 28-29 29-28)

Peso médio: Elias Theodorou derrotou Eryk Anders na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso galo: Brad Katona derrotou Matthew Lopez na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio: Dhiego Lima derrotou Chad Laprise por nocaute 1m37s do R1

Peso leve: Carlos Diego Ferreira derrotou Kyle Nelson por nocaute técnico a 1m23s do R2

Peso meio-pesado: Aleksandar Rakic derrotou Devin Clark por nocaute técnico a 4m05s do R1

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário