Markus Maluko finaliza americano e garante vantagem brasileira no card preliminar do UFC Fortaleza

O brasileiro precisou de seis minutos e sete segundos para finalizar Anthony Hernandez e protagonizar a luta mais empolgante do card preliminar do evento deste sábado (02)

M. Maluko venceu por finalização. Foto: Reprodução/Facebook LFA

Markus Maluko encerrou com chave de ouro o card preliminar do UFC Fortaleza, evento realizado neste sábado (02) na capital cearense. O brasileiro finalizou Anthony Hernandez com um triângulo de mão no segundo round e levantou a torcida com uma performance repleta de ação e golpes plásticos, que fizeram valer seu apelido. O triunfo do lutador paulista fez com que a torcida levantasse e lembrasse da musica ‘Ah! Eu to maluco’ dos anos 90.

Veja Também

UFC Fortaleza: Raphael Assunção x Marlon Moraes – Resultados
UFC Fortaleza: José Aldo vence Moicano por nocaute e comemora nos braços da torcida
Marlon Moraes finaliza Raphael Assunção e pede chance por título: ‘Eu sou o melhor da divisão’

Em retribuição, o brasileiro agradeceu a torcida de Fortaleza: “É a minha finalização preferida o triângulo de chão. Agradeço à torcida de Fortaleza, se hoje estou aqui é por vocês”, disse Markus em entrevista dentro do cage.

Nos primeiros segundos do round, o brasileiro foi pra cima, colocou o rival na grade e conseguiu a queda. Hernandez bateu no chão, voltou e buscou a luta agarrada. Markus aplicou um uppercut que fez o oponente sentir e colocou uma saraivada de socos que empolgaram a torcida. ‘Fluffy’ conseguiu fugir dos ataques e voltou com o duelo para o centro do cage.

O brasileiro acertou um chute na barriga do rival que sentiu. Percebendo isso, Markus foi pra cima buscando o nocaute, mas o norte-americano resistiu. No entanto, ‘Maluko’ aplicou um triangulo de mão em Hernandez que o fez apagar.

Em luta morna, Mara Borella vence Taila Santos em decisão dividida

Mara Romero Borella e Taila Santos foram protagonistas do combate mais amarrado do evento em Fortaleza. Em decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28), a italiana levou a melhor sobre a brasileira. Assim, Romero se recupera da derrota para Katlyn Chookagian no UFC Charlotte em janeiro do ano passado.

O combate entre as pesos mosca iniciou com Borella buscando o clinch e levando a brasileira para a grade. Taila conseguiu pegar as costas da oponente e tentou aplicar um mata-leão. A italiana esteve perto de ser finalizada, mas saiu do estrangulamento e caiu por cima. No entanto, não demorou muito para que a catarinense inverter a posição.

No segundo round, Borella amarrou a luta. A italiana prendeu a brasileira no clinch e, mesmo sem e conectar golpes, tinha a posição de vantagem. Por sua vez, Taila não conseguia reagir e nos momentos em que invertia a posição junto a grade, não conseguia impor seu jogo.

Tentando reverter o resultado, a brasileira começou os últimos cinco minutos atacando a rival. As lutadoras permaneceram no centro do octógono com troca de golpes e Taila sempre levando vantagem. Porém, a boa performance no último round não foi suficiente para a brasileira virar o duelo.

Thiago Pitbull bate Max Griffin em decisão contestada

Thiago Pitbull e Max Griffin protagonizaram uma das lutas mais movimentadas e equilibradas do UFC Fortaleza. Após três rounds disputados, o brasileiro venceu o norte-americano na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28). O resultado foi contestado por ‘Pain’, que deixou a área de lutas revoltado. Com isso, o cearense encerra uma sequência de duas derrotas no Ultimate. Já seu oponente, soma o segundo revés seguido em solo brasileiro.

Aos gritos de ‘Uh! Vai morrer’, o confronto tem início acelerado. Griffin partiu pra cima e acertou uma joelhada que fez o brasileiro sentir. O norte-americano aproveitou o momento e conectou vários golpes na guardo brasileiro, que pareceu ficar tonto. ‘Pitbull’ saiu da linha de alcance e diminuiu o ritmo do duelo. Os meio-médios permaneceram trocando socos e chutes no centro do octógono com vantagem para Max. Nos últimos segundos do round, o norte-americano voltou a pressionar e acertou uma joelhada no rosto e levou Pitbull ao chão.

O segundo assalto voltou com atletas na trocação franca no centro do cage. O norte-americano tentou aplicar uma joelhada na linha de cintura do brasileiro, mas se desequilibrou e caiu no chão. Assim, Thiago foi pra cima e começou a castigar o norte-americano que sentiu e tentou ‘fugir’ para se recuperar. Griffin levou a luta para o clinch, mas ‘Pitbull’ jogou alguns socos que fizeram o adversário balançar, mas ele se manteve em pé até ouvir a buzina.

O último assalto começou com trocação franca, mas com uma pequena vantagem do brasileiro. Aparentemente, o norte-americano não se recuperou no intervalo entre o segundo e terceiro round. Griffin pegou as pernas de ‘Pitbull’ que bateu no chão e se levantou. Max atacou o rival, pôs a luta pra baixo e tentou dominar o cearense. Thiago se livrou da posição e controlou o duelo até o fim.

Jairzinho Rozenstruik nocauteia Júnior Albini

De virada, o lutador do Suriname, Jairzinho Rozenstruik, nocauteou o brasileiro Júnior ‘Baby’ Albini aos 54s do segundo round. O atleta tupiniquim estava com a vantagem ao vencer o primeiro round, mas no segundo assalto o surinamês partiu pra cima e nocauteou o rival. ‘Bigi Boy’ estreia com pé direito na franquia e mantém sua invencibilidade após sete combates.  Com o revés, o paranaense soma a terceira derrota consecutiva no Ultimate e corre risco de ser dispensado pela organização.

O brasileiro começou o combate atacando as pernas do rival e o colocou no chão. Baby aproveitou seus 120kg. e colocou o peso em cima de Jairzinho o que fez com que ele ficasse com as costas coladas no solo. Rozenstruik saiu da pegada e se levantou. Albini novamente pegou as pernas do oponente, mas dessa vez ficou por baixo do surinamês. Com o duelo entre os pesados em pé, eles trocam golpes, mas sem eficiência. Assim, o primeiro round chega ao fim.

O segundo assalto parecia que seria uma sequência do primeiro. No entanto, Jairzinho foi pra cima e conectou um soco e chute que fizeram o brasileiro sentir. Caído, Albini levou mais uma grande sequência de golpes que fizeram o árbitro interromper o duelo.

Em duelo brasileiro, Geraldo ‘Espartano’ vence Felipe ‘Cabocão’

Em suas estreias na maior organização de MMA mundial, lutadores brasileiros colocaram o coração na luva e realizaram um combate intenso no card preliminar do UFC Fortaleza. No entanto, Geraldo de Freitas levou a melhor e superou Felipe ‘Cabocão’ por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-26). ‘Espartano’ conquista o 12º triunfo na carreira de seis anos nas artes marciais mistas e quebra a hegemonia de oito combates do compatriota.

Os brasileiros estreantes no Ultimate iniciaram o confronto estudando o rival. ‘Cabocão’ colocou chutes por baixo e em resposta o rival jogou uma sequência de socos. Geraldo aplicou socos no rosto do oponente que sentiu. Em resposta, Felipe atacou as pernas, pôs o adversário no ombro e o quedou. O amapaense caiu por cima e tentou uma finalização. ‘Espartano’ reagiu aos ataques do oponente e buscou um ataque no braço de Dias.

Geraldo voltou para o segundo round partindo pra cima do rival que demonstrou cansaço, mas não entregou o ‘jogo’. ‘Espartano’ colocou o combate no chão e castigou ‘Cabocão’. Felipe se livrou da pegada, ficou por cima do adversário e se levantou. Exausto, o amapaense sobreviveu os ataques de Freitas até o soar do gongo.

‘Espartano’ retornou para o último assalto com a mesma estratégia de botar o combate para o chão. Ele atacou as pernas do rival e conseguiu a queda, mas ‘Cabocão’ não se entregou e voltou a ficar em pé. Mesmo com a força de vontade do amapaense, Geraldo dominou todos os movimentos do adversário. O mineiro aplicou uma sequência de jabs e que fizeram Colares cair uma vez.

Primo de Khabib Nurmagomedov nocauteia Ricardo Carcacinha no primeiro round

Mesmo com a torcida brasileira a favor, Ricardo Carcacinha foi nocauteado por Said Nurmagomedov aos 2m38s do primeiro. Assim, o primo do campeão dos leves Khabib Nurmagomedov conquista a segunda vitória em duas lutas no Ultimate. Enquanto, Ramos soma a primeira derrota da organização após quatro combates.

A torcida começou incentivando os ataques do brasileiro com os gritos de ‘Uh, vai morrrer!’. O confronto entre os pesos galos iniciou estratégico com os atletas tentando encontrar a distância correta para os golpes entrarem. O russo tentou um chute rodado que pegou nas costelas de Carcacinha que sentiu. Assim, Nurmagomedov partiu pra cima com uma sequência de ataques que levaram Ricardo para a grade. Observando isso, o árbitro decretou nocaute técnico de Said.

Rogério Botorin vence Magomed Bibulatov em sua estreia no Ultimate

Rogério Botorin deu a primeira vitória para o time brasileiro no UFC Fortaleza. Em sua estreia no Ultimate, o paranaense superou Magomed Bibulatov por decisão unânime dos juízes (29-28, 28-29, 29-28). Assim, o brasileiro soma seu décimo quinto triunfo em 16 lutas. Já o russo, amarga a segunda derrota na carreira

O combate entre os penas começou muito estudado pelos lutadores. Bibulatov botou o rival para o chão para tentar uma finalização. O brasileiro conseguiu sair do ataque e colocou o combate pra cima novamente. O russo atacou as costas de Botorin e buscou encaixar um estrangulamento. Magomed tentou fechar o golpe, entretanto, Rogério não deixou, saiu da pegada e levantou. Assim, chegou ao fim o primeiro round.

Os lutadores iniciaram o segundo round trocando socos e chutes, sem muita efetividade. O brasileiro demonstrou cansaço e pouca eficiência no ataque ao rival, mas o russo partiu para a trocação franca. Bibulatov utilizando seu wrestling e jogou o adversário no chão. Rogério conseguiu sair e colocou o combate pra cima novamente.

Os pesos moscas iniciaram os últimos cinco minutos demonstrando o cansaço dos primeiros assaltos. Buscando a vitória, o brasileiro caçou o russo dentro do octógono para aplicar mais golpes. Nos últimos segundos, Bontorin desestabilizou o rival e colocou o combate para o chão buscando a finalização com um mata-leão. Esperando o fim da luta, Magomed só conseguiu se defender e assim o confronto terminou.

Resultados do UFC Fortaleza

Peso galo: Marlon Moraes finalizou Raphael Assunção com uma guilhotina a 3m17s do R1

Peso pena: José Aldo derrotou Renato Moicano por nocaute técnico a 44seg do R1

Peso meio-médio: Demian Maia finalizou Lyman Good com um mata-leão a 2m38s do R1

Peso leve: Charles do Bronx finalizou David Teymur com triângulo de mão a 55s do R2

Peso meio-pesado: Johnny Walker derrotou Justin Ledet por nocaute técnico a 15s do R1

Peso palha: Livinha Souza derrotou Sarah Frota na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Card Preliminar (20h, horário de Brasília)

Peso médio: Markus Maluko finalizou Anthony Hernandez com um triângulo de mão a 1m07s do R2

Peso mosca: Mara Romero Borella derrotou Taila Santos na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso meio-médio: Thiago Pitbull derrotou Max Griffin na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso pesado: Jairzinho Rozenstruik derrotou Júnior Albini por nocaute técnico a 54s do R2

Peso pena: Geraldo de Freitas derrotou Felipe Cabocão na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-26)

Peso galo: Said Nurmagomedov derrotou Ricardo Carcacinha por nocaute técnico a 2m38s do R1

Peso mosca: Rogério Bontorin derrotou Magomed Bibulatov na decisão unânime dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário