Chutes de Thales Leites suspendem Sam Alvey por até seis meses

Norte-americano machucou o tornozelo esquerdo e foi suspenso por Comissão Atlética por 180 dias

T. Leites (dir) venceu S. Alvey (esq) utilizando chutes (Foto: Jeff Bottari/UFC)

T. Leites (dir) venceu S. Alvey (esq) utilizando chutes (Foto: Jeff Bottari/UFC)

Os chutes do brasileiro Thales Leites não lhe garantiram somente a vitória sobre Sam Alvey, no UFC Nashville do último sábado (22), mas deixaram o norte-americano com uma suspensão médica que pode chegar a seis meses. A Comissão Atlética do Tennessee divulgou as suspensões relativas ao evento e Alvey precisará de um atestado médico que garanta que seu tornozelo esquerdo está em perfeitas condições antes de ser licenciado para uma nova luta.

Veja Também

Ex-lutador do UFC é apagado por brasileiro em torneio de jiu-jitsu
Ainda aguardando apelo, Weidman insiste em revanche com Mousasi
Sem lutar há mais de três anos, St. Pierre admite: ‘Estou enferrujado’

O norte-americano, que lutou cinco vezes nos últimos 12 meses, pareceu ter lesionado o tornozelo em um dos primeiros chutes dados por Thales, ainda no round inicial. Durante os 15 minutos, Alvey mancou, parecendo sentir o tornozelo, e admitiu entre os assaltos que estava com muita dor. Mesmo assim, resistiu por toda a luta, perdendo por decisão unânime para o brasileiro.

Além de Alvey, outros três lutadores do UFC Nashville tiveram suspensões médicas de 180 dias. Cindy Dandois, derrotada por Alexis Davis, Mike Perry (que venceu Jake Ellenberger) e Scott Holtzman, vencedor diante de Michael McBride também ficarão fora do octógono por seis meses, a não ser que consigam atestados que garantam suas condições clínicas em ordem.

O brasileiro Marcos Pezão, derrotado por finalização contra Ovince St. Preux, e que anunciou sua intenção de subir para o peso pesado, acabou com uma suspensão de 60 dias e não pode ter qualquer tipo de treino de contato por 30 dias por conta de um corte sofrido durante o duelo contra o haitiano.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário