Empresário de Johnny Walker sugere luta contra Glover Teixeira

Lucas Lutkos, responsável por agenciar a carreira do brasileiro, afirma que o atleta busca um top 10 da divisão, e que duelo brazuca seria bom para o cliente

Empresário de J. Walker (esq.) sugere luta contra G. Teixeira (dir.). Foto: Montagem SL / MMA Press

Não resta dúvidas que, em apenas três lutas pelo UFC, Johnny Walker já é um nome que chama atenção na organização. Para subir mais nos meio-pesados (até 93kg.), no entanto, o empresário do atleta, Lucas Lutkos, sugeriu que uma luta contra Glover Teixeira seria de grande importância para o pupilo. Em entrevista recente à ‘ESPN’, Lutkos falou sobre as possibilidades de adversários para Walker em seu próximo compromisso. Johnny não luta desde março deste ano.

Veja Também

UFC oficializa Khabib Nurmagomedov contra Dustin Poirier para o UFC 242, em setembro
Sonhando alto, Henry Cejudo quer ser o melhor peso por peso do mundo após UFC 238
Jimi Manuwa anuncia aposentadoria após UFC Estocolmo

“Um lutador top 10 é o que nós temos conversado com o UFC. Walker é o número 10 agora (de acordo com o empresário), com a aposentadoria de (Alexander) Gustafsson) e (Jimi) Manuwa, então, isso faz sentido”, disse Lucas.

Sem fugir das perguntas, Lutkos ainda indicou alguns nomes contra quem seu cliente poderia lutar em seu próximo compromisso, entre eles, Glover Teixeira, ídolo brasileiro e veterano no MMA.

“Honestamente, Johnny enfrenta qualquer nome que o oferecerem. Seja um lutador experiente, como Glover (Teixeira), ou alguém que esteja começando, como (Dominick) Reyes ou (Aleksander) Rakic”, afirmou Lutkos.

Um desafio a Glover, no entanto, pode ser um problema para os brasileiros, já que Teixeira é um ídolo no país e já travou duelos duros dentro do octógono, levando os entusiastas do MMA ao delírio. No entanto, Walker, apesar de ter se apresentado apenas três vezes no Ultimate, conseguiu vencer e convencer tanto os fãs, quanto a diretoria da companhia.

Johnny, atualmente, se recuperava de uma cirurgia no ombro. A lesão era consequência de uma queda de mau jeito quando foi comemorar sua vitória, sobre Misha Cirkunov, em sua última luta, em março deste ano. Seu empresário, porém, confirmou que o atleta já está liberado para voltar aos treinamentos. A ideia é que o atleta volte a se apresentar a partir de setembro.

Aos 27 anos, Walker possui bastante experiência no MMA. Ele já soma 20 lutas, com 17 vitórias e três derrotas. Atualmente na 12ª posição do ranking, o lutador do Rio de Janeiro não esconde o desejo de enfrentar, o mais breve possível, o atual campeão da categoria, Jon Jones.

Teixeira, aos 39 anos, vem de uma ótima vitória sobre Ion Cutelaba, em abril, após uma virada inesperada para muitos. Ao todo, o mineiro de Sobrália já realizou 34 embates, com 27 triunfos e sete reveses, um deles, em disputa pelo cinturão da categoria contra Jon Jones, em 2014.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário