Edson Barboza é derrotado por Dan Ige em estreia pelos penas no UFC Overeem x Harris

Em luta parelha, brasileiro acaba perdendo na decisão dividida dos juízes e aumenta série de reveses

E. Barboza (esq.) é derrotado por D. Ige (dir.)em sua estreia pelos penas. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

O brasileiro Edson Barboza acabou derrotado em sua estreia na divisão dos penas (até 65,7kg.) no UFC Overeem x Harris. No confronto contra Dan Ige, realizado neste sábado (16), em Jacksonville (EUA) o friburguense mostrou muita raça, mas acabou perdendo na decisão dividida dos juízes.

Veja Também

Rodrigo ‘Zé Colmeia’ finaliza oponente e vence em sua estreia no UFC
Alistair Overeem atropela Walt Harris na luta principal do UFC deste sábado
Alistair Overeem e Walt Harris travam duelo de peso neste sábado pelo UFC

Barboza decidiu descer de divisão após uma sequência de quatro derrotas em suas últimas cinco apresentações entre os leves (até 70,3kg.). Antes do espetáculo, Edson, que chegou a pedir para deixar o UFC, em março, afirmou que buscava um novo desafio na carreira e a nova categoria poderia proporcionar o desejo.

O confronto entre os combatentes foi marcado pela agressividade entre ambos. A peleja foi disputada em pé por quase três rounds, com chances de nocaute para ambos os lados.

Com o triunfo, Ige segue no top 15 na categoria, enquanto o friburguense deverá esperar o próximo compromisso para começar sua trajetória rumo ao topo do grupo.

A luta

O combate começou com Ige partindo para cima de Barboza com uma sequência de diretos e cruzados. O brasileiro respondeu com um cruzado, que levou o rival ao chão. Edson seguiu golpeando o rival, que se protegia como podia. O friburguense seguiu tentando o nocaute e começou a ‘martelar’ o norte-americano. Mesmo em desvantagem, Dan conseguiu se levantar e o confronto voltou a ser disputado de pé. Na metade do assalto, o brasileiro desferiu um bom chute baixo, desequilibrando o rival, mas Ige começou a mostrar perigo nos contra-ataques, com jabs e diretos. Barboza continuava mais agressivo e buscando o nocaute, no entanto, seguia sendo surpreendido com contragolpes do oponente. Nos segundos finais, os combatentes seguiram na trocação franca até que o cronômetro zerou.

Na segunda etapa, os combatentes voltaram com tudo trocando socos no centro do octógono. Ige conectou uma boa sequência de socos, que obrigaram Edson a caminhar para trás. O norte-americano seguia perigoso e passou a pressionar o friburguense contra as grades. Barboza conseguiu se afastar do rival e desferiu um chute na linha de cintura do adversário. O brasileiro seguia apostando nos chutes e a perna do oponente já apresentava uma vermelhidão visível. No minuto final, Dan tentou uma queda no brasileiro, mas Edson se defendeu bem. O combate seguia movimentado, mas não havia mais tempo no round.

O último assalto começou com os atletas precisando pontuar para levar a luta. Os combatentes seguiram com intensa trocação no centro do octógono. Barboza seguia desferindo um grande volume de chutes no corpo do norte-americano, mas Ige seguia respondendo com diretos e cruzados. Na metade da etapa, o brasileiro conectou um bom gancho na linha de cintura, que fez Dan tentar a queda. Novamente, Edson defendeu e mostrou que queria que o confronto seguisse de pé. Faltando pouco mais de um minuto para o fim, Barboza conseguiu um bom direto em um contra-ataque, que explodiu no rosto do friburguense. Ige, então, conseguiu derrubar o brasileiro e caiu em posição de vantagem. O norte-americano passou a golpear Edson, mas não havia mais tempo.

Em combate morno, Krzysztof Jotko derrota Eryk Anders

K. Jotko (esq.) derrotou E. Anders (dir.) no UFC Overeem x Harris. Foto: Reprodução/Instagram @ufceurope

Os pesos médios (até 83,9kg.), Krzysztof Jotko e Eryk Anders, travaram um combate morno na segunda luta do card principal. Os atletas começaram o duelo com bastante agressividade, mas acabaram se cansando , ao fim de três rounds, o polonês foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Jortko e Anders traziam um retrospecto recente igual. Os combatentes vinham de duas vitórias em sequência e haviam se recuperado de uma sequência de três derrotas.

Com o triunfo, Krzysztof confirmou três resultados positivos e garantiu a boa fase na carreira.

Song Yadong derrota Marlon Vera em luta equilibrada

S. Yadong em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Os pesos-penas Song Yadong e Marlon Vera protagonizaram um dos combates mais movimentados do evento. Em um combate extremamente técnico e disputado de pé durante quase 15 minutos, o chinês levou a melhor sobre o equatoriano e foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Yadong chegou para o confronto para defender uma série invicta de oito confrontos. Assim como o chinês, Vera, que deixou o octógono revoltado com a decisão, vinha com um ótimo retrospecto recente. O equatoriano não perdia desde fevereiro de 2018 e vinha de cinco resultados positivos em sequência.

Com apenas 22 anos, Song, agora, tem 22 lutas como profissional no MMA, com 16 vitórias, quatro reveses, um empate e um confronto sem resultado.

Marlon, de 27, chegou à sexta derrota na carreira. O atleta tem 15 triunfos e um empate.

Resultados do UFC Overeem x Harris

CARD PRINCIPAL 

Peso pesado (até 120,2kg.): Alistair Overeem derrotou Walt Harris por nocaute a 3m do R2

Peso palha (até 52,1kg.): Dan Ige derrotou Edson Barboza na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena (até 65,7kg.): Dan Ige derrotou Edson Barboza na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg.): Krzysztof Jotko derrotou Eryk Anders na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso pena (até 65,7kg.): Song Yadong derrotou Marlon Vera na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

CARD PRELIMINAR 

Peso meio-médio (até 77kg.): Miguel Baeza derrotou Matt Brown por nocaute técnico a 18s do R2

Peso médio (até 83,9kg): Kevin Holland derrotou Anthony Hernandez por nocaute a 39s do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Giga Chikadze derrotou Irwin Rivera na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 30-27)

Peso pena (até 65,7kg.): Nate Landwehr derrotou Darren Elkins na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 30-27)

Peso mosca (até 52,1kg.): Cortney Casey finalizou Mara Romero Borella com uma chave de braço a 3m36s do R1

Peso pesado (até 120,2kg.): Rodrigo Zé Colmeia finalizou Don’Tale Mayes com um mata-leão a 2m05s do R2

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments