Elizeu Capoeira é derrotado por Muslim Salikhov em luta tensa no UFC 251

Em combate marcado pela trocação franca, brasileiro é superado por russo na decisão dividida dos juízes no card preliminar; Léo Santos, Raulian Paiva e Karol Rosa vencem seus compromissos

E. Capoeira (esq.) foi derrotado por M. Salikhov (dir.) no UFC 251. Foto: Reprodução/Facebook @ufc

Na trave. Representante do esquadrão brasileiro no UFC 251, realizado neste sábado (11), em Abu Dhabi, Elizeu Capoeira foi derrotado por Muslim Salikhov em um dos confrontos mais movimentados do card preliminar. Em luta marcada pela trocação franca, o paranaense teve bons momentos, mas acabou perdendo na decisão dividida dos juízes.

Veja Também

Petr Yan vence José Aldo por nocaute e conquista cinturão dos galos no UFC 251
UFC 251: Kamaru Usman x Jorge Masvidal – Resultados
Deiveson Figueiredo testa positivo para COVID-19 e pode deixar luta por cinturão contra Joseph Benavidez

Capoeira foi o quinto brasileiro a subir no octógono montado na ‘Ilha da Luta’. O atleta vinha de vitória sobre Alexey Kunchenko e tentava o segundo resultado positivo para seguir na sua trajetória para o topo da divisão dos meio-médios (até 77kg.).

O confronto foi disputado em pé durante quase 15 minutos e com troca de golpes perigosos. Ao fim, Salikhov foi declarado vencedor e chegou à marca de quatro triunfos consecutivos no UFC.

A luta

O brasileiro tomou a iniciativa no confronto com um chute baixo. Salikhov respondeu com um direto no rosto de Capoeira. Os atletas economizavam nos golpes e se estudavam no centro do octógono. Muslim assustou Elizeu com um chute baixo, que desequilibrou o paranaense. O duelo seguia equilibrado com os combatentes trocando socos e chutes. Nos segundos finais, Capoeira conectou um bom direto no russo, que sentiu e tentou derrubar o brasileiro. Elizeu seguiu pressionando, mas o cronômetro zerou.

No segundo round, Capoeira voltou a surpreender o russo com uma sequência de socos, mas Salikhov respondeu na mesma moeda. Na metade do assalto, Elizeu atingiu o oponente com um cruzado e Muslim agarrou o brasileiro parasse recuperar. O duelo era tenso e os meio-médios tentavam o nocaute a todo custo. Nos segundos finais, os atletas tentavam pontuar com jabs e chutes, mas não havia mais tempo.

O último round começou com o brasileiro apostando nos chutes baixos. Capoeira trocava de base para tentar confundir o oponente e induzir o rival ao erro. Muslim tentou surpreender o brasileiro com um chute rodado, mas o golpe parou na guarda de Elizeu. Salikhov e Capoeira permaneciam se atacando na curta distância e levavam perigo em suas investidas. Próximo do fim do confronto, o paranaense conectou uma boa combinação de socos e seguia se movimentando para tentar evitar o contragolpe. Os atletas se estudaram nos segundos finais até que o fim da luta foi anunciado.

Léo Santos derrota Roman Bogatov e segue invicto no UFC

L. Santos (dir.) derrotou R. Bogatov (esq.) no UFC 251. Foto: Reprodução/Instagram

Em luta marcada por golpes ilegais de Roman Bogatov, Léo Santos conseguiu superar as adversidades e bateu o russo na decisão unânime dos juízes. O brasileiro fez valer a experiência para somar mais um resultado positivo e seguir invicto no Ultimate.

Santos começou o confronto atuando de forma segura, pontuando conforme as possibilidades. No segundo assalto, o carioca se aproximou de nocautear o oponente após uma sequência de socos e joelhadas.

A luta foi interrompida em três ocasiões após golpes ilegais desferidos pelo russo. Em duas ocasiões, Bogatov acertou chutes na região genital de Léo e, na última, uma joelhada na cabeça do brasileiro que estava ajoelhado. A ação não é permitida e rendeu a perda de dois pontos a Roman.

Com o triunfo, Santos, agora, tem 18 vitórias na carreira como profissional no MMA. No Ultimate, o carioca soma oito apresentações, com sete vitórias e um empate.

Raulian Paiva derrota Zhalgas Zhumagulov em luta equilibrada

R. Paiva em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

O amapaense Raulian Paiva não teve vida fácil em sua luta neste sábado. No confronto contra Zhalgas Zhumagulov, o brasileiro enfrentou um adversário duro, mas conseguiu sair vitorioso na decisão unânime dos juízes.

Esta foi a quarta apresentação de Raulian desde sua estreia no Ultimate. Após perder nas duas primeiras, o atleta, agora, soma dois resultados positivos em sequência e segue sua trajetória rumo ao topo da divisão dos moscas.

Debutante no Ultimate, Zhalgas acabou não tendo a estreia dos seus sonhos. Contra Paiva, o combatente acabou tendo encerrada uma sequência de quatro vitórias consecutivas.

Karol Rosa bate Vanessa Melo e complica compatriota no UFC

K. Rosa (esq.) derrotou V. Melo (dir.) no UFC 251. Foto: Reprodução/Instagram

No único duelo brazuca no UFC 251, Karol Rosa não deu chances para Vanessa Melo e derrotou a compatriota em uma luta dominante. Após três rounds de ampla vantagem, a capixaba bateu a paulista e complicou a situação de Melo no Ultimate.

Vanessa chegou ao evento com a obrigação de conquistar um resultado positivo para afastar qualquer possibilidade de demissão. A atleta tinha duas apresentações, com dois reveses. Contra Rosa, no entanto, a paulista não conseguiu colocar sua estratégia em jogo e perdeu a terceira seguida na companhia.

Buscando a segunda vitória pela organização, Karol mostrou que é um nome a ser observado par ao futuro da categoria das galos. Neste sábado, a combatente chegou à sua 13ª vitória na carreira, que conta com 16 compromissos.

Resultados do UFC 251

CARD PRINCIPAL

Peso meio-médio: Kamaru Usman derrotou Jorge Masvidal na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 49-46) – Luta por cinturão

Peso pena: Alexander Volkanovski derrotou Max Holloway na decisão dividida dos juízes (48-47, 48-47, 48-47) – Luta por cinturão

Peso galo: Petr Yan derrotou José Aldo por nocaute a 3m24s do R5- Luta por cinturão

Peso palha: Rose Namajunas derrotou Jéssica Bate-Estaca na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca: Amanda Ribas finalizou Paige VanZant com uma chave de braço 2m21s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado: Jiri Prochazka derrotou Volkan Oezdemir por nocaute a 49s do R2

Peso meio-médio: Muslim Salikhov derrotou Elizeu Capoeira na decisão dividida dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso pena: Makwan Amirkhani finalizou Danny Henry com um triângulo de mão a 3m15s do R1

Peso leve: Léo Santos derrotou Roman Bogatov na decisão unânime dos juízes (29-26, 29-26, 29-26)

Peso pesado: Marcin Tybura derrotou Maxim Grishin na decisão unânime dos juízes (30-2, 30-27, 30-26)

Peso mosca: Raulian Paiva derrotou Zhalgas Zhumagulov na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo: Karol Rosa derrotou Vanessa Melo na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-26, 30-27)

Peso galo: Davey Grant derrotou Martin Day por nocaute a 2m38s do R3

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments