Em luta emocionante, Stipe Miocic derrota Daniel Cormier, aposenta rival e mantém cinturão no UFC 252

Campeão mostra superioridade e encerra trilogia com duas vitórias sobre compatriota na luta principal deste sábado

S. Miocic (esq.) volta a vencer D. Cormier (dir.) e segue como campeão dos pesados do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Quem esperava um grande espetáculo na luta principal do UFC 252, não se decepcionou. Na luta principal do evento deste sábado (15), em Las Vegas, Stipe Miocic e Daniel Cormier proporcionaram um confronto emocionante válido pelo cinturão dos pesados (até 120,2kg.). Após cinco rounds equilibrados, o campeão manteve o título na decisão unânime dos juízes.

Veja Também

IMAGEM FORTE: Cormier termina luta contra Miocic sem enxergar com o olho esquerdo por dedada ilegal
VÍDEO: Assista os melhores momentos da luta entre Stipe Miocic x Daniel Cormier no UFC 252
Júnior Cigano não resiste à força de Jairzinho Rozenstruik e sofre duro nocaute no UFC 252
VÍDEO: Assista o nocaute brutal de Jairzinho Rozenstruik sobre Júnior Cigano no UFC 252
Herbert Burns é surpreendido por Daniel Pineda e perde por nocaute no UFC 252

Com um novo resultado positivo sobre um dos melhores atletas da história recente do MMA, Miocic se consolida como um dos maiores nomes dos pesados do UFC. A vitória marcou o 20º triunfo na carreira do atleta, que segue no topo da divisão.

Após a luta, como prometido, Cormier anunciou, em entrevista, sua aposentadoria no esporte aos 41 anos. Ao longo da preparação para o UFC 252, DC declarou abertamente que, independente do resultado da trilogia, esta seria sua última apresentação como profissional nas artes marciais mistas.

A luta

O combate começou com Miocic tomando a iniciativa com um chute baixo. Daniel seguia caminhando para frente, mas economizava nos golpes. Quase na metade do round, DC buscou as pernas do adversário e conseguiu uma queda. Stipe, no entanto, conseguiu se levantar com facilidade. Cormier permanecia caminhando para frente e tentava acuar o rival nas grades. O campeão pontuava com jabs, mas era respondido na mesma moeda. O combate foi interrompido próximo ao minuto final após Miocic acusar uma dedada no olho. Após ser avaliado, o duelo voltou com os combatentes trocando golpes no centro do octógono. Nos segundos finais, Miocic conectou uma boa sequência de socos, que abalaram DC. O ex-campeão, então, passou a tentar derrubar o adversário, mas Stpie seguia atento. Após uma trocação franca, foi a vez de Daniel balançar o adversário com um cruzado, mas o cronômetro zerou.

No segundo round, o campeão voltou tomando a iniciativa com um chute baixo. Miocic seguiu partindo para cima e tentou desestabilizar DC com uma combinação de socos. Os atletas voltaram a trocar socos no centro do octógono e buscavam o nocaute a todo custo. Stipe passou a ensaiar a tática da última luta e desferia ganchos na linha de cintura do desafiante. A luta seguia movimentada com os lutadores trocando socos. No minuto final, Cormier conectou uma boa sequência de jabs, que entraram limpos no rosto do campeão. Stipe, no entanto, seguia caminhando para cima e conseguiu balançar o ex-campeão, que caiu e quase sofreu o nocaute, mas foi salvo pelo gongo.

A terceira etapa começou com Miocic tentando aproveitar o bom momento da etapa anterior. Com combinações de socos e chutes, Stipe pressionava Cormier, que caminhava para trás e demonstrava sentir os golpes. DC soltava golpes no vazio e não conseguia mais se impor no confronto. O campeão, então, passou a pressionar DC nas grades, enquanto o oponente tentava se proteger como podia. Cormier conseguiu se desvencilhar e o duelo voltou a ser disputado no centro do octógono. Miocic voltou a partir para cima e levou o adversário de volta para a grade. Mesmo sem muitas ações, Stipe seguia em vantagem no duelo. No minuto final, o ex-campeão conseguiu se afastar e tentou se recuperar o prejuízo, mas não havia mais tempo.

No penúltimo assalto, Daniel parecia melhor fisicamente, comparando com o round anterior. O ex-campeão soltava combinações de socos e chutes, mas o campeão sempre respondia com perigo. Miocic voltou a apostar na luta agarrada e pressionou o rival nas grades. DC conseguiu se desvencilhar, mas voltou a ser atacado por uma sequência de jabs aplicada pelo campeão. A luta voltou a ficar equilibrada, com os combatentes desferindo socos e voltando a procurar o nocaute. Stipe soltou um cruzado e foi respondido pelo adversário. O campeão balançou, mas continuou caminhando para frente. Stipe voltou a levar o desafiante para a grade e tentava esgotar a energia do desafiante. DC novamente conseguiu se afastar, conectou um bom jab, mas o round terminou.

O último round começou com os atletas trocando socos no centro o octógono. Aparentemente mais cansado, DC não desistia, mas acabou sendo levado para as grades. Cormier dava muitos sinais de cansaço e o campeão tirava proveito e pressionava o oponente no clinch. Daniel conseguiu reverter a posição e conectou uma boa sequência de socos no rosto de Miocic. O campeão passou a tentar a queda, mas Daniel se defendeu bem. Stipe seguia na estratégia de minar o fôlego do ex-campeão, mas Cormier mostrava muita valentia. Nos segundos finais, os atletas permaneceram agarrados na grade até que o cronômetro zerou.

Resultados do UFC 252

CARD PRINCIPAL

Peso pesado: Stipe Miocic derrotou Daniel Cormier na decisão unânime dos juízes (49-46, 48-47, 49-46) – Luta pelo cinturão

Peso galo: Marlon Vera derrotou Sean O’Malley por nocaute técnico a 4m40s do R1

Peso pesado: Jairzinho Rozenstruik derrotou Júnior Cigano por nocaute técnico a 3m47s do R2

Peso pena: Daniel Pineda derrotou Herbert Burns por nocaute técnico a 4m37s do R2

Peso galo: Merab Dvalishvili derrotou John Dodson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso leve: Vinc Pichel derrotou Jim Miller na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-27)

Peso palha: Virna Jandiroba finalizou Felice Herrig com uma chave de braço a 1m44s do R1

Peso pena: Danny Chavez derrotou TJ Brown na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso-palha: Livinha Souza derrotou Ashley Yoder na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso pesado: Chris Daukaus derrotou Parker Porter por nocaute técnico a 4m28s do R1

Peso pena: Kai Kamaka III derrotou Tony Kelley na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments