Embalado por vitória no UFC Las Vegas 11, Chimaev mira luta contra Demian Maia e campeões

Sueco conquistou a terceira vitória no UFC em três lutas realizadas e se sente pronto para enfrentar os grandes nomes do esporte

K. Chimaev (dir.) choca o mundo mais uma vez. Foto: Reprodução/Instagram

Bastaram apenas 17 segundos e dois golpes para Khamzat Chimaev chocar a comunidade do MMA mais uma vez. O sueco enfrentou Gerald Meerschaert, no UFC Las Vegas 11, evento realizado no sábado (19), nos EUA, e não tomou conhecimento de um adversário bem mais experiente.

O nocaute relâmpago aplicado por ‘Borz’ lhe rendeu mais um bônus de performance e, na coletiva de imprensa pós-show, Chimaev esbanjou confiança quanto ao seu futuro. O sueco acha que Meerschaert não estava preparado para um combate como esse e não só negou ser uma nova versão de Khabib Nurmagomedov, campeão do peso leve (70,3kg), como também acredita ser mais perigoso.

Veja Também

Dana White se rende ao talento de Khamzat Chimaev: ‘Nunca vi algo assim na minha vida’
Dana White sugere aposentadorias de Donald Cerrone e Tyron Woodley
Após vitória dominante, Dana White analisa futuro de Colby Covington: ‘Talvez enfrente Masvidal’
Depois vitória, Covington cita duas lutas que gostaria de fazer e provoca possíveis rivais
VÍDEO: Borrachinha e Adesanya se encontram em hotel com clima amistoso e muitos risos

“Sempre tenho raiva para esmagar alguém, nocautear como consegui. O MMA é um esporte e também temos que falar. Quando olhei em seus olhos, sabia que Gerald não queria estar no octógono comigo. Falei isso pra ele. As pessoas dizem que sou o novo Khabib, mas sou um caçador. Posso nocautear, finalizar e esmagar. Posso fazer tudo!”, disse Chimaev.

Ao ser questionado em qual categoria pretende lutar, o sueco informou que vai permanecer migrando de peso e garantiu que é capaz de destronas Kamaru Usman e Israel Adesanya, campeões do peso meio-médio (77,6kg) e médio (83,9kg), respectivamente.

“As duas divisões. Por que não? Trabalho duro para isso. Estou pronto. Se eu continuar dessa forma, ninguém é desafio para mim. Venço os dois campeões”, previu.

Apesar de não estar oficializada, Chimaev comentou a respeito de uma possível luta contra Demian Maia e elogiou o brasileiro.

“Por que não? Demian tem o melhor jiu-jitsu do MMA, mas, se eu finalizar, terei o melhor jiu-jitsu do esporte. Veremos!”, finalizou.

Invicto no MMA, Khamzat Chimaev venceu as nove lutas que fez na carreira pela via rápida, sendo seis por nocaute e três por finalização. O atleta, de apenas 26 anos, estreou pelo UFC em julho de 2020, na Ilha da Luta, em Abu Dhabi, e já disputou três lutas pela organização, conquistando os bônus de performance em todas aparições. Vale lembrar que, além das conquistas, os números de Chimaev na organização de Dana White são impressionantes. Nos três combates, o atleta foi tão dominante, que aplicou 190 golpes e sofreu apenas dois.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments