Ainda sem adversário, Khamzat Chimaev faz novo desafio a Nate Diaz

Recusa de vários atletas fazem a promessa sueca mirar o nome do veterano novamente para o compromisso marcado em dezembro

K. Chimaev desafia N. Diaz. Foto: Reprodução/Instagram

O mistério quanto ao próximo adversário de Khamzat Chimaev no UFC continua. De forma curiosa, a promessa sueca já foi escalada para realizar a luta principal de um evento da organização em dezembro, porém as recusas de vários atletas ganharam destaque. Sendo assim, Chimaev resolveu caçar e, após mirar Demian Maia, Stephen Thompson, Leon Edwards, Michael Chiesa e Chris Weidman, desafiou Nate Diaz.

Veja Também

Paulo Borrachinha cita ‘problemas’ antes de luta contra Israel Adesanya e promete calar os críticos em seu retorno
Daniel Cormier confessa fascínio por possível superluta entre Jon Jones e Israel Adesanya
Jan Blachowicz acusa Jon Jones de subir para o peso pesado por estar com medo: ‘Teme o lendário poder polonês’
Khabib Nurmagomedov não esquece rivalidade e nega ser treinador do TUF ao lado de Conor McGregor: ‘Nem por cinco bilhões’

“Eu não brinco de lutar, eu luto! Traga seu corpo mole para Las Vegas, que vou acabar com você no dia 19 de dezembro. Você é um verdadeiro lutador! Vamos lá, Nate Diaz!”, postou Chimaev em seu Twitter.

A trajetória de Khamzat Chimaev no UFC foi meteórica. O atleta, ainda invicto no MMA, nem realizou dez lutas em sua carreira, porém já vai para a sua quarta na organização de Dana White, sendo todas realizadas em 2020. O sueco estreou em julho, na primeira temporada da ‘Ilha da Luta’, voltou ao octógono dez dias depois, sua terceira aparição foi em Las Vegas, nos EUA, e durou apenas 17 segundos. A próxima será a luta principal e a expectativa é de que o adversário seja um top-15 do peso meio-médio (77,6kg) ou médio (83,9kg). Os nomes que lideram a corrida são Neil Magny e Ian Heinisch.

Por outro lado, Nate Diaz, de 35 anos, foi nocauteado em sua última luta por Jorge Masvidal, em novembro de 2019. Vale lembrar que, antes de voltar a atuar, o bad boy havia anunciado sua aposentadoria em 2016, após vencer e perder para Conor McGregor. A trilogia contra a estrela irlandesa ainda segue em pauta.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments