Derrotado por Glover, Marreta faz campanha para que compatriota dispute o cinturão: ‘Ele merece’

Último brasileiro a disputar o título dos meio-pesados, Thiago mostra espírito esportivo e torce para que o UFC dê a chance ao compatriota

T. Marreta (esq.) foi finalizado por G. Teixeira (dir.) no UFC Las Vegas 13. Foto: Reprodução/Insagram

Respeito acima de tudo. Finalizado por Glover Teixeira na luta principal do UFC Las Vegas 13, realizado no último sábado (7), nos Estados Unidos, Thiago Marreta mostrou muito espírito esportivo ao tratar da grande atuação do compatriota no final de semana. Na manhã desta segunda-feira (9), além de parabenizar o mineiro, o atleta da Cidade de Deus (RJ) fez coro para que o veterano dispute o cinturão dos meio-pesados (até 93kg.).

Veja Também

Glover Teixeira leva sustos mas finaliza Thiago Marreta no UFC Las Vegas 13 e pede chance por cinturão
VÍDEO: Assista a finalização de Glover Teixeira sobre Thiago Marreta no UFC Las Vegas 13
Glover se apoia em retrospecto vitorioso para ‘anular Adesanya’ e pedir luta por título: ‘Batalhei pra caramba’
Marreta é duro ao criticar sua atuação contra Glover no UFC Las Vegas 13: ‘Decepcionado e envergonhado’
Jon Jones não perdoa derrota de Thiago Marreta e critica fãs do brasileiro: ‘Se vencesse, diriam que corri dele’

“Quero dar os parabéns ao meu adversário, Glover Teixeira. Ele fez o que precisava fazer. É uma fera e um cara muito gente boa. Aprendi muito com aquela luta. Espero que o UFC dê a ele uma chance pelo título, ele merece”, escreveu Thiago, em sua conta no ‘Instagram’.

Quando a luta entre Marreta e Glover foi confirmada pelo Ultimate, a promessa era que o vencedor disputaria o título contra o atual campeão da categoria. No entanto, nas últimas, semanas, a situação parece ter mudado.

Recentemente, o presidente da organização, Dana White, confirmou o interesse em promover a superluta entre o dono do título dos meio-pesados, Jan Blachowicz, e o líder dos médios (até 83,9kg.), Israel Adesanya. A notícia chegou como um banho de água fria aos brasileiros.

Depois do UFC Las Vegas 13, Teixeira, que completou 41 anos recentemente, usou seu retrospecto recente a seu favor para tentar fazer a diretoria da companhia mudar de opinião. O mineiro está invito há cinco lutas.

Após o espetáculo, Dana prometeu analisar o pedido de Glover. Na ocasião, em conversa com a ‘ESPN’, o mandatário se disse impressionado com a performance do mineiro, que finalizou o rival no terceiro round.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments