Com cinco vitórias em 2020, Holland desafia Chimaev: 'Vou acabar com aquele garoto' | SUPER LUTAS

Com cinco vitórias em 2020, Holland desafia Chimaev: ‘Vou acabar com aquele garoto’

Norte-americano, que derrotou o brasileiro Ronaldo Jacaré no UFC 256, no último sábado (12), promete acabar com a invencibilidade do sueco no UFC

K. Holland mira em luta contra Chimaev. Foto: Reprodução / YouTube

Depois de conquistar o bônus de ‘Performance da Noite’, ao nocautear o brasileiro Ronaldo Jacaré, no UFC 256, Kevin Holland já pensa no próximo passo. O norte-americano, que já venceu cinco lutas em 2020, não perdeu tempo e desafiou o sueco Khamzat Chimaev, que, assim como ele, foi um dos destaques do evento durante a pandemia com três vitórias no ano.

Veja Também

“Eu sei que Chimaev deveria lutar no dia 19 de dezembro, sabe? Ele luta nos meio-médios (até 77,1 kg) e nos médios (até 83,9 kg). Então volte aos médios! Vou acabar com aquele garoto!”, afirmou Holland, em entrevista após o UFC 256.

‘Campeões da Pandemia’

Chimaev ganhou notoriedade mundial ao vencer três combates em 2020 em um curto espaço de tempo diante de John Phillips, Rhys McKee e Gerald Meerschaert por vias rápidas – os três combates somados foram finalizados em 4m38s. Mas Holland considera o sucesso exagerado.

“Khamzat não luta o tempo todo. Isso é o que os fãs casuais pensam (…). Ele ainda não venceu ninguém no UFC, mas é um bom valor. Se o UFC quiser, eu luto na semana que vem. Se quiser que eu lute meses depois, luto meses depois. É para isso que estou aqui. Eu amo meu trabalho e não estou aqui para reclamar.”, concluiu.

Aos 28 anos, Kevin Holland foi descoberto no Contender Series, evento em que o presidente do UFC, Dana White, encontra novos talentos. Ao conseguir o contrato, perdeu para o brasileiro Thiago Marreta na estreia. No entanto, deu a volta por cima e venceu cinco lutas em 2020, conquistando por três vezes a ‘Performance da Noite’. Agora, ele ocupa a 15ª posição nos médios e conta com um cartel de 21 vitórias e cinco derrotas.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments