Kelvin Gastelum supera Ian Heinisch e encerra jejum de vitórias no UFC 258 | SUPER LUTAS

Kelvin Gastelum supera Ian Heinisch e encerra jejum de vitórias no UFC 258

Pupilo de Rafael Cordeiro faz luta estratégica e bate compatriota na decisão unânime dos juízes

K. Gastelum (dir.) derrotou I. Heinisch (esq.) no UFC 258. Foto: Reprodução/Instagram

Enfim, o respiro. No confronto contra Ian Heinisch, realizado no UFC 258, neste sábado (13), em Las Vegas (EUA), Kelvin Gastelum voltou a vencer. Ex-desafiante ao cinturão interino dos médios (até 83,9kg.), o pupilo de Rafael Cordeiro atuou de forma estratégica, abusou da luta agarrada e superou o adversário na decisão unânime dos juízes. O norte-americano vinha de três derrotas consecutivas.

Veja Também

Com o resultado, Gastelum encerra o jejum de vitórias e se afasta da temida lista de dispensas do Ultimate. O atleta não vencia um compromisso desde maio de 2018, quando bateu Ronaldo Jacaré, no UFC 224.

Atual número 15 no ranking liderado por Israel Adesanya, Heinisch perdeu a oportunidade de chegar ao top 10 da categoria. Caso superasse o compatriota neste final de semana, o atleta poderia tomar a 9ª posição ocupada por Kelvin.

A luta

Heinisch tomou a iniciativa no confronto com um chute baixo. Após a ação, Ian buscou as pernas de Gastelum e levou o rival para o chão. Kelvin conseguiu se levantar, mas foi novamente para o chão. Gastelum conseguiu reverter a situação e chegou às costas do adversário. Heinisch conseguiu se levantar, mas seguia pressionado contra as grades por Kelvin. Gastelum usou a força e conseguiu uma bela queda em Iam, que caiu em posição de desvantagem. Heinisch voltou a se defender bem e se levantou. Próximo ao minuto final, os lutadores passaram a trocar golpes no centro do octógono. Passados quatro minutos, Kelvin voltou a derrubar o adversário, mas Ian se levantou rápido. Antes do encerramento da etapa, os atletas se estudaram, mas sem muita ação.

Na segunda etapa, Kelvin atacou primeiro, com um chute baixo. Heinisch respondeu rápido com um cruzado de direita, que tocou o rosto do oponente. Gastelum tentava encurtar a distância e foi surpreendido por uma joelhada voadora de encontro. Kelvin absorveu bem o golpe e, ainda assim, conseguiu levar o rival para o chão. Ian tentou se levantar, mas o adversário seguia colado em suas costas. Gastelum seguia eficiente na luta agarrada e tentava acabar com os espaços do adversário. Ian conseguiu se afastar, mas o oponente continuava caminhando para frente. Nos segundos finais, Kelvin voltou a se agarrar no adversário, mas não havia mais tempo.

O último assalto começou movimentado, com os lutadores trocando socos e chutes no centro odo octógono. Após uma troca de golpes iniciais, Gastelum voltou a buscar as pernas do rival, mas Ian se defendeu bem. Na metade do round, Heinisch voltou a surpreender Kelvin com uma joelhada voadora. Mas, assim como na etapa anterior, Gastelum conseguiu derrubar o adversário e não acusou o golpe. No chão, Heinisch reverteu a posição, chegou às costas de Kelvin e ensaiou um mata-leão. Kelvin se defendeu bem, girou e os atletas se levantaram. Nos segundos finais, foi Ian quem levou o adversário para o chão, mas o cronômetro zerou.

Alexa Grasso derrota promessa do UFC

A. Grasso (dir.) derrotou M. Barber (esq.) no UFC 258. Foto: Reprodução/Instagram

Na luta co-principal da noite, Alexa Grasso teve uma atuação de gala contra a jovem Maycee Barber. Em duelo realizado no peso mosca (até 56,7kg.), a mexicana não deu chances à rival, venceu por pontos, e complicou a adversária na organização.

Atual número 15 no ranking, Grasso deve dar um salto importante rumo ao top 10 da divisão. Ao bater Barber, a atleta deve tomar o posto da adversária, atual número 10 no grupo liderada por Valentina Shevchenko.

Considerada uma grande promessa para o futuro do UFC, Maycee retornou à ativa após se recuperar de uma grave lesão no joelho. Contra Alexa, no entanto, a jovem de 22 anos não conseguiu repetir atuações passadas e chegou ao segundo resultado negativo em sequência.

Ricky Simon estreia no peso leve com vitória sobre Kelleher

R. Simon (dir.) derrotou B. Kelleher (esq.) no UFC 258. Foto: Reprodução/Instagram

Ex-representante do peso galo (até 61,2kg.), Ricky Simon teve uma apresentação de gala em sua estreia no peso pena (até 65,7kg.). No confronto contra Brian Kelleher, Simon conseguiu colocar a estratégia em prática foi superior nos três rounds. Ao fim do combate, o atleta foi declarado o vencedor na decisão unânime dos juízes.

Em sua segunda apresentação em 2021, Ricky confirmou a boa fase na carreira. O atleta, agora, soma três resultados positivos em sequência.

Na luta que marcou seu 34º compromisso como profissional no MMA, Kelleher acabou não tendo sucesso na sua apresentação. Prejudicado por um corte profundo que influenciou em sua performance, o norte-americano não conseguiu somar seu segundo triunfo consecutivo.

Julian Marquez vira sobre Maki Pitolo e finaliza rival

M. Pitolo foi finalizado por J. Marquez no UFC 258. Foto: Reprodução/Instagram

Na luta que abriu o card principal, Julian Marquez protagonizou uma grande virada no Ultimate. Em desvantagem nos dois primeiros rounds, o norte-americano mostrou muito coração e se recuperou no combate, conquistando uma finalização no último assalto.

O duelo marcou o retorno de Marquez ao octógono após quase três anos afastado. Com o resultado positivo, o peso médio (até 83,9kg.) se recupera de seu revés para Alessio Di Chirico, em julho de 2018.

Pitolo, que teve a vitória nas mãos durante boa parte da luta, acaba se complicando de vez no UFC. O lutador, agora, soma três derrotas consecutivas e quatro nos últimos cinco confrontos. O atleta pode ser inserido na temida lista de dispensa da organização.

Resultados do UFC 258

CARD PRINICPAL

Peso meio-médio:: Kamaru Usman derrotou Gilbert Durinho por nocaute técnico a 34s do R3 – Luta pelo cinturão

Peso mosca: Alexa Grasso derrotou Maycee Barber na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio: Kelvin Gastelum derrotou Ian Heinisch na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso pena: Ricky Simon derrotou Brian Kelleher na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio: Julian Marquez finalizou Maki Pitolo com um triângulo de mão a 4m17s do R3

CARD PRELIMINAR

Peso médio: Anthony Hernandez finalizou Rodolfo Vieira com uma guilhotina a 1m53s do R2

Peso meio-médio: Belal Muhammad derrotou Dhiego Lima na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso palha: Polyana Viana finalizou Mallory Martin com uma chave de braço a 3m18s do R1

Peso casado: Chris Gutierrez derrotou Andre Ewell na decisão unânime dos juízes (30-26, 29-28, 29-27)

Peso meio-médio: Gabe Green derrotou Philip Rowe na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments