Luana Pinheiro vence por desclassificação após receber chute ilegal no UFC Las Vegas 25 | SUPER LUTAS

Luana Pinheiro vence por desclassificação após receber chute ilegal no UFC Las Vegas 25

Brasileira sofre golpe de Randa Markos enquanto estava sobre três toques de apoio e não volta para o combate; Felipe Cabocão também derrota Luke Sanders no card preliminar

L. Pinheiro vence em estreia no Ultimate. Foto: Reprodução/Instagram

A peso palha (até 52,1kg.) Luana Pinheiro não teve a estreia que desejava no Ultimate. Em duelo válido pelo card preliminar do UFC Las Vegas 25 deste sábado (1º), a brasileira enfrentou Randa Markos e dominava com lindas quedas no judô. Porém, ao tentar progredir no solo, sofreu um duro golpe enquanto estava sobre três apoios no solo e não teve condições de voltar ao duelo. Ela foi decretada vencedora por desclassificação ainda no primeiro round.

Veja Também

Descoberta no ‘Contender Series’, Luana emplaca sua sétima vitória na carreira, sendo a primeira no Ultimate. Ela agora conta com um histórico de nove triunfos e um revés.

Por outro lado, com a desclassificação, Randa Markos sofreu sua quarta derrota consecutiva e corre sério risco de ser demitida da organização. Em sua carreira, são dez resultados positivos, 11 negativos e um empate.

A LUTA

Logo no início do combate, Luana Pinheiro começou dominando as ações. A brasileira conseguiu desferir bons golpes e, ao ser encurralada na grade por Randa Markos, conseguiu reverter a situação. Ela agarrou e, de forma brilhante, aplicou lindas quedas no judô. Porém, não teve efetividade nas investidas no solo.

Já em pé, as duas trocaram jabs. Em um dos momentos, Luana deixou os dedos abertos e acertou o olho de Randa. A canadense afirmou que sua visão voltou aos poucos. A luta chegou a ser paralisada por um certo momento, mas Pinheiro não sofreu punição na pontuação.

Na volta, Luana Pinheiro conseguiu outra queda de quadril e, quando tentava a progressão no chão, sofreu uma pedalada de Randa Markos. Porém, a brasileira estava sobre três toques de apoio e não teve condições de retornar ao combate. Assim, a luta foi encerrada.

Em duelo equilibrado, Cabocão derrota Sanders 

F. Cabocão vence L. Sanders na decisão unânime dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

Na primeira luta da noite, Felipe Cabocão e Luke Sanders subiram no octógono com a responsabilidade de vencer. Vindo de derrotas, os lutadores fizeram bom combate para iniciar o UFC Las Vegas 25. Depois de três rounds, o brasileiro se sagrou vencedor na decisão unânime dos juízes.

Felipe Cabocão foi o dono da primeira ação no combate, ao desferir um chute alto. No entanto, logo em seguida, um golpe de encontro de Luke Sanders fez com que o brasileiro sentisse e sofresse o knockdown. Ele ainda recebeu alguns socos por baixo, antes de se levantar. O norte-americano, disposto a liquidar a fatura, seguiu em frente e acertou outros diretos limpos. No último minuto, Cabocão acertou um cruzado de direita que desequilibrou o adversário, que já aparentava certo cansaço.

No segundo round, Felipe Cabocão parecia querer se recuperar da desvantagem e abriu com um chute na linha da cintura. Luke Sanders, no entanto, encurtou a distância e desferiu uma cotovelada. No meio do round, o norte-americano derrubou o brasileiro no double lag, mas logo o brasileiro se levantou. De forma arrasadora, Cabocão ergueu o adversário, o carregou até o outro lado do cage e colocou a luta no solo. Por fim, ele ainda passou para as costas e joga duros golpes na cabeça do adversário, que apenas se protegia. Ainda assim, o árbitro do combate deixou seguir até o soar do gongo.

O último e decisivo assalto foi marcado pela entrega dos dois lutadores. Com ambos cansados, eles foram para a trocação direta por boa parte do round. Em determinado momento, Felipe Cabocão acertou dura cotovelada giratória, mas Luke Sanders resistiu. Por fim, o brasileiro derrubou no harai goshi e tentou passar a cana do braço para finalizar, mas não teve tempo.

Com o resultado, Felipe Cabocão conquista sua segunda vitória no Ultimate. Agora, em sua carreira, são 10 triunfos e dois reveses.

Por outro lado, Luke Sanders emplaca a série negativa de dois reveses. Com isso, o norte-americano tem um retrospecto de 13 resultados positivos e cinco negativos.

TJ Brown vence pela primeira vez no Ultimate

Brown derrotou Kamara no UFC Las Vegas 25. Foto: Reprodução/Instagram

Em luta eletrizante, TJ Brown conseguiu sua primeira vitória no combate contra Kai Kamara. Descoberto no ‘Contender Series’, o norte-americano vinha pressionado com duas derrotas, mas conseguiu se recuperar na decisão dividida dos juízes (29-28, 27-30, 29-28).

Primeiramente, TJ Brown combinou bons golpes em pé, mas desequilibrou e caiu. Kai Kamaka, por outro lado, tentou aproveitar da situação, mas pouco conseguiu fazer. Ao mesmo tempo, ele apresentou um pequeno sangramento no nariz, que o atrapalhou em certos momentos.

Na volta, TJ Brown e Kai Kamaka fizeram duelo ainda mais equilibrado. O norte-americano chegou a balançar seu adversário com um direto. Logo em seguida, o haviano acertou um golpe de direita e chegou a balançar o oponente. Por baixo, Brown ainda tentou encaixar uma kimura, mas não conseguiu desenvolver a posição. Na posição, Kamaka por pouco não finaliza na guilhotina.

Disposto a vencer o combate, Brown tentou derrubar logo na primeira invertida. Porém, acabou tendo a reversão de Kamara, ainda que tenha feito a defesa. O norte-americano tentou aplicar uma omoplata, mas perdeu a posição. Com os dois lutadores em pé, o norte-americano ainda desferiu outra direita que derrubou o havaiano. No chão, ele voltou a tentar a kimura. Ainda assim, como na primeira vez, não conseguiu finalizar.

Assim, TJ Brown amplia seu cartel para 16 triunfos e oito reveses. Já Kai Kamara sofre sua segunda derrota no Ultimate e agora tem um retrospecto de oito resultados positivos e quatro negativos.

Andreas Michailidis vence KB Bhullar por pontos

A.Michailidis vence a primeira no Ultimate. Foto: Reprodução/Instagram

Em luta de pesos médios (até 83,9kg.), Andreas Michailidis fez luta segura e venceu KB Bhullar. O grego foi superior tecnicamente na luta em pé e por pouco não nocauteou. Depois de três rounds, ele se sagrou vencedor na decisão unânime dos juízes.

O primeiro round já apresentou um domínio de Andreas Michailidis, que conseguiu controlar as principais ações e teve mais volume de golpes com chutes que machucaram KB Bhullar. Superior tecnicamente, o grego seguiu pressionando no segundo assalto e por pouco não nocauteou. O ritmo caiu entre os lutadores caiu no último, mas Michailidis seguiu em vantagem e confirmou sua vitória.

Andreas Michailidis, de 32 anos, se recupera do nocaute sofrido contra Modestas Bukauskas, em julho de 2020. Agora, ele vence a primeira no Ultimate. Já KB Bhullas, 29, sofre outra derrota e liga o ‘sinal vermelho’ na organização.

Resultados do UFC Las Vegas 25

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado: Jiri Prochazka derrotou Dominick Reyes por nocaute a 4m29seg. do R2

Peso pena: Giga Chikadze derrotou Cub Swanson por nocaute técnico a 1m03s do R1

Peso meio-pesado: Ion Cutelaba e Dustin Jacoby empataram na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 28-28)

Peso médio: Sean Strickland derrotou Krzysztof Jotko na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso galo: Merab Dvalishvili derrotou Cody Stamann (29-28, 30-27, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso palha: Luana Pinheiro derrotou Randa Markos por desqualificação a 4m16s do R1

Peso pena: TJ Brown derrotou Kai Kamaka na decisão dividida dos juízes (29-28, 27-30, 29-28)

Peso mosca: Luana Dread derrotou Poliana Botelho na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso palha: Loma Lookboonme derrotou Sam Hughes na decisão unânime dos juizes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio: Andreas Michailidis derrotou KB Bhullar na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso pena: Felipe Cabocão derrotou Luke Sanders na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments