Marina Rodriguez vence Michelle Waterson no UFC Las Vegas 26 | SUPER LUTAS

AO VIVO

Assista o UFC 263 com Deiveson e Adesanya defendendo seus cinturões

Em luta emocionante, Marina Rodriguez derrota Michelle Waterson na luta principal do UFC Las Vegas 26

Brasileira e norte-americana protagonizam um dos melhores confrontos do espetáculo, encerrado com o triunfo da gaúcha na decisão unânime dos juízes

M. Rodriguez (esq.) superou M. Waterson na luta principal do UFC Las Vegas 26. Foto: Reprodução/Instagram

Confirmadas na luta principal do UFC Las Vegas 26 com 11 dias para o show, Marina Rodriguez e Michelle Waterson deram um verdadeiro show para os espectadores. Em confronto realizado neste sábado (8), as atletas, deixaram tudo no octógono. Após quase 25 minutos de trocação franca, a gaúcha foi declarada a vencedora na decisão unânime dos juízes.

Veja Também

Embora a luta tenha sido realizada no peso mosca (até 56,7kg.), a vitória de Marina faz com que a brasileira ganhe ainda mais moral dentro das palhas (até 52,1kg.). Atual número seis no ranking da divisão liderada por Rose Namajunas, Rodriguez dá um passo importante para uma futura disputa de cinturão.

O triunfo da gaúcha confirmou a boa fase da tupiniquim, que havia vencido a promissora Amanda Ribas no último desafio. Agora, a brasileira soma quatro vitórias, dois empates e uma derrota com as luvas do Ultimate. A atleta também ampliou o número de resultados positivos na carreira, que agora conta com 14.

Derrotada pro Rodriguez, perdeu a oportunidade de se aproximar do top 5 das palhas. Hoje, na nona colocação, a norte-americana também não conseguiu somar seu segundo resultado positivo em sequência. Agora, a combatente tem três reveses nas últimas cinco lutas.

A luta

O confronto começou com Waterson tomando a iniciativa com um chute, que passou no vazio. A norte-americana, na sequência, arriscou um direto, mas sofreu um duro contragolpe, com um cruzado aplicado pela gaúcha. Passado um minuto, as atletas partiram para a trocação franca, com vantagem para Marina. Michelle arriscou um chute alto, que tocou a cabeça de Rodriguez. A brasileira deu o troco com uma combinação de socos, que obrigou a norte-americana a caminhar para trás. A tupiniquim seguia precisa nos ataques e fazia valer a maior envergadura. Perto do minuto final, a brasileira tentava enquadrar Michelle contra as grades. A norte-americana tentava se afastar das investidas de Marina com chutes na linha de cintura. Nos segundos finais, a brasileira conseguiu bons golpes na adversária, mas não havia mais tempo.

Na segunda etapa, a brasileira foi a primeira a atacar, com uma sequência de dois chutes altos. Waterson respondeu na mesma moeda, mas o golpe foi defendido por Marina. Rodriguez continuava pontuando com combinações de socos e chutes. Acuada, a norte-americano tentou derrubar a gaúcha, mas Rodriguez se defendeu bem. Na metade do assalto, Marina voltou a surpreender a adversária com um cruzado limpo no rosto. A brasileira seguia em vantagem, sendo mais contundente. Perto do minuto final, Michelle passou a apostar nos chutes baixos, tentando afetar a base da gaúcha. Perto do fim da etapa, Marina voltou a avançar contra a rival, com diretos e cruzados. Michelle se defendia como podia, mas não havia mais tempo.

O terceiro round começou com Waterson arriscando um chute baixo. A norte-americana, no entanto, se desequilibrou e acabou atingida com um chute alto da brasileira. Michelle se agarrou à gaúcha e passou a pressionar a tupiniquim contra as grades. Rodriguez conseguiu se desvencilhar e seguiu caminhando na direção da adversária. Perto da metade da etapa, Marina voltou a explodir para cima da norte-americana, com uma combinação de socos. De guarda alta, Waterson se protegia. Na sequência, a norte-americana acabou desequilibrando Marina com um chute baixo. A brasileira se levantou rapidamente, mas continuava sendo golpeada pelos chutes baixos da oponente. Com uma nova combinação de socos, Rodriguez seguiu enquadrando a adversária contra as grades, mas Waterson mostrava perigo nos contra-ataques. Perigosa nos ataques, Rodriguez ditava o ritmo, enquanto Michelle caminhava para trás. O assalto acabou com as atletas trocando golpes pelo octógono.

A norte-americana tomou a iniciativa na quarta etapa, com um chute na linha de cintura da brasileira. Afiada nas combinações, Marina seguia caminhando para frente e buscando o melhor momento para atacar. Mesmo em desvantagem, Michelle seguia viva no duelo, respondendo os ataques da gaúcha com perigo. Passados dois minutos, Waterson se aproveitou de um descuido de Marina e levou o duelo para o chão. Por baixo, a brasileira se arrastou até as grades e tentava se levantar. Em posição de vantagem, a norte-americana atacava a tupiniquim com socos e cotoveladas de cima para baixo. Em momento delicado, Rodriguez recebia ataques potentes da norte-americana, que não permitia a reação da adversária. O assalto acabou com a norte-americana atacando a brasileira.

Na última etapa, Michelle novamente tomou a iniciativa com um chute na linha de cintura da gaúcha. Rodriguez respondeu com um direto, que passou no vazio. Com uma combinação, a norte-americana atingiu a cabeça da brasileira com um chute alto. Na sequência, Waterson balançou a brasileira com um chute. Marina sentiu, mas continuou caminhando para frente. Na metade do round, a brasileira pressionou a rival contra as grades, aplicando uma combinação de socos. A luta ficou franca, com as atletas lançando ataques com chutes e socos. No minuto final, as lutadoras diminuíram o ritmo e esperavam o melhor momento para atacar. O confronto acabou com as combatentes trocando golpes no centro do octógono.

Resultados do UFC Las Vegas 26

CARD PRINCIPAL

Peso mosca: Marina Rodriguez derrotou Michelle Waterson na decisão unânime dos juízes (49-46, 48-47, 49-46)

Peso meio-médio: Alex Morono derrotou Donald Cerrone por nocaute técnico a 4m40s do R1

Peso meio-médio: Neil Magny derrotou Geoff Neal na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso pesado: Marcos Pezão derrotou Maurice Greene na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 30-26)

Peso leve: Gregor Gillespie derrotou Carlos Diego Ferreira por nocaute técnico a 4m51s do R2

Peso médio: Phil Hawes derrotou Kyle Daukaus na decisão unânime dos juízes (30-26, 29-27, 30-26)

CARD PRELIMINAR

Peso pena: Mike Trizano derrotou Ludovit Klein na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso médio: Jun Yong Park derrotou Tafon Nchukwi na decisão majoritária dos juízes (30-25, 28-28, 29-26)

Peso meio-médio: Carlston Harris finalizou Christian Aguilera com um triângulo de mão a 2m52s do R1

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments