Michel Trator é finalizado e Warlley Alves acaba atropelado por estreante no UFC Las Vegas 30 | SUPER LUTAS

Michel Trator é finalizado e Warlley Alves acaba atropelado por estreante no UFC Las Vegas 30

Primeiros brasileiros no octógono, paraense e mineiro acabam perdendo na via rápida em seus compromissos contra Shavkat Rakhmonov e Jeremiah Wells, respectivamente

S. Rakhmonov finalizou Michel Trator com um mata-leão no UFC Las Vegas 30. Foto: Reprodução/Instagram

O Brasil não teve sucesso com seus dois primeiros representantes no UFC Las Vegas 30, realizado neste sábado (26). Veteranos na organização, Michel Trator e Warlley Alves não tiveram chances diante de Shavkat Rakhmonov e Jeremiah Wells, respectivamente, e acabaram perdendo na via rápida. As duas derrotas vieram no segundo assalto.

Veja Também

De volta ao Ultimate após cumprir dois anos de suspensão por doping, Trator acabou sendo escalado para enfrentar o invicto ‘gigante’ do Cazaquistão. Contra Shavkat, Michel encontrou dificuldades para encontrar a distância e acabou sendo presa fácil para os golpes na longa distância e luta agarrada do oponente.

A derrota marcou o segundo resultado negativo em sequência para Michel, que não atuava desde fevereiro de 2019. A última vitória do veterano aconteceu em novembro de 2018, quando finalizou Bartosz Fabinski.

Considerado uma promessa dos meio-médios (até 77kg.), Shavkat provou mais uma vez que é um nome a ser observado de perto pelos fãs do esporte. Agora, o atleta soma 14 resultados consecutivos, sem saber o que é perder no esporte.

A luta

No começo da luta, Trator tomou a iniciativa do confronto com dois chutes baixos. Com uma diferença de envergadura visível, o brasileiro tentava encurtar minando a base do oponente. Shavkat caminhava para frente e tocava Michel com jabs. Passados quase dois minutos, o paraense partiu para a luta agarrada e passou a pressionar o adversário contra as grades. Atento, Rakhmonov se agarrou ao tupiniquim e conseguiu levar Michel para o chão. Por cima, o atleta do Cazaquistão tentava as transições, enquanto o brasileiro se protegia por baixo. Trator tentava explodir, mas o oponente não dava espaço. O paraense, enfim, conseguiu se levantar, mas Shavkat seguia ‘grudado’. Nos segundos finais, o tupiniquim se afastou, mas não havia mais tempo.

A segunda etapa começou com Shavkat em vantagem, com um chute rodado e uma sequência de socos. O brasileiro arriscou um direto, que parou na guarda do rival. Trator buscou as pernas, mas acabou surpreendido por uma sequência de socos limpos no rosto desferidos de cima para baixo. Em desvantagem, Michel se protegia como podia, mas não apresentava reação diante do adversário. Rakhmonov chegou às costas, encaixou o mata-leão e obrigou o paraense a bater em desistência.

Warlley Alves é atropelado por estreante

W. Alves (dir.) sofre duro nocaute no UFC Las Vegas 30. Foto: Reprodução/Instagram

Assim como Trator, Alves não teve vida fácil em seu compromisso no fim de semana. Com um adversário escalado de última hora – substituindo Ramzan Emeev -, o mineiro acabou sendo surpreendido pelos ataques precisos e potentes do estreante Jeremiah Wells.

Com a derrota, Alves não conseguiu confirmar a boa fase na organização. Em sua última luta, o brasileiro deu um verdadeiro show, quando atropelou Mounir Lazzez. Agora, o tupiniquim soma três reveses em suas últimas cinco lutas.

Logo em sua primeira luta no Ultimate, Wells chega como candidato a um dos bônus de performance. Em sua 11ª luta como profissional no MMA, o atleta, agora, soma nove triunfos, com quatro nocautes.

A luta

Logo nos segundos iniciais, Wells partiu para cima e conseguiu levar o brasileiro para o chão. Explosivo, o norte-americano seguia buscando as transições, mas o mineiro se protegia. Warlley tentava se levantar, mas era freado pelo ímpeto do adversário. Após quase dois minutos, Alves conseguiu ficar de pé, mas era pressionado pelo norte-americano contra as grades. O brasileiro conseguiu se afastar, mas continuava sendo vítima dos ataques incisivos do oponente. Alves tentou se soltar e arriscou uma guilhotina após uma investida nas pernas tentada pelo adversário. Wells se defendeu, caiu por baixo do tupiniquim, mas não havia mais tempo.

A segunda etapa começou com os atletas partindo para a trocação franca. O brasileiro golpeou, mas acabou sendo surpreendido por um contragolpe do adversário. O mineiro balançou e seguiu sendo atingido por Jeremiah, sendo ‘apagado’ na sequência. Observando a condição de Warlley, o árbitro interrompeu o confronto.

Marcin Prachnio vira sobre rival com nocaute devastador

M. Prachnio (esq.) derrotou I. Villanueva (dir.) no UFC Las Vegas 30. Foto: Reprodução/Instagram

Atleta dos meio-pesados (até 93kg.), Marcin Prachnio provou que o MMA é um esporte de surpresas. Após ser dominado no primeiro round no confronto contra Ike Villanueva, o polonês tirou um ‘coelho da cartola’. Com um chute singular na linha de cintura do oponente, o atleta conquistou um nocaute clássico. Após sofrer o ataque, o norte-americano imediatamente sentiu a ação, se ajoelhou e a disputa foi interrompida.

Com a vitória, Prachnio fez valer a fama do polonês em triunfar na via rápida. O resultado positivo marcou sua 11ª conquista por nocaute em 14 tentos na sua carreira no MMA. O lutador também chegou à sua segunda vitória consecutiva, se afastando de vez da fase complicada, quando perdeu três seguidas.

Batido no fim de semana, Ike Villanueva segue oscilando na empresa. Agora, são três derrotas em quatro compromissos na companhia.

Julia Avila finaliza e defende posição no peso galo

J. Avila encaixa mata-leão que determinou vitória no UFC Las Vegas 30. Foto: Reprodução/Instagram

Representante do peso galo (até 61,2kg.), Julia Avila não teve luta tranquila, mas superou as dificuldades diante de Julija Stoliarenko. Em confronto truncado, a norte-americana quase teve o resultado deixado nas mãos dos juízes, no entanto, nos segundos finais do terceiro round, conseguiu uma finalização diante da rival. Com um mata-leão, a lutadora obrigou os ‘tapas de desistência’ da atleta da Lituânia.

A vitória fez com que Avila defendesse a 15ª posição no ranking liderado por Amanda Nunes. Agora, a norte-americana tem três vitórias em quatro lutas na companhia.

O revés para Julia ligou o sinal de alerta para Stoliarenko. A lutadora foi batida em sua estreia por Yana Kunitskaya e segue sem vencer no Ultimate.

Jaynes aposta em si, perde e sofre prejuízo de R$123 mil

C. Rosa (esq.) derrotou J. Jaynes (dir.) por pontos no UFC Las Vegas 30. Foto: Reprodução/Instagram

Um fato curioso marcou a segunda luta do UFC Las Vegas 30. Precisando vencer para não correr risco de demissão, Justin Jaynes estava tão confiante que acabou apostando toda a sua bolsa em um resultado positivo no embate contra Charles Rosa. No confronto, no entanto, o atleta acabou não promovendo uma performance dominante e, ao fim de três rounds, acabou derrotado na decisão dividida dos juízes.

Com o resultado, Jaynes, que, em alguns momentos, impôs dificuldades ao rival, acabou sofrendo um prejuízo de mais de R$100 mil. Além do ‘rombo’ financeiro, o combatente pode ter feito sua última apresentação com as luvas do Ultimate. A derrota marcou o quarto revés seguido do norte-americano. Se o atleta for, de fato, desligado, ele deixará a empresa sem nenhum triunfo.

Assim como Justin, Charles também precisava da vitória. Buscando a estabilidade na organização, o atleta se recuperou de uma derrota em sua última apresentação e, agora, soma cinco vitórias e cinco reveses na companhia.

Medeiros perde quarta seguida e se complica de vez

D. Hadzovic (esq.) derrotou Y. Medeiros (dir.) no UFC Las Vegas 30. Foto: Reprodução/Instagram

Na luta que abriu o evento, Yancy Medeiros precisava de uma vitória para respirar na organização. Adversário de Damir Hadzovic, apresentou dificuldades para o adversário no primeiro e fim do último round, mas não conseguiu impedir a derrota na decisão unânime dos juízes. O revés confirma o quarto resultado negativo em sequência do norte-americano no UFC.

No primeiro assalto, Medeiros começou bem e equilibrou a disputa diante do adversário da Bósnia. No segundo, o ritmo de Yancy caiu e o atleta chegou perto de sofrer um nocaute, pressionado às grades e vítima de sequência de socos do rival. A última etapa começou com vantagem para Hadzovic, que dominou os primeiros minutos. Medeiros, no entanto, cresceu no minuto final e chegou a encaixar um mata-leão em Damir, que acabou salvo pelo gongo.

O triunfo de Hadzovic encerrou uma sequência de duas derrotas do atleta. Agora, o combatente respira na empresa.

Resultados do UFC Las Vegas 30

CARD PRINCIPAL 

Peso pesado (até 120,2kg.): Ciryl Gane derrotou Alexander Volkov na decisão unânime dos juízes (50-45, 49-46, 50-45)

Peso pesado (até 120,2kg.): Tanner Boser derrotou Ovince St. Preux por nocaute a 2m31s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Timur Valiev derrotou Raoni Barcelos na decisão majoritária dos juízes (28-28, 29-28, 29-28)

Peso pena (até 65,7kg.): Andre Fili x Daniel Pineda terminou Sem Resultado (No Contest) a 46s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Tim Means derrotou Nicolas Dalby na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Renato Moicano finalizou Jai Herbert com um mata-leão a 4m34s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93kg.): Kennedy Nzechukwu derrotou Danilo Marques por nocaute técnico a 20seg. do R3

Peso meio-médio (até 77kg.): Shavkat Rakhmonov finalizou Michel Trator com um mata-leão a 2m10s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Jeremiah Wells derrotou Warlley Alves por nocaute a 30seg. do R2

Peso meio-pesado (até 93kg.): Marcin Prachnio derrotou Ike Villanueva por nocaute técnico a 56seg. do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Julia Avila finalizou Julija Stoliarenko com um mata-leão a 4m19s do R3

Peso pena (até 65,7kg.): Charles Rosa derrotou Justin Jaynes na decisão dividida dos juízes (30-27, 28-29, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Damir Hadzovic derrotou Yancy Medeiros na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments