Em uma rede social, Aljamain Sterling explica os motivos de sua saída do UFC 267

O campeão dos galos contou que precisou se retirar do card após não se recuperar 100% de sua última cirurgia e para não correr o risco de passar por novo procedimento

A. Sterling após conquistar o cinturão dos galos Foto: Reprodução/Instagram

Após se lesionar e ser obrigado a adiar a sua revanche com Petr Yan, Aljamain Sterling resolveu se pronunciar em uma rede social. Através de uma postagem em seu Instagram, o campeão dos galos explicou que ainda não se recuperou 100% da cirurgia feita após o primeiro duelo contra o russo e preferiu não arriscar para não agravar a contusão.

PUBLICIDADE:

LEIA MAIS: Petr Yan ataca ‘fujão covarde’ Sterling por deixar o card do UFC 267 e pede por novo oponente

Veja Também

“Como sempre, eu gosto de compartilhar a verdade e ser transparente com minha base de fãs, que realmente se importam com a saúde dos lutadores. Eu tenho treinado bem, mas, eu tenho tido problemas para levar meu corpo a passar de dois rounds nas sessões de sparring. O cansaço e as câimbras ainda incomodam. O que meu cirurgião disse que é devido aos nervos ainda se recuperando de um trauma de longo prazo e da cirurgia que eu acabei de fazer. Nada há nada que eu possa fazer sobre isso, a não ser me apresentar com uma versão debilitada de mim mesmo e arriscar desperdiçar a cirurgia e talvez me machucar severamente”, esclareceu o campeão em um trecho da nota.

PUBLICIDADE:

Com Sterling fora, Petr Yan segue aguardando um novo oponente para o UFC 267, programado para o dia 30 de outubro. A organização estuda criar uma disputa de cinturão interino para a categoria. Derrotado em Julho por TJ Dillashaw, Cory Sandhagen se ofereceu para enfrentar o ex-líder da divisão.

 

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?