Podcast #41

Aldo renasce nos galos; campeões, Do Bronx e Amanda Nunes vencem no UFC 269?

Colby Covington abre as portas para duelo contra Khamzat Chimaev: ‘ele é uma piada’

O ex-desafiante ao cinturão dos meio-médios se disse disposto a enfrentar o russo naturalizado sueco e 'mandá-lo para o hospital'

C. Covington voltou sua mira para K. Chimaev. Foto: Montagem SUPER LUTAS

A ascensão meteórica de Khamzat Chimaev na divisão dos meio-médios (77 kg) criou uma fila de lutadores dispostos a enfrentar a sensação sueca. Entre eles está o último homem a lutar pelo cinturão da categoria: Colby Covington.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista ao site norte-americano “MMAFighting.com”, Colby Covington, que recentemente perdeu pela segunda vez para o campeão Kamaru Usman, afirmou que Chimaev é uma “piada” e abriu as portas para mandar o russo naturalizado sueco “para o hospital”.

“Ele (Chimaev) é uma piada. Ele precisa derrotar alguém de verdade, alguém no top 5, alguém no top do ranking, não apenas enfrentar pessoas escolhidas a dedo. Ele tem quantas lutas no UFC? Quatro? A imprensa adora apressar esses garotos cheios de hype. Isso é luta, cara. As pessoas podem se machucar seriamente se apressando assim. Mas se vocês querem apressá-lo, tirar um pouco do tempo de vida dele e mandá-lo para tratamento no hospital, então, sim, a porta está aberta. Eu amo fazer bons negócios com o UFC. Seria um honra bater em quem eles querem que eu bata. Se esse for o nome oferecido por eles, prometo que vou treinar extremamente duro e mostrar uma nova gama de habilidades que o mundo ainda não viu. Eu melhoro a cada luta. Adiciono camadas ao meu jogo. A pessoa que eles casarem contra mim vai ver essas novas camadas e se machucar seriamente”,  garantiu Covington.

PUBLICIDADE:

Covington, que só conquistou a oportunidade de lutar pelo título após dez lutas no UFC, respondeu se fica frustrado por ver Chimaev citado em conversas sobre o cinturão após apenas quatro aparições.

“Acho que o que nós aprendemos, não só nos esportes, não só no UFC, é que essa é uma geração que gosta das coisas entregues. É a geração do troféu de participação. Esse cara não é mais do que um ganhador de troféus de participação, um vencedor de lutas entregues. Se é isso que eles querem fazer, então é isso que faremos”, respondeu Covington.

PUBLICIDADE:

Apesar da vontade de Covington, a tendência é que o próximo adversário de Khamzat Chimaev seja o brasileiro Gilbert Durinho. De acordo com informações do site “Frontkick.online”, o UFC negocia o duelo para janeiro de 2022.

PUBLICIDADE:

Podcast #41: José Aldo de volta ao topo + Charles do Bronx e Amanda Nunes no UFC 269