Manel Kape consegue nocaute arrasador e ‘imita’ comemoração de Cristiano Ronaldo no UFC Vegas 44

Angolano com nacionalidade portuguesa, ex-campeão do RIZIN homenageia jogador de futebol após vencer Zhalgas Zhumagulov

M. Kape nocauteou e comemorou à la C. Ronaldo no UFC Las Vegas 44. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Mais um show de Manel Kape. Em duelo válido pelo card preliminar do UFC Las Vegas 44 deste sábado (4), o angolano deu mais uma prova de seu talento e nocauteou, de forma arrasadora, Zhalgas Zhumagulov no primeiro round do confronto. O lutador, que havia entrado com a bandeira de Portugal, ainda comemorou em homenagem ao jogador de futebol Cristiano Ronaldo.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Ex-campeão do RIZIN, Kape consegue mais um nocaute em sua carreira e chega forte como uma promessa da divisão dos galos. Em seu cartel, agora, são 17 triunfos e seis reveses na carreira.

Por outro lado, Zhumagulov encontra sua quinta derrota na trajetória nas artes marciais mistas. O cazaque tem um retrospecto de 14 resultados positivos e cinco negativos.

PUBLICIDADE:

A luta

Kape já começou o combate com uma joelhada voadora que não conectou em cheio Zhumagulov. Porém, o cazaque ‘deu o troco’ e conectou uma bomba de direita que chegou a desequilibrar seu adversário. O ex-campeão do RIZIN, no entanto, achou seu ritmo e, depois de carimbar a perna de Zhalgas, aplicou um direto de direita para nocautear no primeiro round.

Em entrevista pós-luta, ainda no octógono, Manel se autointitulou como o melhor peso mosca da atualidade.

PUBLICIDADE:

“Eu sou melhor peso mosca do mundo. Podem dizer o contrário, mas eu sei que eu sou. É ‘dinheiro fácil’ para mim”, afirmou Kape.

PUBLICIDADE:

Bryan Barbarena supera ‘duelo de gerações’ e alivia situação no UFC

B. Barbarena vence no UFC Vegas 44. Foto: Reprodução/Instagram UFC

Em ‘luta de gerações’ no card preliminar, Bryan Barbarena fez valer sua experiência e, de quebra, acabou com a invencibilidade do estreante Darian Weeks por pontos (29-28, 29-28, 29-28). O duelo foi válido pela divisão dos meio-médios (até 77kg.).

Barbarena alivia sua situação no Ultimate e, depois de três derrotas nas últimas quatro lutas, afasta a má fase. O veterano aumenta seu cartel em 16 triunfos e oito reveses como profissional de MMA.

Depois de pegar a luta com quatro dias de antecedência, Weeks estreou com o ‘pé esquerdo’ e não repetiu a sequência vitoriosa no LFA. Ele, agora, tem um histórico de cinco resultados positivos e um negativo.

Em resultado controverso, William Knight passa por Alonzo Menifield na decisão dos juízes

W. Knight passa por A. Menifield na decisão dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

Em duelo de gigantes da categoria dos meio-médios (até 93kg.), a expectativa era de um nocaute para um dos lados. Porém, o equilíbrio em pé prevaleceu e, depois de três rounds movimentados, William Knight superou Alonzo Menifield na decisão unânime dos juízes.

Contratado no ‘Contender Series, Knight aumenta sua sequência para dois triunfos seguidos e, ainda assim, tem apenas sua segunda na decisão dos juízes. Em sua carreira, são 12 resultados positivos e três negativos.

Já Menifield tem o bom momento encerrado e volta a sentir o ‘sabor amargo’ da derrota. O norte-americano conta com um retrospecto de 11 triunfos e três reveses.

Cheyanne Vlismas consegue segunda vitória no Ultimate

C. Vlismas consegue segunda vitória no Ultimate. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Na última luta feminina da noite, a palha (até 52,1kg.) Cheyanne Vlismas confirmou favoritismo e, com jogo ajustado no boxe, bateu Mallory Martin na decisão unânime dos juízes. A atleta, agora, alivia sua situação e volta a vencer no Ultimate.

Mais uma da ‘Geração Contender Series’, Cheyanne consegue sua sétima vitória na carreira. Ela também tem dois reveses.

Martin entra em situação complicada no UFC e conta com um retrospecto de sete resultados positivos e cinco negativos.

Claudio Puelles dá show e finaliza Chris Gruetzemacher com chave de joelho

C. Puelles finalizou C. Gruetzemacher no terceiro round. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Foi na categoria. Em combate válido pela categoria dos leves (até 70,3kg.), Claudio Puelles justificou seu favoritismo e, além de dominar dois rounds, conseguiu finalizar Chris Gruetzemacher com uma chave de joelho no terceiro assalto do duelo.

Em uma sequência positiva, Puelles chegou em sua quarta vitória em série. Profissional desde 2013, o peruano agora conta com um cartel de 11 triunfos e dois reveses.

Gruetzemacher corre risco de demissão e tem mais derrotas do que vitórias na organização. O norte-americano tem um retrospecto de 15 resultados positivos e cinco negativos.

Vince Morales vence com nocaute arrasador no primeiro round

V. Morales vence L. Smolka no UFC Vegas 44. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

Para começar com o ‘pé direito’, o card preliminar do UFC Vegas 44 contou com um nocaute brutal com um cruzado de direita de Vince Morales sobre Louis Smolka, que caiu já nocauteado no primeiro round. O duelo foi válido pela divisão dos galos (até 61,2kg.).

Com isso, Vince Morales emplaca sua primeira sequência no Ultimate e, de quebra, alcança a 11ª vitória na carreira. Em seu cartel, agora, são 11 triunfos e cinco reveses.

Louis Smolka, por outro lado, ‘equilibra’ seu retrospecto na organização com três vitórias e três derrotas. Ele sofre seu oitavo resultado negativo, enquanto também tem 17 positivos.

Resultados do UFC Las Vegas 44

CARD PRINCIPAL

Peso galo: José Aldo derrotou Rob Font na decisão unânime dos juízes (50-45, 49-46, 50-45)

Peso leve: Rafael Fiziev derrotou Brad Riddell por nocaute técnico a 2m20s do R3

Peso meio-pesado:  Jamahal Hill derrotou Jimmy Crute por nocaute a 48s. do R1

Peso leve: Clay Guida finalizou Léo Santos com um mata-leão a 1m21s do R2

Peso médio: Chris Curtis derrotou Brendan Allen por nocaute técnico a 1m58s do R2

Peso meio-médio: Alex Morono derrotou Mickey Gall na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso médio: Dusko Todorovic derrotou Maki Pitolo por nocaute técnico 4m34s do R1

Peso mosca: Manel Kape derrotou Zhalgas Zhumagulov por nocaute técnico a 4m02s do R1

Peso meio-médio: Bryan Barberena derrotou Darian Weeks na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso palha: Cheyanne Vlismas derrotou Mallory Martin na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso meio-pesado: William Knight derrotou Alonzo Menifield na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso leve: Claudio Puelles finalizou Chris Gruetzemacher com uma chave de joelho a 3m23s do R3

Peso galo: Vince Morales derrotou Louis Smolka por nocaute a 2m02s do R1

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico