AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Douglas D’Silva consegue reviravolta incrível e ‘apaga’ adversário no card preliminar do UFC 271

Após sofrer knockdown no primeiro round, brasileiro vira luta e finaliza Sergey Morozov

D. D’Silva (foto) comemora vitória no UFC 271. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Pelo card preliminar do UFC 271, evento realizado no sábado (12), Douglas D’Silva subiu ao octógono para encarar Sergey Morozov de olho em sua segunda vitória em série. Após desvantagem no primeiro round e quase ser nocauteado, o brasileiro conseguiu uma reviravolta incrível com uma finalização via mata-leão no segundo round.

PUBLICIDADE:

Veja Também

D’Silva se supera e conquista a segunda vitória seguida na carreira. Em sua trajetória no MMA, agora, são 27 triunfos, quatro reveses e uma luta ‘sem resultado’.

Já Morozov, agora, encontra sua sexta derrota – sendo a segunda na organização -. Ele também conta com 17 vitórias no MMA.

PUBLICIDADE:

A luta

Morozov teve a primeira inciativa do combate com um chute baixo, mas logo sofreu o revide de D’Silva. Os dois atletas seguiram na trocação franca, até o cazaque atingir com um cruzado o queixo do brasileiro, que desequilibrou e caiu por baixo. Por cima, Sergey ainda aplicou uma forte cotovelada e abriu o supercílio de Douglas. Disposto a se recuperar e voltar para a luta, D’Silva saiu da posição e chegou a retomar com a luta em pé, mas sofreu uma nova queda nos segundos finais.

Em busca de reduzir o prejuízo, Douglas voltou com um forte ímpeto ofensivo e, logo no primeiro minuto, mostrou que estava recuperado com um forte golpe de esqueda, que fez Morozov ‘bater e voltar’ junto à grade. O brasileiro, no entanto, não conseguiu liquidar a fatura e viu seu adversário se recuperar. Ele, ainda assim, conseguiu aplicar outras ‘bombas’ que fizeram Sergey sentir a pressão mais uma vez. Sentindo o bom momento, Douglas foi para as costas, fechou o cadeado e ‘apaga’ seu oponente.

PUBLICIDADE:

Kyler Phillips volta às origens e finaliza Marcelo Rojo com chave de braço

K. Phillips finaliza M. Rojo no UFC 271. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

PUBLICIDADE:

Cercado de expectativa pelo estilo dos dois atletas, o combate entre Kyler Phillips e Marcelo Rojo cumpriu com o prometido. Com um ritmo forte desde o primeiro instante, o norte-americano marcou distância, conectou os melhores golpes e mostrou grande nível no jiu-jitsu para finalizar o argentino com uma chave de braço no terceiro round.

Phillips se recupera de controvérsia derrota sofrida no embate contra Raulian Paiva, em julho de 2021. Profissional desde 2016, ele conta com um histórico de dez resultados positivos e dois negativos.

Por sua vez, Rojo ainda não conseguiu triunfar na organização e sofre seu segundo revés seguido. O argentino tem um cartel de 16 vitórias e oito derrotas.

Estreante da noite, Martinez não consegue ‘virar’ luta e acaba derrotado por Lawrence

M. Martinez (esq.) não consegue ‘virar’ luta e acaba derrotado por R. Lawrence Foto: Reprodução/Instagram UFC Espanol

Mana Martinez contou com grande apoio do público presente em Houston (EUA) e esteve perto de ‘virar’ luta na estreia, mas acabou derrotado por pontos. Em combate de três rounds, o norte-americano sofreu com o jogo de pressão de Ronnie Lawrence e foi superado nos dois assaltos iniciais. Na reta final, ele ainda chegou a aplicar um soco rodado que levou seu adversário ao chão. Porém, não fez o suficiente para virar o duelo.

Martinez estreia com o ‘pé esquerdo’ e tem a sequência de duas vitórias quebradas. Ele tem oito triunfos e três reveses. Já Lawrence mostrou que pode crescer na organização e acumula um retrospecto de oito resultados positivos e apenas um negativo.

Wells dá show e finaliza Diamond no primeiro round

J. Wells (dir.) finaliza M. Diamond (esq.) no primeiro round. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Apenas em sua segunda apresentação no UFC, Jeremiah Wells mostrou que possui um afiado jogo de chão. No card preliminar, o norte-americano precisou de pouco mais de 4m30seg. para encaixar um mata-leão e ‘apagar’ Mike Diamond.

Wells fez valer experiência nas artes marciais mistas e, de quebra, alcançou a décima vitória na carreira. Ele também tem duas derrotas e uma luta sem resultado. Já Diamond sofre o primeiro revés em quatro lutas como profissional.

Grishin supera diferença de peso e bate Knight na decisão dos juízes

M. Grishin (foto) superou W. Knight por pontos. Foto: Reprodução/UFC

Em confronto que aconteceria inicialmente na divisão dos meio-pesados (até 93kg.), William Knight e Maxim Grishin mediram forças pelos pesados (até 120,2kg.) após o norte-americano se pesar em cerca de 5,5kg. acima do limite estabelecido. A diferença, no entanto, não fez a diferença. Durante três rounds, o russo utilizou a estratégia de aplicar chutes baixos e saiu vencedor na decisão unânime dos juízes.

Com o triunfo, Grishin conquista sua 32ª vitória na carreira, sendo a segunda no Ultimate. Em sua carreira, agora, são 32 triunfos, nove reveses e dois empates. Knight, por sua vez, sente o ‘sabor amargo’ do terceiro resultado negativo. Ele também tem outros 11 positivos.

Resultados do UFC 271

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Israel Adesanya derrotou Robert Whittaker na decisão unânime dos juízes (50-45, 48-47, 49-46) – Luta pelo cinturão

Peso pesado: Tai Tuivasa derrotou Derrick Lewis por nocaute a 1m40s do R2

Peso médio: Jared Cannonier derrotou Derek Brunson por nocaute técnico a 4m29s

Peso leve: Renato Moicano derrotou Alexander Hernandez por finalização (mata-leão) aos 1m23s do R2

Peso leve: Bobby Green derrotou Nasrat Haqparast na decisão unânime dos juízes (30-27,30-27,30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso pesado: Andrei Arlovski derrotou Jared Vanderaa na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso mosca: Casey O’Neill derrotou Roxanne Modafferi  na decisão dividida dos juízes (29-28,28-29,29-28)

Peso galo: Kyler Phillips derrotou Marcelo Rojo por finalização (chave de braço) aos 1m48s do R3

Peso meio-pesado: Carlos Ulberg derrotou Fabio Cherant na decisão unânime dos juízes (30-27,30-27,30-27)

Peso galo: Ronnie Lawrence derrotou Mana Martinez na decisão unânime dos juízes (29-27,29-28,29-28)

Peso médio: Jacob Malkoun derrotou  AJ Dobson na decisão unânime dos juízes (29-28,29-28, 29-28)

Peso galo: Douglas D’Silva derrotou Sergey Morozov por finalização (mata-leão) aos 3m24s do R2

Peso meio-médio: Jeremiah Wells derrotou Blood Diamond por finalização (mata-leão) aos 4m38s do R1

Peso pesado: Maxim Grishin derrotou William Knight na decisão unânime dos juízes (30-27,30-27,30-27)

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276